Professora é detida por racismo contra médico negro na Bahia

A professora Creuzenilda da Silva Lima, 45 anos, foi presa em flagrante por injúria racial após agredir verbalmente um médico do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Juazeiro, região norte da Bahia. Os médicos foram acionados para prestar atendimento ao ex-companheiro da mulher e ela começou os xingamentos durante o atendimento. As informações são do Jornal da Manhã da TV São Francisco.

“Ela disse que eu era um negrinho metido e bateu a porta da viatura”, disse Gilberto Barbosa, médico do Samu. Após a agressão verbal, o médico chamou a Polícia Militar, que prendeu a suspeita em flagrante. Segundo o delegado Flávio Martins, titular da 1ª delegacia, a professora prestou depoimento e pode ser liberada caso pague fiança.

 

 

Fonte: Jornal do Brasil 

+ sobre o tema

Brancos, vamos falar de cotas no serviço público?

Em junho expira o prazo da lei de cotas nos...

Em junho, Djavan fará sua estreia na Praia de Copacabana em show gratuito

O projeto TIM Music Rio, um dos mais conhecidos...

O precário e o próspero nas políticas sociais que alcançam a população negra

Começo a escrever enquanto espero o início do quarto...

Estado Brasileiro implementa políticas raciais há muito tempo

Neste momento, está em tramitação no Senado Federal o...

para lembrar

Procuradora aceita denúncia de partido contra Bolsonaro e direção da Hebraica do Rio

Procuradora aceita denúncia de partido contra Bolsonaro e direção...

Seminário Respostas ao Racismo

 Respostas ao Racismo Produção acadêmica e compromisso político em tempos...

Policial que descobriu ser negro aos 47 anos e sofre comentários racistas de seus colegas

Um sargento da polícia de Hastings (Michigan) pede meio...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=