quinta-feira, setembro 17, 2020

    Resultados da pesquisa por 'Jogos Olímpicos'

    Os 9 títulos mais machistas dos Jogos Olímpicos do Rio

    Listas de “gostosas”, “mulheres de” que ganham medalhas ou belezas loiras de olhos azuis” Reunimos os casos mais flagrantes de sexismo na cobertura da competição. Por CLARA FERRERO, do El Pais Simone Biles é a grande sensação da ginástica nestes Jogos Olímpicos. A nadadora Katinka Hosszu bateu o recorde mundial dos 400 metros e está cheia de ouros, e a norte-americana Katie Ledecky arrasou na piscina, conseguindo o primeiro lugar — e fazendo história — nos 400m livres. Apesar de nos Jogos Olímpicos de 2016quase 50% dos esportistas serem mulheres (45%, para sermos exatos) e dos impressionantes feitos esportivos que estão conseguindo, muitos meios de comunicação se negam a reconhecê-las como algo mais que um pedaço de carne. É o que afirma um estudo da Universidade de Cambridge que acaba de ser publicado e que afirma que a mídia trata de forma diferente a informação esportiva se (oh, que surpresa!) o protagonista é homem ...

    Leia mais

    ONG alerta para possíveis casos de racismo e homofobia nos Jogos Olímpicos

    A organização não governamental (ONG) Fare Network fez durante todo mês de fevereiro uma campanha global para chamar a atenção para a homofobia no futebol. O Football v Homophobia é uma iniciativa que desde 2010 busca promover ações positivas contra a discriminação com base na identidade de gênero no esporte. Em 2016, cerca de 20 grupos europeus – entre clubes, ligas e ONGs – aderiram à campanha e organizaram atividades relacionadas à luta contra a homofobia em diversos países europeus. Do Jornal do Brasil  Agora, a preocupação da organização é com a Olimpíada no Brasil. A ONG acompanhou de perto a Copa do Mundo de 2014, no Rio de Janeiro, e fez um relatório listando 14 incidentes. A entidade já entrou em contato com a organização Rio 2016 se oferecendo para acompanhar de perto os Jogos Olímpicos. A Fare Network explica que a preocupação com o Brasil leva em conta a ...

    Leia mais

    Atletas de países com ebola não poderão competir nos Jogos Olímpicos da Juventude na China

    Comitê Olímpico Internacional proibiu africanos de participar nas modalidades de combate e de natação GENEBRA - A segunda edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, que começam neste sábado em Nanquim, na China, terá alguns desfalques pelo surto do ebola. Atletas procedentes de regiões infectadas não poderão participar nas modalidades de combate nem de natação, de acordo com um comunicado do Comitê Olímpico Internacional (COI). A decisão foi tomada após consulta do COI com a Organização Mundial de Saúde (OMS) e as autoridades chinesas. Durante as duas semanas de competição, os atletas que vieram de regiões mais afetadas pela doença serão submetidos diariamente a exames físicos e terão a temperatura medida. “Lamentamos que por este problema alguns jovens atletas sofram em dobro, pela angústia provocada pela epidemia em seus países de origem e por não poderem participar nos Jogos”, informou a nota. O presidente do COI, Thomas Bach, afirmou que algumas ...

    Leia mais
    copadomundo

    Copa do Mundo e Jogos Olímpicos: Escola de hotelaria oferece 150 vagas para cursos gratuitos

    Inscrições terminam no dia 8 de setembro e foco é qualificar para a Copa do Mundo e Jogos Olímpicos A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS) está com inscrições abertas para os cursos gratuitos da Escola de Hotelaria do Centro de Cidadania Rinaldo de Lamare, localizado em São Conrado, na Zona Sul. Serão oferecidas 150 vagas para pessoas de baixa renda, sendo 30 em cada turma nas categorias de garçom/garçonete, camareira/arrumador, barman/barwoman e capitão porteiro/mensageiro. Durante quatro meses os alunos receberão treinamento técnico em hotelaria, além de aulas de inglês e português ministradas pelo departamento de letras da UFRJ. A meta é formar mais de 700 profissionais nos próximos dois anos, com foco na qualificação de mão de obra para a Copa do Mundo de 2014 e para as Olimpíadas de 2016. As inscrições poderão ser realizadas até o dia 08 de setembro. Para participar é necessário estar cursando ou ter concluído o nível médio e apresentar os ...

    Leia mais
    David Ramos/Getty Images

    Planos de Aula: Jogos Olímpicos e marcadores sociais: gênero e racismo em foco

    EMEF Prof. Roberto Plínio Colacioppo Membro Efetivo do GPEFE - Grupo de Pesquisa em Educação Física Escolar Mestranda em Educação UNINOVE Resumo O trabalho aqui relatado diz respeito a um projeto realizado na EMEF Prof. Roberto Plinio Colacioppo durante as aulas de Educação Física, com os alunos de quatro salas de 7°s anos do Ensino Fundamental II. A referida escola está situada na zona Sul da cidade de São Paulo, sendo que as atividades estão sendo desenvolvidas sob a perspectiva cultural e subsidiadas pelo documento elaborado pela SME-PMSP intitulado Orientações Curriculares e Proposição de Expectativas de Aprendizagem para o Ensino Fundamental II. O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de tematizar os Jogos Olímpicos com enfoque nas questões de gênero e racismo. Estes marcadores sociais, Gênero e Racismo, foram muito evidenciados pelos alunos no decorrer do projeto e mereceu especial atenção por se tratar de assunto de grande relevância social. ...

    Leia mais
    jogos-olimpicos-de-londres-2012

    Olimpíadas 2012: Argélia e Marrocos entre medalhados africanos nos Jogos Olímpicos de Londres

      Com estes dois países, sobe para sete o número de países africanos que inscreveram o seu nome no quadro dos medalhados, depois da África do Sul, da Etiópia, do Quénia, do Egito e da Tunísia. Londres - A Argélia e Marrocos entraram na tabela dos medalhados dos Jogos Olímpicos de Londres de 2012 após terem ganho respetivamente as medalhas de ouro e de bronze na corrida masculina dos mil e 500 metros. Com estes dois países sobe para sete o número de países africanos que inscreveram o seu nome no quadro dos medalhados, depois da África do Sul, da Etiópia, do Quénia, do Egito e da Tunísia. Terça-feira, o argelino Taoufik Makhloufi venceu o ouro na corrida masculina dos mil e 500 metros em três minutos 34 segundos e 08 cêntimos ao passo que o marroquino Abdallati Iguider ganhou bronze em três minutos 53 segundos e 13 cêntimos. A ...

    Leia mais
    229

    Usain Bolt lesiona-se a três semanas dos Jogos Olímpicos

    Participação do atleta jamaicano em dúvida Usain Bolt lesionou-se a apenas três semanas dos Jogos Olímpicos. O atleta jamaicano vai falhar, para já, a participação na Diamond League e a sua presença em Londres, onde é favorito para o ouro nos 100 e 200 metros, está em dúvida.A notícia foi dada pelo treinador do velocista no Twitter: «Tive que tirá-lo da Diamond League, que seja realiza no Mónaco no dia 20 para dar tempo suficiente para que recupere e treine para os Jogos Olímpicos.»Já Bolt fez questão de desvalorizar o problema físico e aposta na sua presença em Londres. «Vou estar em Londres para defender os meus títulos nos 100, 200 e 4x100 metros. Quero dar os parabéns aos meus companheiros que também se qualificaram pela Jamaica», escreveu.         Fonte: Mais Futebol

    Leia mais
    jogos-olimpicos

    Londres terá uma ‘Casa da África’ durante os Jogos Olímpicos

        Pela primeira vez na história, os Jogos de Olímpicos terão uma "Casa da África", na qual os atletas do continente poderão comemorar suas medalhas, informou nesta terça-feira o presidente da Associação dos Comitês Nacionais Africanos (ACNOA), Lassana Palenfo. O "African Village" ficará localizado na frente do Albert Hall, em Londres. O local também receberá exposições e terá restaurantes oferecendo pratos da culinária tradicional africana. A casa abrirá no dia 28 de julho, um dia depois da cerimônia de abertura dos Jogos, e será financiada pelo ACNOA, afirmou Palenfo à AFP. O Brasil também terá um local onde serão comemoradas as medalhas do país. A "Casa do Brasil" será situada no centro histórico de Londres e, além das celebrações, também servirá de promoção para os Jogos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro. Londres 2012 no Terra O Terra, maior empresa de internet da América Latina, transmitirá ...

