segunda-feira, julho 6, 2020

    Tag: jornalismo

    blank

    Sindicato dos Jornalistas repudia ofensa do deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) a jornalistas da EBC

    O Sindicato dos Jornalistas do Município do Rio de Janeiro vem a público repudiar a agressão praticada pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) contra duas jornalistas da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Na última segunda-feira (15) o parlamentar dirigiu-se às repórteres com frase semelhante a que o colocou nos noticiários: “Você merece ser estuprada? Você merece ser estuprada? Estou perguntando. Responda”, disse a uma delas, durante entrevista. do Sindicato dos Jornalistas enviado por Isabela Vieira via Guest Post para o Portal Geledés No áudio, descrito abaixo, a pergunta do deputado “Você merece ser estuprada?” é repetida de forma a intimidar desestruturar e prejudicar o livre exercício profissional de ambas, afrontando também a liberdade de imprensa, nesta situação. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio condena tal declaração e esclarece que a violência sexual tem efeitos devastadores na saúde de qualquer pessoas. O sindicato encaminhará o áudio e a transcrição do ocorrido ...

    Leia mais
    blank

    Racismo e inclusão dos negros no meio jornalístico são debatidos no Sindicato

    O jornalista negro lida todos os dias com o racismo na profissão. O preconceito começa ainda nos bancos das faculdades, percorre a difícil busca pelo primeiro emprego e se acomoda na rotina das empresas. Ainda são poucos os profissionais negros na nossa imprensa e, entre os que lá resistem, poucos alcançam posições de ponta. O racismo que trava a luta do povo negro para ampliar seu espaço no mercado de trabalho de jornalistas foi debatido por mais de duas horas no Sindicato na noite desta terça-feira (19/11). O debate, organizado pela Comissão de Jornalistas pela Igualdade Racial (Cojira Rio) e Comissão de Segurança dos Jornalistas do Rio, órgãos consultivos do Sindicato, contou com a presença de repórteres, fotojornalistas, advogados e militantes do movimento negro.   No Sindicato Jornalistas Profissionais Rio   “A discussão do racismo não deve se dar somente em novembro. Tem que ser permanente, o ano todo – principalmente ...

    Leia mais
    blank

    Maria Júlia poderá ser primeira negra na bancada do JN

    Por: Jeff Benício O Jornal Nacional está no ar há 45 anos, desde setembro de 1969. Somente em 2002 um jornalista negro surgiu na bancada: Heraldo Pereira. Paulista de Ribeirão Preto, ele construiu carreira na emissora como repórter especializado em política, baseado em Brasília. Desde então, participa do rodízio de apresentadores durante folgas e férias dos titulares, aos sábados e em ocasiões especiais. Além de ancorar coberturas especiais, como no domingo (5), sobre as eleições. A partir da ascensão de Heraldo, começaram a circular comentários sobre a presença de uma mulher negra na bancada do principal telejornal da emissora líder em audiência no país. Gloria Maria, que por 9 anos comandou o Fantástico, chegou a ser cogitada quando Fátima Bernardes comunicou que deixaria o JN, em 2011. A cobiçada vaga acabou ocupada por Patrícia Poeta, que se despede do jornalístico no próximo dia 31, sendo substituída por Renata Vasconcellos. O ...

    Leia mais
    Jornal Nacional ou Jornal Eleitoral? Por Urariano Mota

    Jornal Nacional ou Jornal Eleitoral? Por Urariano Mota

    Eu já havia notado que o Jornal Nacional reflete um  mundo que é desmontado entre caras e bocas, em dramatização de telenovelas. Nele se chega ao ponto de uso de trilhas sonoras, como todos devem lembrar das imagens editadas dos desastres e tragédias de aviões. Planos, tomadas, cortes, luzes, a revolta dos passageiros, a indignação dos parentes, uma teledramaturgia do horror. Se assim é, “em dias normais”, e dias normais é frase entre aspas, porque uma edição do JN é um capítulo de telenovela, imaginem em dias de campanha eleitoral, a fase da vida brasileira onde todos os crimes são possíveis e todas as canalhices se perdoam. Para não pensarem que falo em tese, com ideias gerais, difamatórias, quero dizer, de denúncia, para usar uma chamada típica do Jornal Nacional, tomo por exemplo a edição de ontem, quinta-feira 11 de setembro de 2014.  Olhem, a escalada das manchetes era um ...

    Leia mais
    O envelhecimento da mulher como um fato incomum

    O envelhecimento da mulher como um fato incomum

    Durante a semana passada, meus olhos sangraram quando me deparei com a seguinte “notícia” circulando pelo Facebook: Pois é. Eu sei que é meio ilusório acreditar que o jornalismo é uma atividade responsável por transmitir informações relevantes à sociedade e tal. Era pra ser assim, mas nem sempre é assim. No entanto, não consigo mesmo deixar de me espantar com o fato de Liv Tyler estar envelhecendo ser notícia. Todo mundo envelhece, oras. Se ela tivesse voltado no tempo e, ao invés de ficar mais velha, ficasse cada vez mais jovem até se tornar uma criança de novo, aí sim eu entenderia o alarde. Mas a manchete “Aos 37 anos, Liv Tyler não é mais a mesma; veja a transformação da musa dos anos 90” não diz nada. Acho que aos 37 ninguém é a mesma pessoa que era na década de 90. Vamos nos focar nos critérios jornalísticos de ...

    Leia mais
    jornalismo

    O jornalismo publicitário

    Por Marcos Fabrício Lopes da Silva O poema “Relato”, que integra o livro Lugares Ares (2003), coloca o notável escritor Edimilson de Almeida Pereira como exímio crítico da mídia: “A notícia/ irrompe de afluentes oclusos./ Nem há gentileza, o morno espanto das notícias./ Teus braços/dilatam outros tempos,/ a dolorosa crise que desperta/ dominadores e dominados./ Falaria, amor, de amor,/ despido da sentimental mercadoria/que nos atormenta./ A notícia/ demove as paisagens claras./ Nem há receio,/o forte impacto das notícias./ Com que humor/o relato de nossa extinção/ desponta nos olhos”. Esmiuçando o que destaca a voz poética, o jornalismo, desde um século e meio, mais ou menos, vem passando a fazer parte de uma indústria cultural que, hoje, se converteu em sistema onipresente na vida do homem contemporâneo. O caráter mercantil que sempre definiu a figura da notícia colou-se a ela de tal forma que, agora, é raro que a aceitemos se não nos ...

    Leia mais
    blank

    Quem está pior, a economia ou o jornalismo?

    Quem acompanha a situação da economia pelos jornais vê um país. Quem acompanha a opinião pública vê outro. Um dos lados pode estar errado por Fábio Jammal Makhul  Não é improvável um espectador do telejornal noturno ter o sono perturbado com vozes soturnas de apresentadores e analistas. Pelo que se vê e se ouve, não se sabe o que aquele apresentador sério quer dizer com “boa noite”. Afinal, a economia do Brasil pode estar à beira da bancarrota. Tampouco se perdoa o “bom dia” do apresentador da manhã, pois os jornais do dia também trarão o apocalipse. Não é para menos. A preocupação com a economia move o dia a dia das pessoas, inclusive as que dormem mais cedo que os jornais noturnos. Ninguém passa um único e escasso dia sem fazer contas. Foi entendendo a importância dessa ciência, nem sempre exata, que o estrategista James Carville, do Partido Democrata, eternizou ...

    Leia mais
    blank

    Após o anúncio da morte de Eduardo Campos a boçalidade da Revista Veja e a pesquisa de indução da Folha de São Paulo

    Havia me espantado com a barbárie nas redes sociais. Sempre me espanto diante de pessoas que conseguem ver graça em tragédia, como nas mortes provocadas pela queda da aeronave que matou Eduardo Campos e mais seis pessoas: Carlos Augusto Percol, assessor de imprensa; Marcelo Lira, diretor de fotografia; Alexandre Severo, fotógrafo; Pedro Valadares Neto, assessor; e os pilotos, Geraldo da Cunha e Marcos Martins. Lembrava que gente que se diverte fazendo piadas se mau gosto com a morte são do mesmo tipo dos seres que vibraram com o câncer de Lula. Essas pessoas devem achar que são imortais, que seus entes queridos são imortais. Enfim devem achar que sua estupidez os deixam imunes à dor. Tristeza diante de tanta boçalidade. Comentei ainda que as redes sociais são capazes de nos tirar qualquer fé na raça humana: a tag #foiaDilma culpando a atual presidenta e candidata à reeleição pelo Partido dos Trabalhadores pela morte do candidato Campos não é só de mau ...

    Leia mais
    blank

    Explode a bomba semiótica da não-notícia, por Wilson Ferreira

    Por:Wilson Ferreira Apesar das previsões catastróficas a Copa do Mundo foi um evento bem sucedido. As grandes manifestações de rua declinaram. E as eleições se aproximam, mostrando uma oposição política cada vez mais inepta. Pressionada, a grande mídia lança a “piece de resistance” do seu arsenal de bombas semióticas, testada durante a Copa: a não-notícia, blefe turbinado pelos “efeitos de realidade” - estratégia semiótica de produzir uma sensação de verossimilhança através de imagens e sons propositalmente “sujos” que, numa televisão de alta definição, ganha uma conotação “investigativa” ou de “denúncia”. E as supostas denúncias da revista “Veja”, repercutidas de imediato pela grande mídia, sobre a “farsa da CPI da Petrobrás” são os primeiros estilhaços das não-notícias na opinião pública, apontando a necessidade urgente de combate a um novo analfabetismo: o midiático-visual. Em plena televisão digital de alta definição se repetem em telejornais e congêneres imagens granuladas em preto e branco, ...

    Leia mais
    jornalistas

    Juízes premiam jornalistas comprometidos com direitos humanos

    Com o objetivo de valorizar as ações e atividades desenvolvidas no Brasil por jornalistas que estejam comprometidos e promovam, efetivamente, a defesa dos direitos humanos no mundo do trabalho, a Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra), entidade que representa nacionalmente mais de 3.500 juízes do Trabalho em todo o Brasil, promove a 6ª edição do Prêmio Anamatra de Direitos Humanos. O Prêmio este ano distribuirá um total de R$ 40 mil reais para a categoria Imprensa, que está dividida nas subcategorias impresso (jornal, revista ou internet), televisão, rádio e fotografia (veiculada em jornal ou revista). Além da premiação em dinheiro, o vencedor em cada subcategoria receberá a estatueta inspirada no “Cilindro de Ciro”. As inscrições para o Prêmio já estão abertas e vão até o dia 30 de setembro. As ações e os projetos inscritos deverão ter sido implementados ou executados no período de junho de 2012 ...

    Leia mais
    blank

    De que classe social era a vítima? por Fausto Salvadori

    Um repórter conta por que acredita no novo canal sobre segurança pública e direitos humanos, a Ponte Tem coisas que a gente aprende a aceitar que são do jeito que são, que sempre foram assim e não serão diferentes. Tipo: “Fausto, checa essa história de dois caras que foram mortos lá no Parque Trianon. Se forem garotos de programa, faz uma nota por telefone, mesmo. Se for alguém de classe média, aí vale a pena ir até o local e fazer matéria. Pode até ser manchete.” Eu era um moleque de 22 anos, recém-formado em Jornalismo, quando ouvi essa ordem, dita por um chefe do antigo Jornal da Tarde. Fiquei chocado. Eu me chocava com as coisas na época. Até me indignava, acredita? É que eu era um moleque, com muito menos pêlo no rosto e barriga no abdome do que tenho hoje. E um monte de sonhos ainda intactos ...

    Leia mais
    Quem vai adotar os vira-latas?

    Quem vai adotar os vira-latas?

    Por Luciano Martins Costa A imprensa brasileira já vinha fazendo lentamente o caminho de volta para a realidade ao reconhecer que a Copa do Mundo no Brasil é, até aqui, um grande sucesso e uma ampla coleção de recordes. Até a revista Veja, que há alguns anos abandonou o jornalismo, já ensaiou o processo de transição do pessimismo para a celebração, caso os fatos continuem a desafiar suas próprias previsões. Faltava a Rede Globo de Televisão, que vinha remoendo em suas entranhas a contraditória situação de beneficiária e contestadora do evento. Não falta mais: na edição de quinta-feira (26/6), o Jornal Nacional dedicou 2 minutos e 21 segundos a uma espécie de mea culpa sem culpa. Ou, melhor, a emissora reconhece que havia um excesso de pessimismo no noticiário durante o período que antecedeu o pontapé inicial na bola, mas a culpa não foi da imprensa brasileira: segundo a Globo, foi apenas a imprensa internacional ...

    Leia mais
    Mainardi X A diretora da BBC Brasil

    Mainardi X A diretora da BBC Brasil

    Paulo Nogueira Antigamente, Diogo Mainardi era intensamente comentado pelos artigos raivosos que escrevia na Veja contra Lula. No jornalismo pós-Lula, Mainardi foi o primeiro “sicário da plutocracia”, para usar a feliz expressão do economista americano Paul Krugman. Hoje, Mainardi é notícia quando leva surras de mulheres no Manhattan Connection, o programa da Globo que lhe deu ocupação quando sua coluna na Veja acabou. Primeiro, foi Luiza Trajano, que, depois de corrigir informações erradas com as quais Mainardi tentava desqualificar o Brasil, se propôs a enviar a ele e-mails com dados precisos. Agora, foi a vez da diretora de redação da BBC Brasil, Sílvia Salek, convidada a participar do Manhattan Connection. Mainardi, ao abordá-la, despejou nela uma de suas características mais marcantes: o ódio pelo Brasil, o desprezo a tudo que se refira à terra em que nasceu. Afirmou ter morado quatro anos na Inglaterra, na década de 1980, sem que ...

    Leia mais
    Imprensa e jornalismo: nada a ver. A desinformação como tática

    Imprensa e jornalismo: nada a ver. A desinformação como tática

    Por Luciano Martins Costa Imprensa e jornalismo: nada a ver Por mais arriscado que seja fazer diagnósticos em situações de alta complexidade, pode-se afirmar que o motor da sucessão de tumultos que assola o Brasil desde o ano passado é a desinformação. Já se afirmou aqui que pior do que a mentira é a meia-verdade, e pode-se comprovar essa assertiva com a observação do processo pelo qual a imprensa brasileira tem contribuído para a construção do mau humor coletivo que vai se espalhando de forma avassaladora pela sociedade. O processo é clássico e seu exemplo maior continua sendo a estratégia de comunicação que Joseph Goebbels desenvolveu na Alemanha nos anos 1930 e que em uma década fez com que a insanidade de um pequeno grupo de ativistas contaminasse o país onde a modernidade havia plantado suas raízes no século anterior. No entanto, é preciso fazer uma retificação importante no paradigma ...

    Leia mais
    blank

    Crise no jornalismo estimula aumento de blogs científicos

    Do blog de Sônia Aranha, no GGN Por: Elton Alisson, de Salvador Agência FAPESP – A crise pela qual passa o jornalismo mundial, causada em parte pela convergência para novas plataformas digitais, tem afetado a cobertura jornalística de ciência e estimulado o surgimento de blogs científicos em diversos países, inclusive no Brasil. A avaliação foi feita por Juliana Santos Botelho, pesquisadora e coordenadora da Coordenadoria de Comunicação Científica (CCC/Cedecom) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em um painel sobre o uso de mídias sociais na comunicação da ciência durante a 13th International Public Communication of Science and Technology(PCST), realizada entre os dias 5 e 8 de maio em Salvador, na Bahia. Com o tema central “Divulgação da ciência para a inclusão social e o engajamento político”, o encontro ocorreu pela primeira vez na América Latina e reuniu pesquisadores de mais de 50 países para debater práticas e estratégias de comunicação e divulgação ...

    Leia mais
    blank

    Prémios “CNN Multichoice African Journalist Awards” distinguem meios de comunicação africanos

    A CNN International e a MultiChoice lançaram oficialmente os “CNN MultiChoice African Journalist Awards 2014”. Esta competição, válida apenas para cidadãos africanos que trabalhem no continente, acolhe candidaturas de jornalistas que criem conteúdos destinados ao público africano. “Desde o início, estes prémios descobrem e premeiam o melhor jornalismo de todo o continente africano. Tendo em conta que agora ainda mais contadores de histórias africanas podem partilhar o seu trabalho connosco, contamos receber mais candidaturas de grande qualidade. As categorias deste ano reflectem também a realidade africana actual dos meios de comunicação multiplataforma. Como principal serviço noticioso de África, temos o maior prazer em cumprir o nosso papel no apoio ao excelente jornalismo que estes prémios divulgam todos os anos”, explicou Tony Maddox, Vice-Presidente Executivo e Director Geral da CNN International, em nota de imprensa enviada ao VerAngola. Nico Meyer, CEO da MultiChoice Africa, afirma que: “Neste nosso 10.º ano como ...

    Leia mais
    Encarte especial do Jornal do Senado vence prêmio sobre violência de gênero

    Encarte especial do Jornal do Senado vence prêmio sobre violência de gênero

    O Jornal do Senado foi um dos vencedores do Prêmio Nacional de Jornalismo sobre Violência de Gênero, que é promovido pelo grupo feminista Casa da Mulher Catarina e tem o apoio, entre outras entidades, da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), da Presidência da República. O trabalho premiado foi o encarte “O Inferno das Mulheres”, publicado em 4 de julho de 2013. O especial explica as origens da violência contra a mulher no Brasil, mostra como se criou a Lei Maria da Penha (Lei 11.340/2006) e apresenta os trabalhos da comissão parlamentar de inquérito (CPI) do Congresso que investigou o problema em 2012 e 2013. Apesar da lei, os assassinatos e espancamentos de mulheres crescem ano a ano no país. O objetivo do Prêmio Nacional de Jornalismo sobre Violência de Gênero é valorizar o papel dos meios de comunicação nos “esforços para a prevenção, a punição e a eliminação ...

    Leia mais
    Rosane Borges/ Foto: Ayalla Salvador

    Jornalismo, imagem e poder: repertório para as representações raciais

      "Toute image du pouvoir se fonde sur un pouvoir de l´image (Toda imagem do poder fundamenta-se sobre um poder da imagem). Dominique Colas   Que as mídias, inclua-se aí as chamadas redes sociais, converteram-se em vetor constitutivo das realidades sociais é fato incontornável; que são responsáveis por organizar e hierarquizar a agenda de debates, definindo as prioridades temáticas que incidem no espaço público ninguém mais duvida. Não é sem propósito que anotações de pesquisadores de diversos canteiros teóricos convergem para uma constatação inevitável: com o enfraquecimento de instituições e discursos antes ordenadores do tecido social, os sistemas de informação infundem-se como protagonistas na promoção de laços sociais, de partilha, porque agenciadores dos regimes de visibilidade em voga. Acentua essa tendência, o fluxo ininterrupto de recursos imagéticos a que somos submetidos pelos múltiplos canais de comunicação, onde artefatos diversos jorram nas telas (de TV, do computador, dos celulares) e em outros suportes. Decididamente, somos banhados nas imagens que se põem à ...

    Leia mais
    Hamilton Cardoso (Foto: Imagem retirada do site Piseagrama)

    Hamilton Cardoso

    Hamilton Cardoso (1953-1999) Sensibilidade, inteligência e solidariedade na luta contra o racismo  No dia 25 de Abril de 2004 a"Folha de S. Paulo" publicou uma foto com articuladores das "Diretas Já". Hamilton está lá, no movimento pelas Diretas Já, em 1984. 20 anos depois era um dos ausentes, entre aqueles que voltaram para a foto atualizada, revivendo duas décadas de avanço da democracia. Certamente, se aqui estivesse faria um balanço para dizer que, além das formalidades e de obtermos alguma representação e visibilidade, como coletivo pouco caminhamos. Apoiaria os programas de cotas, mas certamente diria que são insuficientes. Hamilton Bernardes Cardoso nasceu em Catanduva, em 10 de julho de 1953. Filho de Onofre Cardoso, músico, e de Deolinda Bernardes Cardoso, responsável pela estruturação da família e educação dos filhos. Segundo filho de quatro irmãos, cresceu em São Paulo e tinha muito orgulho de ter estudado no Colégio Caetano de Campos. ...

    Leia mais
    Página 3 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist