Presidente da UEFA Michel Platini não tolerará racismo nos estádios europeus

O presidente da UEFA, Michel Platini, afirmou hoje em Sarajevo, na Bósnia Herzegovina, que não vai tolerar actos de racismo em estádios europeus. O problema existe em todo a Europa e a UEFA «continuará a ser rígida nas sanções», declarou.

«Posso parecer um polícia ao dizer isto, mas faço-o pelo bem do futebol», afirmou o responsável, que também abordou a questão da violência nos estádios.

Recorde-se que o organismo activou mecanismos disciplinares na sequência dos recentes episódios de violência por parte de adeptos do Lazio, acusados de «conduta inadequada», na altura do empate frente ao Tottenham Hotspur a contar para a Fase de Grupos da Liga Europa.

A imprensa inglesa deu conta que os adeptos italianos imitaram macacos durante a partida para ofender os jogadores negros da equipa adversária.

 

 

Fonte: Diário Digital 

+ sobre o tema

A democracia burguesa e as ilusões perdidas da luta anti-racista

No mês da consciência negra, participei de onze debates...

Uefa abre investigações contra abusos racistas e homofóbicos nos jogos da Hungria na Euro

A Uefa abriu uma investigação sobre "potenciais incidentes discriminatórios" que...

“Vítimas são culpadas pela violência policial até que se prove o contrário”

Parte das mortes cometidas por agentes do Estado durante o...

para lembrar

spot_imgspot_img

Caça aos livros

Está aberta a temporada de caça aos livros no Brasil! Mas atenção. A perseguição restringe-se à indicação pedagógica de certas obras capazes de promover o debate e a...

Debate racial ficou sensível, mas menos sofisticado, diz autor de ‘Ficção Americana’

De repente, pessoas brancas começam a ser degoladas brutalmente com arame farpado. O principal suspeito é um homem negro que sempre está na cena...

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...
-+=