    Leia mais
    Arion jogos militares

    Arion, o menino loiro mascote dos V Jogos Olímpicos Militares

    Arion foi o nome escolhido em votação aberta por mais de 41 mil votantes para o símbolo do V Jogos Olímpicos Militares que será realizado no Rio de Janeiro de 16 a 24 de julho de 2011. Arion é um deus da mitologia grega, poeta e cantor representado com uma cítara e golfinhos que fazem alusão à sua fuga de uma trama de morte num navio e que entoando cantos chamou golfinhos que permitiram sua fuga montado num deles. O mascote do V Jogos Olímpicos Militares foi criado pelo cartunista Maurício de Souza e faz alusão à paz com uma pomba branca na camiseta do personagem que tem uma capacete em forma de chama - um símbolo tradicional dos Jogos Olímpicos. Chama a atenção na figura do mascote dos Jogos Olímpicos Militares o fato de que sua imagem sugere um menino loiro. Esta imagem apesar de nos sugerir a uma ...

    Leia mais
    lulav

    Rio ganha Jogos Olímpicos de 2016

    Fonte: UOL Esportes - Depois de três tentativas fracassadas, o Brasil finalmente ganhou a disputa pela sede dos Jogos Olímpicos de 2016. Agora, o governo brasileiro pode se preparar para colocar a mão no bolso. O projeto é estimado em R$ 25,9 bilhões, cifra sem precedentes na história do esporte nacional.   Dinheiro para isso, garantem as autoridades, existe. "Entre as dez maiores economias do mundo, só o Brasil nunca organizou os Jogos Olímpicos", disse o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Presidente do Banco Central, Henrique Meirelles também fez coro. "Nós temos a 10ª maior economia do mundo e o Banco Mundial prevê que seremos a quinta até 2016. Já somos o quinto maior mercado publicitário do mundo e ainda estamos crescendo. E graças ao descobrimento do maior campo petroleiro do mundo, temos também grande reserva de petróleo. Nossa força econômica traz a certeza que podemos ter os Jogos ...

    Leia mais

    Recordista de jogos pela seleção, Formiga é primeira mulher a receber a Bola de Prata

    Ela é um símbolo para o futebol feminino brasileiro, recordista pela seleção canarinho, presente em todos os campeonatos disputados pela equipe nacional e única jogadora no mundo a estar presente em todas as edições olímpicas do futebol feminino. Formiga, 38, pode até não ser craque como Marta, mas a volante tem justificativas de sobra para receber o Prêmio ESPN Bola de Prata SPORTINGBET, tornando-se a primeira mulher laureada na história do troféu. Por Francisco de Laurentiis, Igor Resende e Rafael Valente Do ESPN A escolha de Formiga foi pelo que ela representa para o futebol feminino e faz parte das inovações da tradicional premiação do futebol brasileiro. O troféu foi dado para a jogadora nascida em Salvador nesta segunda-feira, no Teatro Santander, em São Paulo. Formiga é uma bandeira da seleção feminina de futebol. Acumula marcas únicas. Participou das seis edições do torneio feminino de futebol na Olímpiada (recorde), jogou seis Copas ...

    Leia mais

    The SuperHumans: o divertido anúncio britânico para os Jogos Paralímpicos do Rio

    “We’re The Superhumans” é o anúncio do canal de TV ‘Channel 4’ para dar apoio à equipe Paralímpica Britânica nos Jogos Paralímpicos do Rio. no UpDate or Die Embalado por uma canção cativante chamada “I Can”, o vídeo mostra os atletas competindo e em suas tarefas diárias, com a intenção de mostrar como eles são heróis genuínos dentro e fora do esporte que praticam. Vale a pena assistí-lo, pois a música é ótima e as cenas dos esportistas… inspiradoras!

