Psicóloga que oferecia ‘cura’ para gays tem registro cassado no DF e fica impedida de exercer profissão

Enviado por / FontePor Walder Galvão, do G1

Segundo, Conselho Regional de Psicologia do DF (CRP-DF) Rozângela Alves Justino infringiu o código de ética da profissão. G1 tenta contato com ela.

O Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (CRP-DF) cassou o registro profissional da psicóloga Rozângela Alves Justino, por oferecer terapia para que gays e lésbicas deixassem de ser homossexuais (veja mais abaixo). Com a medida, ela fica impedida de exercer a profissão.

A cassação foi divulgada pelo CRP-DF na quinta-feira (17). A decisão atende denúncia de entidades como o Ministério Público Federal de São Paulo e a Associação Brasileira dos Gays, Lésbicas e Transgêneros (ABGLT). O g1 tenta contato com Rozângela Justino.

Segundo o documento que decide pela a cassação, Rozângela infringiu o código de ética da profissão. Em um dos termos violados, está o que diz que é vedado ao psicólogo “induzir a convicções políticas, filosóficas, morais, ideológicas, religiosas, de orientação sexual ou a qualquer tipo de preconceito, quando do exercício de suas funções profissionais”.

Ato de cassação do Conselho Regional de Psicologia do DF contra Rozângela Justino (Foto: CRP-DF/Reprodução)

Em 2009, Rozângela já havia sido punida pelo Conselho Federal de Psicologia (CFP) por oferecer o “tratamento”. Ela sofreu uma “censura pública” por ter violado uma resolução da profissão que diz que “homossexualidade não constitui doença, nem distúrbio e nem perversão”..

À época, Rozângela disse ao g1 que considera a homossexualidade um distúrbio, provocado principalmente por abusos e traumas sofridos durante a infância. Ela disse ter “aliviado o sofrimento” de vários homossexuais.

‘Cura gay’

Em abril de 2019, a ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu uma decisão da Justiça Federal de Brasília que permitia a prática da “cura gay”. Ela atendeu a pedido do Conselho Federal de Psicologia, que entrou no Supremo contra decisão do juiz da 14ª Vara Cível em Brasília, que autorizou psicólogos a realizarem terapias do tipo.

Resolução atual do conselho, no entanto, impede que psicólogos colaborem “com eventos e serviços que proponham tratamento e cura das homossexualidades”.

Já em janeiro de 2020, segundo informou o jornal “O Globo”, Cármen Lúcia cassou a decisão da Justiça do DF e determinou o arquivamento do caso.

+ sobre o tema

Fundo Emergencial Mulher Empreendedora

A Fundação Casas Bahia Nosso propósito é fortalecer comunidades e...

Maria Gal relembra racismo: “Diretor achou que meu tom de pele não era comercial”

Atriz, que participou da série “Sob Pressão” e contracenou...

MC Carol, Karol Conka, Solange e uma conversa sobre o feminismo negro

Na última quinta-feira (6), MC Carol e Karol Conka...

Cineasta dos EUA produz o primeiro documentário sobre mulheres grafiteiras das Américas

Filmado em vários países, entre eles México, Porto Rico,...

para lembrar

Nísia Floresta: A feminista brasileira que você não encontrará nos livros de história

Pouco estudada, a escritora nordestina que viveu no século...

Racismo a gente vê na Globo

Sempre que a vinheta carnavalesca da Globo é exibida...
spot_imgspot_img

Maria da Conceição Tavares: quem foi a economista e professora que morreu aos 94 anos

Uma das mais importantes economistas do Brasil, Maria da Conceição Tavares morreu aos 94 anos, neste sábado (8), em Nova Friburgo, na região serrana do Rio...

Como poluição faz meninas menstruarem precocemente

Novas pesquisas mostram que meninas nos EUA estão tendo sua primeira menstruação mais cedo. A exposição ao ar tóxico é parcialmente responsável. Há várias décadas, cientistas ao redor do...

Leci Brandão recebe justa homenagem

A deputada estadual pelo PC do B, cantora e compositora Leci Brandão recebe nesta quarta (5) o Colar de Honra ao Mérito Legislativo do...
-+=