Relatório aponta ‘níveis alarmantes’ de ataques racistas na Grécia

Relatório aponta “níveis alarmantes” de ataques racistas na Grécia
Crise Econômica Ataques motivados por racismo chegaram a “níveis alarmantes” na Grécia e as autoridades não estão se movimentando para evitá-los. A conclusão é de um relatório da Agência da ONU para os Refugiados (ACNUR).

De acordo com a agência, 87 ataques racistas foram registrados entre janeiro e setembro deste ano. Segundo o relatório, os números reais devem ser maiores, já que as vítimas desse tipo de ataque têm medo de procurar a polícia.

A Grécia é uma entrada para a Europa para muitos imigrantes asiáticos e africanos. A escalada nos números de atos racistas é simultânea à crescente e profunda crise econômica que se abate sobre o país.

“As vítimas dizem que há áreas em Atenas que elas simplesmente não frequentam, devido ao medo dos ataques”, diz o comunicado. “É chocante que ninguém até agora tenha sido condenado por cometer um ataque motivado por racismo.”

A ACNUR registra que a maior parte dos ataques acontecem em espaços abertos ou no transporte público. Muitas das vítimas relatam terem sido atacadas por grupos de homens vestidos de preto, que usam máscaras e capacetes para proteger o rosto.

Entre os casos mais violentos, estão o de um jovem iraquiano esfaqueado até a morte, em agosto, e o de um albanês morto com uma espada por um motoqueiro mascarado, em maio. Outras ações violentas incluem o uso de tacos, pés-de-cabra e cães.

“Hoje, precisamos soar todos os alarmes, porque a violência racista e a ameaça do fascismo estão espalhadas pelo país e são perigosas para a democracia”, disse Costis Papaioannou, líder da Comissão Nacional de Direitos Humanos.

EXTREMISMO

O partido de extrema-direita Aurora Dourada tem subido em popularidade, de acordo com pesquisa divulgada na última semana.

O Aurora Dourada tem o apoio de 14% dos gregos, o dobro da porcentagem que o partido teve nas eleições de junho, quando conseguiu uma cadeira no Parlamento.

O partido nega envolvimento com o nazismo. No entanto, seu líder, Nikolaos Mihaloliakos, nega a existência do Holocausto e o parlamentar eleito, Eleni Zaroulia, chegou a dizer que imigrantes são subumanos, na última semana. O símbolo do Aurora Dourada também é parecido com uma suástica.

CRISE

A Grécia passa por uma crise econômica devastadora. O desemprego no país atingiu a marca de 25% em julho, num recorde histórico. A taxa afeta 54,2% dos jovens entre 15 e 24 anos sem estudos e 31,4% na faixa de 25 a 34 anos.

As autoridades do país divulgaram no início de outubro uma previsão de 3,8% de contração do PIB para este ano, confirmando o sexto ano consecutivo de recessão. Sucessivos cortes têm sido feitos para sanar as dívidas do país, em áreas como educação, aposentadoria e benefícios sociais.

 

Fonte: Jornal Floripa 

+ sobre o tema

Paim comemora sanção da lei de cotas

O senador Paulo Paim (PT-RS) comemorou a sanção,...

RACISMO: Violência deixa cidade italiana sem imigrantes

ROSARNO, Itália - Cenário de um violento confronto entre...

Candidatos brancos se declaram negros em 2022 para manter o poder no Legislativo

Fomos educadas a nunca (nunca!) subestimar o racismo. A...

Lucas Penteado do BBB, a vítima que disse NÃO às inúmeras violências

Hoje, o assunto mais comentado nos lares e nas...

para lembrar

Ações policiais no Rio de Janeiro juntam brutalidade com ineficiência, critica pesquisador

Enquanto os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) debatiam...

Agência é condenada por “racismo recreativo” em ambiente de trabalho

O fato da ofensora e da própria reclamada não...

Lippi descarta chamar Balotelli por luta contra racismo

O técnico Marcello Lippi disse nesta terça-feira que não...

Ser negro é nascer lutando

A força do movimento negro Por Patrick Chagas, do Diário de...
spot_imgspot_img

Caça aos livros

Está aberta a temporada de caça aos livros no Brasil! Mas atenção. A perseguição restringe-se à indicação pedagógica de certas obras capazes de promover o debate e a...

Debate racial ficou sensível, mas menos sofisticado, diz autor de ‘Ficção Americana’

De repente, pessoas brancas começam a ser degoladas brutalmente com arame farpado. O principal suspeito é um homem negro que sempre está na cena...

Universidade, excelência e compromisso social

Em artigo publicado pelo jornal O Estado de S. Paulo, no dia 15 de junho, o professor de literatura geral e comparada da Unicamp, Marcos...
-+=