sexta-feira, outubro 16, 2020

    Tag: violência racial e policial

    Ministro_e_Suelaine1

    Relatório Violência Racial é entregue ao ministro da Justiça Tarso Genro

      Suelaine Carneiro co-autora do Relatório Violência Racial - Uma leitura dos dados de Homicídio no Brasil, produzido pelo Programa de Direitos Humanos/SOS Racismo do Geledés entregou a publicação ao ministro na abertura da Etapa Estadual - São Paulo da 1ª. Conferência Nacional de Segurança Pública (Conseg) realizada em 17 de julho último. Clique para saber mais sobre esse Relatório.    

    Leia mais
    capadolivro2-copy

    Lançado relatório sobre Violência Racial

      Geledés Instituto da Mulher Negra e Global Rights Partner for Justice lançaram no último dia 30/6 o relatório Violência Racial: uma leitura sobre os dados de homicídios no Brasil. O estudo reúne e articula um conjunto de dados estatísticos, análises e pesquisas produzidas por diferentes fontes sobre mortes violentas no Brasil. Segundo Rodnei Jericó, autor do estudo e coordenador do Programa SOS Racismo, "diferentes fatores interagem na produção da violência letal mas a a cor é a única variável que está presente em todos os campos de análise. O racismo coloca negros no topo do ranking de vítimas de mortes violentas mas o perfil racial das mortes violentas no país continua silenciado nas reflexões e discussões sobre o tema. Com o relatório, procuramos fomentar ações de enfrentamento ao racismo que contribuam para a promoção do direito à vida dos negros brasileiros." O evento contou com a participação da Comissão ...

    Leia mais
    convite

    Convite: Violência Racial – Uma Leitura dos dados de Homicídio no Brasil

    O Geledés Instituto da Mulher Negra lança no próximo dia 30 o relatório: Violência Racial - Uma leitura sobre os dados de homicídio no Brasil. Uma realização: Geledés Instituto da Mulher Negra Programa de Direitos Humanos/SOS Racismo& Global Rights Partners for JusticePrograma América Latina Local: Hotel Boulevard São Luis, sala Macedo SoaresAv. São Luiz, 234 - República - São Paulo - SP data: 30/06/09horário: 14 às 18 hs. apoio: Fundação Ford

    Leia mais
    logo pm

    Violência Policial e Impunidade no Rio de Janeiro – O Caso Wallace de Almeida

      Em 13 de setembro de 2007 fez nove anos que Wallace de Almeida, um jovem negro de 18 anos, foi assassinado por policiais militares do estado do Rio de Janeiro e que sua família aguarda por justiça. São anos de frustração, expectativa e medo, mas sobretudo de esperança de que o Estado possa responder pelos atos arbitrários de seus agentes. 1. A execução de Wallace Almeida por Policiais Militares do Rio de Janeiro No dia 13 de setembro de 1998, há nove anos atrás, Wallace de Almeida, 18 anos, negro, recruta no quartel do Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro, morador do Morro da Babilônia (o mesmo em que foi filmado Tropa de Elite), passou a tarde de domingo, na casa da sua tia Rosilda. No fim do dia, pouco antes das 21 horas, Wallace decidiu voltar para sua casa descansar, pois precisava acordar muito cedo para se ...

    Leia mais
    Violência Policial e Impunidade no Rio de Janeiro - O Caso Wallace de Almeida

    Violência Policial e Impunidade no Rio de Janeiro – O Caso Wallace de Almeida

    Em 13 de setembro de 2007 fez nove anos que Wallace de Almeida, um jovem negro de 18 anos, foi assassinado por policiais militares do estado do Rio de Janeiro e que sua família aguarda por justiça. São anos de frustração, expectativa e medo, mas sobretudo de esperança de que o Estado possa responder pelos atos arbitrários de seus agentes. 1. A execução de Wallace Almeida por Policiais Militares do Rio de Janeiro No dia 13 de setembro de 1998, há nove anos atrás, Wallace de Almeida, 18 anos, negro, recruta no quartel do Arsenal de Guerra do Rio de Janeiro, morador do Morro da Babilônia (o mesmo em que foi filmado Tropa de Elite), passou a tarde de domingo, na casa da sua tia Rosilda. No fim do dia, pouco antes das 21 horas, Wallace decidiu voltar para sua casa descansar, pois precisava acordar muito cedo para se apresentar ...

    Leia mais
    anapaulamaravalho

    A Banalidade do Mal: Racismo Institucional e Execução Sumária de Adolescentes Negros no Brasil – por Ana Paula Maravalho

    - Ana Paula Maravalho - Carlos Rodrigues Junior, 15 anos, Denis Henrique Francisco dos Santos, 13 anos e Djair Santana de Jesus, 16 anos, não se conheciam. As circunstâncias de suas mortes, no entanto, uniram estes adolescentes pelos laços de um parentesco que remonta à origem do Brasil, país que, em décadas nem tão remotas assim, orgulhava-se em se autodenominar "o país do futuro". Os adolescentes, respectivamente residentes em Bauru (SP), Recife (PE) e Salvador (BA) foram assassinados pela Policia Militar de seus Estados, nos meses de dezembro de 2007 e janeiro de 2008. Tinham em comum, além dos sonhos característicos desta faixa etária, o fato de serem negros e pobres, de estarem desarmados e de não oferecerem nenhum risco à policia no momento em que foram abordados. Carlos Rodrigues Junior estava em sua residência, na madrugada do dia 15 de dezembro de 2007, quando seis policiais militares (o tenente ...

    Leia mais
    Luis Kawaguti / UOL

    Rio anuncia tropa permanente em mais duas favelas

    - Fonte: O Estado de São Paulo - Luis Kawaguti / UOL RIO - O secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, anunciou hoje que vai inaugurar no dia 10 de junho a Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) nos morros da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Leme, na zona sul do Rio. A tropa de ocupação permanente contará com o efetivo de 100 homens e deve ser comandada por uma mulher. Beltrame anunciou que o governo estadual vai instalar rede sem fio para acesso gratuito dos moradores a Internet de banda larga. A construção de um plano inclinado, ligando os dois morros vizinhos ao asfalto, também está em estudo, como parte das obras nas favelas que o governo estadual pretende incluir no Plano de Aceleração do Crescimento (PAC). O projeto, estimado em R$ 63 milhões, prevê reforma de creches, calçamento de ruas, construção de ...

    Leia mais

    1ª Conferência Nacional de Segurança Pública

    VAMOS PARTICIPAR! Divulgação Conseg   A 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública - Conseg, ocorrerá de 27 a 30 de agosto de 2009, em Brasília. A Conferência é a oportunidade de movimentos, redes fóruns e integrantes da sociedade civil, elaborarem uma nova política de segurança pública, que reconheça o direito de todas as pessoas à segurança. Para a população negra, é o momento de dizer não ao modelo de segurança pública vigente, que tem tornado negros e negras suspeitos preferências das abordagens policiais, e também as principais vítimas de homicídios decorrentes de confrontos com policiais, particularmente os/as mais jovens. Todas as informações sobre a 1ª Conseg estão disponíveis no site CONSEG , e no link informações sobre a Conferência no estado de São Paulo. Veja os arquivos:   1ª Conferência Nacional de Segurança Pública Etapas Municipais: São Paulo   Mobilizador do Ministério da Justiça   Élida dos Santos Tel: (11) ...

    Leia mais

    Cidade fantasma

    Fonte: Folha de São Paulo - Cotidiano   Na "Time", o correspondente Andrew Downie destaca "No Brasil, acusações de massacre policial". Semana passada, ele já havia noticiado as denúncias no "Telegraph". Trata-se de maio de 2006, quando o PCC matou "pelo menos 33 policiais e tornou São Paulo uma cidade fantasma". Segundo relatório, "mais de 400 civis foram mortos nos dias seguintes". Materia original: CIDADE FANTASMA

    Leia mais

    PM executa criança na Maré

    Na manhã desta quinta-feira, dia 4 de dezembro(2008), por volta das 8h, a Polícia Militar executou Mateus Rodrigues, de 8 anos, no Morro do Timbau, Complexo da Maré. Por Pedro Grabois, do Justiça Integral   Reginaldo Pimenta / Agência O Globo De acordo com a família, o menino foi executado com um tiro na nuca quando saia de casa para comprar pão. A PM já está soltando a versão de que foi troca de tiros. Nesse momento, a família está na 21ª DP prestando depoimentos. Moradores revoltados fazem vigília ao redor do corpo e impedem a remoção do mesmo para evitar que a PM retire as evidências. No local, há um clima de muita tensão e revolta.

    Leia mais
    Mídia Ninja/CC

    Contra a Brutalidade Policial

    Campanha Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto Associação de Familiares e Amigos de Prisioneiros e Prisioneiras do Estado da Bahia - ASFAP Resistência Comunitária- Pau da Lima Att.: ao Movimento Social mundial   Mídia Ninja/CC Nós, militantes, ativistas e indivíduos ligados ao Movimento Negro de Salvador e região metropolitana, moradores de bairros populares, articulados em torno da Campanha Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto, vimos manifestar nossa preocupação perante esta instituição aos acontecimentos que relataremos daqui por diante. Manifestamos indignação com o desrespeito ao Estado Democrático de Direitos e as instituições democráticas que são atingidas em situações de brutalidade policial, execuções sumárias, utilização de força paramilitar e criminalização da pobreza e da raça. Nesse caso, a população negra que desde o início do tráfico transatlântico, vem sofrendo, por parte do Estado, perseguição por conta de sua origem e sua situação social de ...

    Leia mais
    Foto: Marcus Steinmayer

    Não matem nossos jovens, por Sueli Carneiro

    Fonte: Jornal Correio Braziliense - Coluna Opinião Há poucos meses divulgou-se estudo, realizado pela Uniemp (Fórum Permanente Universidade-Empresa), fundação ligada à Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), em parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo, que pela primeira vez estabeleceu relações entre aumento da criminalidade (em especial de roubos) e o desemprego. A preocupação dos pesquisadores foi identificar que modalidade de crime é afetada pelo desemprego e que tipo de desemprego afeta a criminalidade. A pesquisa buscou desvelar a relação entre aumento de criminalidade e estagnação econômica, desemprego e queda de renda; o nível de violência dos delitos versus o desespero econômico de quem os pratica. E concluiu que, em algumas das modalidades de crimes estudadas, como no caso de ataques a carros, o percentual de correspondência com o desemprego atinge 85%. Outros estudos apontam as ligações entre o desemprego de jovens e de pessoas de ...

    Leia mais

    O negro errado por Sueli Carneiro

    Somos, geralmente, um único ponto preto numa turma de formandos de ensino superior. Uma vitória que encerra, em cada caso, o resgate de gerações de seres humanos humilhados, condenados ao exercício de tarefas socialmente consideradas degradantes: cozinhar, lavar, passar, limpar a sujeira da casa grande. Capinar de sol a sol em troca da bóia-fria. Alguém escapa ao controle, vence o abandono social, as humilhações cotidianas, a profecia auto-realizadora do fracasso inevitável e, enfim, alcança o sonhado diploma, o suposto passaporte para a inclusão e mobilidade social. Por Sueli Carneiro Porém, o mesmo Estado do abandono encarrega-se de executar os sonhos. Negro morre na praia. Morre de morte matada pelas mãos do mesmo Estado que trata como uma condenação a priori o nascer negro. Assim se deu com Flávio Ferreira Santana, o jovem dentista negro recém-formado que recusou, que ironia, o pedido de sua ex-noiva para ir trabalhar nos EUA, por ...

    Leia mais
    (Foto: Marcus Steinmayer)

    Genocídio por Sueli Carneiro

    O relator especial da Comissão de Direitos Humanos da ONU para a Alimentação, Jean Ziegler "botou a mão em cumbuca", ao declarar que há uma guerra social no país, que a fome no Brasil é genocídio e que Brasil e Africa do Sul são os campeões das desigualdades no mundo.  Paulo Sérgio Pinheiro, secretário da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, considerou que: "o uso do termo guerra social é inadequado, mas o emprego do termo genocídio é mais do que isso, é inaceitável."A reação do secretário me fez voltar aos dicionários, para rever o significado do termo genocídio. Por Sueli Carneiro No dicionário de Antônio Houaiss consta ser genocídio, o "extermínio deliberado, parcial ou total de uma comunidade, grupo , racial, religioso"; (...) e sua "submissão a condições insuportáveis de vida". Em sendo assim, do que então Jean Ziegler poderia estar falando ? Há uma pista. Diz ele, que apresentará ...

    Leia mais

    Só Deus por Sueli Carneiro

    Fui assaltada em 31 de julho último. Um assalto padrão. Na rua, perto de minha casa. Um par de motoqueiros, uma falsa solicitação de informação sobre um endereço. Paro para atender. O indivíduo sentado atrás na moto desce, me pressiona contra um muro e começa a puxar minha bolsa. Com toda a irracionalidade que nos ataca nesses momentos resisto por intermináveis minutos enquanto escuto o homem á frente da moto em tom de ultimato dizer para eu soltar a bolsa. Não solto, e o agressor num gesto mais violento que me machuca a mão, arrebenta a alça da bolsa, monta no veículo e ambos desaparecem em velocidade, ao sol do meio dia, ou melhor ás 13:30 hs. Por Sueli Carneiro Seguramente me vigiaram no banco, donde eu estava vindo. Perceberam ou foram informados que eu fizera uma retirada significativa, me seguiram e num momento estratégico de meu trajeto que me ...

    Leia mais
    Página 109 de 109 1 108 109

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist