Projeto Tambores inicia atividades em Penedo

Neste sábado, 2 de junho, comunidades Quilombolas serão beneficiadas com as oficinas

O Projeto Tambores dará início às suas atividades no mês de junho, com as oficinas de musicalização, Dança Afro e confecção de instrumentos percussivos, nas Comunidades Quilombolas do Oiteiro e do Tabuleiro dos Negros e na Unidade de Ensino de Penedo.

A abertura do projeto aconteceu no dia 12 de maio no Oiteiro e no Tabuleiro dos Negros, com ensaio aberto do Projeto Remanescente: Um reino chamado Muquém, do bailarino Jadiel Ferreira, vivências de aula de Dança com Edu Passos e apresentações artísticas com Baque Alagoano, Corte de Ayrá e a Orquestra de Tambores.

Segundo Jadiel Ferreira, as reações durante a abertura foram diferentes em cada comunidade. Para ele, no Oiteiro as crianças tiveram uma reação mais espontânea, como se já conhecessem aquela expressão cultural. Já no Tabuleiro dos Negros, comunidade mais afastada, percebeu-se um questionamento por parte das pessoas, que procuravam entender o porquê da ação naquele local.

Apesar desses impactos diferentes, o projeto trará benefícios para ambas as comunidades. “O Tambores tem como principal conseqüência o desenvolvimento da consciência de pertencimento ao lugar, o que é fundamental na vida do ser humano por constituir suas identidades”, explica o bailarino.

Esse benefício é confirmado por Maria Salete Santos, Diretora da Associação Quilombola do Tabuleiro dos Negros, que fala sobre o resgate da cultura negra. Ela explica que a única atividade cultural com que a população tem contato é o Côco de Roda. “Além disso, é importante porque não há outros incentivos públicos dentro, a verba do governo destinada aos quilombolas nunca chega aqui”, diz Salete.

Segundo Cleide Alves, presidente da Associação Quilombola do Oiteiro, as mais de cem crianças envolvidas no Projeto estão empolgadas para o início das oficinas, que são importantes pela função de educar e, assim, tirá-las das ruas. “A arte é um prêmio que vão ganhar para a vida e, depois, podem transmitir para outras crianças”, completa.

Na noite do dia primeiro de junho, as oficinas serão realizadas na Unidade de Ensino de Penedo e durante o sábado, 2 de junho, nas comunidades, sendo realizada pela manhã no Tabuleiro dos Negros e no Oiteiro durante a tarde.

 

 

 

Fonte: Conexão Penedo

+ sobre o tema

6 músicas inéditas de Tupac surgem na internet, escute!

Acabamos de ser abençoados com novas musicas de Tupac...

Pele negra, máscaras brancas ou Frantz Fanon, o anjo anunciador

Senta que lá vem... Para Alexandra Dumas por Alberto Heráclito Ferreira...

Oração dos Orixás

Que a irreverência e o desprendimento de Exú te...

para lembrar

A saga do negro

Com desafios tamanhos, a inteligência europeia decidiu-se por importar...

Prêmio de Cultura Afro-Fluminense 2015

A Secretaria de Estado de Cultura, em parceria com...

Universidade da Dinamarca terá curso sobre Beyoncé

Já pensou em estudar Beyoncé na faculdade? Pois agora...

Coronavírus chega a comunidades quilombolas de Pernambuco

A Coordenação Estadual de Articulação das Comunidades Quilombolas de Pernambuco...
spot_imgspot_img

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...

MinC vai lançar plataforma de streaming voltada ao audiovisual nacional

O Ministério da Cultura está se preparando para lançar, ainda no segundo semestre deste ano, uma plataforma de streaming dedicada à produção audiovisual brasileira. Idealizado pela Secretaria do Audiovisual...
-+=