Torcedor é banido terminantemente de estádio após ato de racismo

Em partida realizada no último sábado, 23, entre o Yokohama F-Marines e o Kawasaki Fontale, uma cena lamentável aconteceu. Um torcedor do primeiro time mostrou uma banana ao brasileiro Renatinho, aos 42 minutos de jogo.

O clube publicou um comunicado em seu site oficial, citando o ato como provocação e dando como punição a proibição permanente do jovem do estádio do time japonês. O atleta lamentou a situação. “Foi complicado. Foi um pouco difícil. Eu fico triste, minha família ficou triste. Agora tem que levantar a cabeça e esperar que a punição vai ser dada”, disse ao UOL.

Esta é a segunda vez que o Campeonato Japonês presencia um incidente do tipo em 2014. No mês de março, um torcedor do Urawa Reds fez seu time jogar de portões fechados ao exibir o cartaz “Apenas japoneses”.

Fonte: Brasil da gente

+ sobre o tema

Esperança de justiça une mães de vítimas da violência policial no Rio

A longa espera por justiça é uma realidade presente...

Primeira mulher trans a liderar bancada no Congresso, Erika Hilton diz que vai negociar ‘de igual para igual’

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) foi aclamada nesta quarta-feira como...

Estrela do Carnaval, ex-passista Maria Lata D’Água morre aos 90 anos em Cachoeira Paulista, SP

A ex-passista Maria Mercedes Chaves Roy – a ‘Maria...

para lembrar

Bancos estão longe de abolir o racismo

Os dados do IBGE de 2010 apontam: pretos e...

Produção do filme bíblico “Êxodo” é acusada de racismo por escolha de elenco “branco”

Por Dan Martins A hashtag #BoycottExodusMovie (#BoicoteOFilmeExodus) explodiu no Twitter...

Racismo causa ansiedade e depressão em vítimas, diz pesquisa

Quem sofre racismo com frequência e em situações variadas...
spot_imgspot_img

Por que ser antirracista é tão importante na luta contra a opressão racial?

O Laboratório de Estudos de Gênero e História, da Universidade Federal de Santa Catarina, lança nesta quarta-feira (21) o quinto vídeo de sua campanha de divulgação...

Moção de solidariedade da UNEGRO ao Vai Vai 

A União de Negras e Negros Pela Igualdade (UNEGRO), entidade fundada em 1988, com  longa trajetória na luta contra o racismo e suas múltiplas...

Perfeição do racismo brasileiro transforma algoz em vítima

O racismo é um crime perfeito. É com essa frase que o antropólogo Kabanguele Munanga, uma das maiores autoridades do Brasil em estudos raciais, define...
-+=