Solimar Carneiro, fundadora de Geledés Instituto da Mulher Negra, faz sua passagem para o Orun

Enviado por / FonteNatália Carneiro

Morreu nesta terça-feira (11), aos 66 anos, Solimar Carneiro, fundadora e diretora de Geledés Instituto da Mulher Negra. A notícia trouxe profunda tristeza para familiares e colaboradores da instituição.

Posse de Solimar como presidenta de Geledés 2003/Foto: Arquivo Geledés/ Centro de Documentação e Memória Institucional de Geledés

Ao longo de sua trajetória, Solimar assumiu a presidência de Geledés por dois mandatos, entre os anos de 2003 e 2009. Também coordenou iniciativas emblemáticas como o Projeto Grio e o Projeto Rappers, estratégicos para consolidar  o Hip Hop como manifestação cultural e plataforma de expressão da juventude negra.

Festa de Aniversário de 8 anos do Geledés 1996
Foto: Arquivo Geledés/ Centro de Documentação e Memória Institucional de Geledés
« de 19 »

Solimar Carneiro dedicou-se também a projetos de inserção de pessoas negras no mercado de trabalho, buscando promover a igualdade de oportunidades. Sua atuação foi fundamental para o início do projeto de Promotoras Legais Populares (PLPs) de Geledés, que visa capacitar mulheres negras para o exercício da cidadania plena e o enfrentamento das diversas formas de violência e discriminação de gênero e raça. Ela teve participação ativa nos processos administrativos da organização, sempre buscando fortalecer e expandir o trabalho de Geledés.

A morte de Solimar Carneiro é uma perda irreparável para o movimento negro e o movimento de mulheres negras. Geledés Instituto da Mulher Negra e todos aqueles que tiveram o privilégio de trabalhar ao lado de Solimar Carneiro expressam profundo carinho por todos os momentos memoráveis que passaram com essa grande líder.

Informamos que o velório ocorrerá nesta quarta-feira (12) a partir das 12h, no Cemitério Memorial Parque Paulista, localizado em Embu das Artes – SP. O sepultamento será realizado às 15h no mesmo local.

Obrigada por tudo, Soli.

IMG_4280
Foto: Arquivo Geledés/ Centro de Documentação e Memória Institucional de Geledés
« de 7 »

+ sobre o tema

para lembrar

A polêmica sobre escravidão que levou a Universidade de Yale a mudar o nome de um de seus institutos

Após anos de discussão, polêmica e protestos, a prestigiosa...

Truques econômicos do Ocidente empobrecem a África

Por Nimba Mhaat Monnemuh d'Eburnie   Os países...

Descolonização continua a ter «sentido negativo» para muitos portugueses

Quase quatro décadas depois, a palavra descolonização continua...

Jennifer Hudson vai escrever livro sobre perda de peso

A atriz norte-americana premiada com o Oscar Jennifer Hudson...
spot_imgspot_img

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Carnaval 2025: nove das 12 escolas do Grupo Especial vão levar enredos afro para a Avenida

Em 2025, a Marquês de Sapucaí, com suas luzes e cores, será palco de um verdadeiro aquilombamento, termo que hoje define o movimento de...

Spcine marca presença no Festival de Cinema de Cannes 2024 com ações especiais

A Spcine participa Marché du Film, evento de mercado do Festival de Cinema de Cannes  2024 e um dos mais renomados e influentes da...
-+=