Prêmio Jonathas Salathiel de Psicologia e Relações Raciais reconhece trabalhos sobre saúde mental e relações raciais

De acordo com a cartilha “Óbitos por Suicídio entre Adolescentes e Jovens Negros – 2012 a 2016”, feita pelo Ministério da Saúde, a cada dez suicídios no Brasil, seis são cometidos por pessoas negras. As principais causas levantadas para esse problema são as desigualdades étnico-raciais e o racismo institucional, além do não lugar, ausência de sentimento de pertencimento, sentimento de inferioridade, rejeição, negligência, maus-tratos, abuso, inadequação, inadaptação, sentimento de incapacidade, solidão e isolamento social. A pesquisa também aponta que o risco de suicídio entre jovens declarados pardos ou negros é 45% maior se comparado ao dos jovens brancos.

Precisamos, mais que nunca, debater sobre o racismo estrutural e suas relações com a saúde mental, especialmente da população negra no Brasil. Com esse intuito, o II Prêmio Jonathas Salathiel de Psicologia e Relações Raciais irá contemplar trabalhos científicos e produções artísticas que discorrem sobre a temática no Estado de São Paulo. A iniciativa é uma realização do Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP SP), da Articulação Nacional de Psicólogas/os Negras/os e Pesquisadoras/es (ANPSINEP) e do Sindicato dos Psicólogos do Estado de São Paulo (SinPsi).

O prêmio também homenageia o legado de Jonathas José Salathiel da Silva, que foi psicólogo, colaborador e conselheiro do CRP SP. Sua luta contra a discriminação racial possibilitou o lançamento de documentos orientadores para profissionais de Psicologia sobre os efeitos do racismo na saúde mental da população negra. Jonathas Salathiel também colaborou com a criação de um grupo interno, no CRP SP, para pensar as questões raciais, organizado hoje como Núcleo de Psicologia e Relações Raciais.

As/os premiadas/os terão seus trabalhos publicados pelo CRP SP e tornados referências para profissionais da Psicologia e áreas afins, além do valor simbólico de R$ 1.500. As categorias do Prêmio são estas: Psicóloga/o; Estudante; Relato de experiência e criações artísticas; Grupo, redes e articulações; Formadoras/es. Em função da pandemia da Covid-19, a premiação acontecerá de forma on-line, transmitida pelos canais no YouTube e no Facebook do CRP SP. 

As inscrições de trabalhos podem ser realizadas por e-mail até 23 de agosto de 2021. O regulamento e demais informações podem ser conferidos no site: http://www.crpsp.org.br/PremioJonathas/ 

Cronograma

Inscrições e envio dos trabalhos: 12/07/2021 a 23/08/2021 (até 11h).
Período de avaliação: 23/08 a 15/10/2021.
Retorno às pessoas inscritas: 16/10/2021.
Divulgação do resultado final na página do Conselho: 12/11/2021.

A ação está atrelada à campanha “Racismo é coisa da minha cabeça ou da sua?” do Sistema Conselhos de Psicologia.

+ sobre o tema

Médicos fazem laqueadura em mulher grávida

A cirurgia foi realizada em outubro na cidade de...

Deises e Leilanes: abandonadas sem vale-táxi e SAMU-cegonha, por Fátima Oliveira

É cruel a assistência ao parto em muitos recantos...

Dos 32 países da Copa, Brasil foi quem mais reduziu mortalidade infantil, diz estudo

Entre os 32 países participantes da Copa do Mundo,...

Brasileiro consome mais que o dobro do sal recomendado pela OMS

Jefferson Puff Apesar do alardeado resultado de um acordo entre...

para lembrar

Dezembro vermelho: negros estão entre as principais vítimas do HIV no país

A colunista Isis Vergílio convida a amiga, a artista...

Racismo faz mal à saúde

O artista Arthur Bispo do Rosário, "o Bispo", e...

Naomi Osaka reacende debate sobre saúde emocional de atletas

Em 2019, Naomi Osaka (23 anos) já havia conquistado dois dos...
spot_imgspot_img

Golpes financeiros digitais deixam consequências psicológicas nas vítimas

Cair na conversa de um estelionatário e perder uma quantia em dinheiro pode gerar consequências graves, não só para o bolso, mas para o...

Regina King faz desabafo sobre morte do filho: “A ausência física é tão grande”

Regina King tem lidado com as coisas “minuto a minuto” após a morte de seu filho. A atriz de 53 anos perdeu Ian Alexander Jr., de...

Fiocruz alerta para aumento da taxa de suicídio entre criança e jovem

A taxa de suicídio entre jovens cresceu 6% por ano no Brasil entre 2011 a 2022, enquanto as taxas de notificações por autolesões na...
-+=