Steve McQueen é xingado em premiação: “Você é um lixeiro ridículo. Vá se f…”

Diretor Steve McQueen é xingado no palco quando recebia o prêmio de melhor direção por “12 Anos de Escravidão” na cidade de Nova York

O destaque da cerimônia de premiação dos críticos de Nova York, realizada na noite desta segunda (6), não foi o elenco de estrelas que subiu ao palco para receber as homenagens, mas um crítico de cinema que xingou o diretor Steve McQueen, quando esse recebia o prêmio de melhor direção por “12 Anos de Escravidão“.

Armond White, polêmico crítico de cinema do CityArts, gritou quando McQueen fazia os agradecimentos: “Você é um porteiro e um lixeiro ridículo. Vá se f…”, relatou a revista “Variety”. Não se sabe se o diretor não ouviu ou ignorou o agressor, mas não interrompeu seu discurso.
White já havia escrito em sua crítica que o filme de McQueen era o mais desagradável desde “O Exorcista” (1973). “Isso mesmo, ’12 Anos de Escravidão’ pertence ao gênero pornô com tortura, como ‘O Albergue’, ‘A Centopéia Humana’ e a franquia ‘Jogos Mortais’, mas faz parte de uma nova leva de filmes que é vendido (erroneamente) como ‘uma conversa sobre raça'”, escreveu ele.
Segundo a revista, essa não é a primeira vez que o crítico ofende os atores premiados. Em 2011, ele xingou as atrizes Annette Bening e Michelle Williams e em 2012, as vítimas foram Robert DeNiro e Viola Davis.
Os vencedores da premiação já haviam sido anunciados no dia 3 de dezembros, então as surpresas ficaram para a hora dos discursos. Para subir ao palco, o diretor foi recebido pelo lendário Harry Belafonte, que fez o diretor chorar.

Veja lista dos vencedores:
Melhor Filme: “Trapaça”
Melhor Ator: Robert Redford, “All Is Lost”
Melhor Atriz: Cate Blanchett, “Blue Jasmine”
Melhor Diretor: Steve McQueen, “12 Anos de Escravidão”
Melhor Roteiro: Eric Singer & David O. Russell, “Trapaça”
Melhor Ator Coadjuvante: Jared Leto, “Dallas Buyers Club”
Melhor Atriz Coadjuvante: Jennifer Lawrence, “Trapaça”
Melhor Animação: “Vidas ao Vento”
Melhor Cinematografista: Bruno Delbonnel, “Inside Llewyn Davis – Balada de um Homem Comum”
Melhor Primeiro Filme: Ryan Coogler, “Fruitvale Station”
Melhor Filme Estrangeiro: “Azul é a Cor Mais Quente”
Melhor Documentário: “Stories We Tell”
Prêmio Especial: Frederick Wiseman

Fonte: Pragmatismo Politico

+ sobre o tema

Racismo institucional celebra o que há de mais selvagem e incivilizado

Os dados divulgados pelo Ipea sobre a situação dos...

Comissão aprova prisão para crimes de racismo e discriminação pela internet

Pena de prisão para quem cometer crimes de racismo...

Jogador do Caxias é vítima de racismo em semifinal do primeiro turno do Gauchão

São Luiz e Caxias protagonizaram um grande jogo,...

OEA receberá movimento negro brasileiro para debater pacote anticrime de Moro

“É muito importante levar para fóruns internacionais a denúncia...

para lembrar

Luana Tolentino: Caso de Domingas ilustra bem a oposição às cotas

Domingas Mendes teve seu ingresso negada pela UFRGS, mas...

A única semelhança

Casamento, viagens, o emprego dos sonhos e muitos planos...

Racismo: uma dura realidade do futebol mundial

- Fonte:Fanáticos por Futebol - Neste domingo a...
spot_imgspot_img

Mortes pela polícia têm pouca transparência, diz representante da ONU

A falta de transparência e investigação nas mortes causadas pela polícia no Brasil foi criticada pelo representante regional para o Escritório do Alto Comissariado...

Presos por racismo

A dúvida emergiu da condenação, pela Justiça espanhola, de três torcedores do Valencia por insultos racistas contra Vini Jr., craque do Real Madrid e da seleção brasileira. O trio...

Formação territorial do Brasil continua sendo configurada por desigualdades, diz geógrafo

Ao olhar uma cidade brasileira é possível ver a divisão provocada pela segregação espacial no território, seja urbano, seja rural. A avaliação é fruto...
-+=