    Leia mais
    blank

    O legado dos jogos, os garotos imaturos e as vagabundas

    O pedido público de desculpas é um ato predominantemente masculino. E a misericóridia é mais um dos privilégios dos homens. Em especial daqueles que são ricos. Em especial daqueles que são brancos. Distribuímos segundas chances como distribuímos tudo: desigualmente. Por Manoela Miklos, do  #AGORAÉQUESÃOELAS No ocaso dos Jogos Olímpicos de 2016, me peguei pensando sobre isso. Kobe Bryant, um dos maiores jogadores de basquete masculino da história, protagonizou uma célebre entrevista em 2003 em que pedia desculpas à sua esposa por ter cometido o que chamou de adultério. Mas se disse inocente diante da acusação de assédio sexual a uma jovem camareira de um hotel no Colorado, EUA. Em 17 de agosto de 1998, o então Presidente dos Estados Unidos Bill Clinton pediu desculpas aos cidadãos de seu país pelo que chamou de “relações inapropriadas” com sua estagiária Monica Lewinsky. Clinton quase foi afastado do cargo, enfrentou um processo de ...

    Leia mais
    TV personality Tom Daley arrives at the 26th annual Nickelodeon's Kids' Choice Awards on Saturday, March 23, 2013, in Los Angeles. (Photo by Jordan Strauss/Invision/AP)

    A saída do armário que liberou o muso dos Jogos do Rio

    Ele sofreu bullying na escola. Perdeu o pai aos 17 anos. Hoje, é um dos melhores atletas de saltos ornamentais do mundo, e o mais famoso deles. Seu nome é Tom Daley Por JUAN SANGUINO, do El Pais  Foi como uma briga de galos. Um dos "lutadores" é o cantor Sam Smith que, quando ganhou o Oscar em 2016, por sua música The Writing's On The Wall, do filme Spectre, proclamou-se "o primeiro ganhador do Oscar que já havia se assumido homossexual". Mas ele estava errado. No dia seguinte, o roteirista Dustin Lance Black, que havia ganhado em 2009, pelo roteiro de Milk (filme de Guus van Sant, de 2008), escreveu a Smith, pelo Twitter, uma mensagem de 140 caracteres que tinha dois pontos dramáticos bem marcados. "Fico surpreso que você não saiba quem eu sou, tendo em conta que não para de escrever mensagens para o meu namorado". Uau! E ...

    Leia mais

    Com pose inspirada em Bolt, a jovem Toni-Ann Williams é a 1ª jamaicana da ginástica em Jogos

    Nascida nos Estados Unidos, Toni-Ann Williams decide representar suas origens e espera inspirar algum crescimento da modalidade esportiva na terra de seus pais Por Amanda Kestelman e Marcos Guerra, do Globo Esporte  Pela primeira vez na história, a bandeira jamaicana foi representada no tablado de ginástica artística dos Jogos Olímpicos. Tradicional e vitoriosa nas pistas de atletismo, a nação rompeu mais uma barreira e trouxe para a Rio 2016 uma representante que difere dos velocistas não só pela modalidade. Basta falar com Toni-Ann Williams para o seu sotaque entregar que se trata de uma jovem nascida nos Estados Unidos. Com origem familiar forte na Jamaica, ela decidiu, há cinco anos, que tentaria representar o país no Rio de Janeiro. - Estou muito feliz por representar a Jamaica. Espero que as crianças de lá vejam que podem tentar a ginástica também. Quando tinha 15 anos e visitei minha família no país, ...

    Leia mais

    Rivais norte-americanos irão sentir minha fúria nos Jogos do Rio, diz Bolt

    Bolt recebeu um atestado médico das autoridades de sua nativa Jamaica para competir na Rio 2016 depois de sofrer uma lesão Do Correio do Brasil  Usain Bolt promete deixar o velocista norte-americano Justin Gatlin “sentir sua fúria total” quando o jamaicano tentar o feito inédito de conquistar três trincas de medalhas de ouro na Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016. Bolt recebeu um atestado médico das autoridades de sua nativa Jamaica para competir na Rio 2016 depois de sofrer uma lesão em um tendão durante a seletiva olímpica, e Gatlin não perdeu a oportunidade de cutucar o rival de 29 anos. Gatlin disse que o detentor de seis ouros olímpicos recebeu um ‘passe médico’, e na quarta-feira Bolt disse que isso só serviu para atiçar seu desejo de calar o norte-americano provando quem é na pista. – Sim, com certeza, acho que eles não aprenderam ao longo dos anos que ...

    Leia mais

    Christian Louboutin assina os trajes nonperformance dos atletas olímpicos cubanos

    Looks desenvolvidos em parceria com a SportyHenri.com serão usados fora das quadras durante a Rio 2016 Do Vogue  Christian Louboutin leva o vermelho de seus solados para os trajes nonperformance que a delegação olímpica de Cuba irá usar na Rio 2016. Para criar as elegantes peças, o designer francês, em parceria com a e-concept SportyHenri.com, foi buscar inspiração em elementos de tradições cubanas e referências dos próprios atletas - que puderam participar de todo processo criativo. Christian Louboutin posa ao lado de parte da delegação nacional de Cuba (Foto: Divulgação) Os uniformes, feitos sob medida, englobam casacos, calças, shorts e saias, tudo nas cores vermelha e bege. Como os calçados não poderiam faltar, foram desenvolvidos um tênis de cano alto e um loafer para os homens e sandálias de salto baixo para a equipe feminina. Já estamos na contagem regressiva: faltam apenas 15 dias para a abertura dos jogos! Delegação ...

    Leia mais

    Especialista diz que Copa no Brasil é mais bem organizada que Jogos de Londres

    David Ranc, um especialista francês em esportes e relações internacionais, afirmou à imprensa francesa que a Copa do Mundo no Brasil neste ano está sendo mais bem organizada que a Olimpíada de Londres, de 2012. O pesquisador faz parte do projeto Pesquisa em Futebol em uma Europa Expandida (Free, na sigla em inglês), um consórcio que reúne universidades de vários países da União Europeia e da Turquia. Após a polêmica, ele escreveu um artigo no site do projeto reafirmando sua comparação e deu explicações sobre o assunto. Para Ranc, o grande número de reportagens negativas e críticas feitas antes do início da Copa são fruto de racismo e preconceito contra países do Hemisfério Sul, e que não aparecem quando se trata de mega eventos organizados pelo Hemisfério Norte. O pesquisador citou três exemplos de como os Jogos Olímpicos de 2012, em Londres, tiveram fatos que mostram uma organização pior que ...

    Leia mais
    Uma Seleção de negros e sem preconceito nos Jogos de Inverno

    Uma Seleção de negros e sem preconceito nos Jogos de Inverno de Sochi

    Brasil leva a Sochi uma delegação em que, pela primeira vez, os negros são maioria. No total de 13 atletas, seis são brancos.   Na semana em que o volante Tinga, do Cruzeiro, foi alvo de provocações racistas no Peru, a delegação brasileira nos Jogos de Inverno de Sochi dá uma demonstração da pluralidade racial do País. Dos 13 atletas que estão na Rússia, sete são negros. Em um país que não tem neve e em modalidades esportivas ainda consideradas por muitos elitista, o Brasil reuniu uma equipe em que a cor da pele é o que menos importa. A postura do atleta influencia muito sobre como as pessoas vão nos ver. O nosso time tem uma postura boa, procuramos os integrar com as outras equipes. E, aqui, está aquele atleta que conquistou o seu espaço e todos se respeitam – disse a piloto do time feminino de duplas do ...

    Leia mais
    Ex-patinadora acusada de racismo contra Obama acende pira nos Jogos de Inverno

    Ex-patinadora acusada de racismo contra Obama acende pira nos Jogos de Inverno

      A abertura dos Jogos de Inverno de Sochi contou com uma bonita festa, mas também com algumas polêmicas. Além da falha em mecanismo de um dos anéis olímpicos, a imprensa internacional destacou o fato de que um dos responsáveis pelo acendimento da pira olímpica ter se envolvido em acusação de racismo contra o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama. A chama foi levada em uma tocha por dois grandes nomes do esporte russo: o ex-jogador de hóquei Vladislav Tretiak e a ex-patinadora Irina Rodnina. Tricampeã olímpica, Rodnina publicou no Twitter em setembro de 2013 uma imagem de Obama com a primeira-dama Michelle em que há uma banana na frente do casal. A ex-atleta apagou a fotografia da rede social, mas se defendeu das acusações de racismo contra o presidente dos Estados Unidos. Segundo Rodnina, ela estava somente exercendo "seu direito de expressão". Questionado sobre a presença da ex-patinadora, o ...

    Leia mais
    Página 1 de 19 1 2 19

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist