Quais foram os colonizadores da África?

 

Vários países da Europa participaram da partilha do continente africano. Saiba como se formaram as fronteiras dentro da África
As fronteiras na África foram determinadas entre os séculos 15 e 16, com a colonização européia. Como cada país europeu conquistou regiões diferentes, então as fronteiras respeitaram essa divisão. Como, no entanto, a marcação territorial não respeitou a distribuição dos povos que já viviam ali, alguns deles foram divididos em diferentes países ou, em alguns casos, grupos inimigos ficaram sob o mesmo governo.

“Não dá para dizer que todos os problemas que existem na África até hoje, como briga entre povos e, consequentemente, os milhões de refugiados, sejam consequência dessas fronteiras artificiais impostas, mas certamente isso teve um papel muito importante”, afirma Juliano da Silva Cortinhas, professor de Relações Internacionais da Universidade Católica de Brasilia.

Os colonizadores vieram de diversos países – França, Portugal, Alemanha, Bélgica, só para citar alguns europeus. O primeiro momento de colonização do continente ocorreu entre 1880 e 1910 (veja o mapa abaixo). Antes da chegada deles, o que existia eram sociedades tribais organizadas, e não estados nacionais. A África não foi o único continente onde esse tipo de imposição aconteceu. Na América Latina como um todo, incluindo o Brasil, sabe-se que os povos que não foram dizimados pelos colonizadores tiveram que viver segundo a organização imposta pelos estrangeiros. “Na África não houve esse processo de destruição das populações, porque os europeus viam os africanos como mercadoria do tráfico de escravos”, explica o professor.

“Somente dois países não foram colônias em nenhum instante: Libéria (que era um estado formado por escravos libertos dos Estados Unidos) e Etiópia (que foi dominada pela Itália entre 1936 e 1941)”, afirma Luiz Arnaut, professor da Universidade Federal de Minas Gerais.

A África hoje é composta por 54 países independentes e uma riqueza inumerável de idiomas, bem como de etnias, algumas, infelizmente, ainda em conflito.
Beatriz Vichessi e Patrícia Giuffrida
Consultoria Luiz Arnaut, da Universidade Federal de Minas Gerais e Juliano da Silva Cortinhas, professor da Universidade Católica de Brasil

 

+ sobre o tema

Diplomata e cientista nuclear é um dos 100 negros mais influentes do mundo

Paraibano, Ernesto Batista Mané Júnior, 37 anos, atua com...

Ministros inauguram Luz Para Todos em Mangaratiba

Mangaratiba Os moradores das ilhas da Marambaia e...

Tais Araújo posa com look africano para série com Lázaro Ramos

Tais Araújo posou com corpo e rosto pintados e...

Kapulana lança em agosto “Leona, a filha do silêncio”, nono volume da série “Contos de Moçambique”

série apresenta histórias tradicionais recriadas com narrativas que revelam...

para lembrar

Como seria The Notorious B.I.G. rimando em cima dos traps atuais?

The Notorious B.I.G foi assassinado quando tinha apenas 24 anos....

Presidente da Libéria quer reconciliação após vitória esmagadora

A presidente da Libéria, Ellen Johnson-Sirleaf, prometeu incorporar seus...

Filme da mineira Elizabeth Martins retrata Elza Soares como símbolo do Brasil

“Bebete, quero que você veja do que sou capaz”....
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Grávida, Iza conta que pretende ter filha via parto normal: ‘Vai acontecer na hora dela’

Iza tem experienciado e aproveitado todas as emoções como mamãe de primeira viagem. No segundo trimestre da gestação de Nala, fruto da relação com Yuri Lima, a...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...
-+=