Vem aí o II Seminário Estadual do Coletivo Enegrecer

Durante os dias 16, 17 e 18 de janeiro, em Macaé, o Coletivo Nacional da Juventude Negra – Enegrecer promoverá o seu II Seminário no Estado do Rio de Janeiro – “Juventude Negra e o Rio de Janeiro: Desafios para o próximo período”.

Por Walmyr Júnior  Do Jornal do Brasil 

O Coletivo Enegrecer se reúne para esse seminário com o objetivo de avaliar os recentes acontecimento políticos: a reeleição da presidenta Dilma para seu segundo mandato – o quarto seguido do Projeto Democrático e Popular no Brasil. Lembrando que neste últimos quatro anos aconteceram os maiores avanços das políticas afirmativas para o povo negro. E a eleição do novo governo no Rio de Janeiro, que na contramão do projeto nacional, vem aprofundando um modelo excludente, higienista, que constrói muros entre o Rio dos ricos e Rio dos mais pobres, que promove através das políticas de Segurança Publica, um verdadeiro genocídio da população pobre e negra, sobretudo a Juventude.

O próximo período coloca desafios importantes à Juventude Negra de todo Brasil, assim como no Rio de Janeiro, um dos grandes palcos das Jornadas de Junho. As Jornadas de Junho que impuseram a necessidade dos movimentos sociais repensarem e reinventarem suas forma de fazer política em uma conexão maior a realidade cotidiana da sociedade, sobretudo da Juventude e de suas singularidades, que hoje tem acesso ao emprego e à universidade, mas a ainda nas posições mais precarizada, e sem acesso à cultura e ao lazer, sem direito de usufruir dos espaços públicos das cidades.

Neste sentido assumimos diversos desafios, como aprovação da PL 4471 que põe fim aos Auto de Resistência, a luta pela desmilitarização da PM, a construção de redes de mobilizações que pressionem o Congresso a construir uma Reforma Política com participação popular, que coloque no centro do debate a maior participação da juventude, mulheres e do povo negro na política, a luta pela democratização do meios de comunicação, colocando fim aos oligopólios da mídia, a mobilidade urbana e o direito à cidade.

É com muita energia, alegria e disposição que jovens de todo o Rio de Janeiro se reúnem para construir esse seminário. Venha você também!

*Walmyr Júnior é professor. Representante do Coletivo Enegrecer no Conselheiro Nacional de Juventude – CONJUVE. Integra Pastoral da Juventude e a Pastoral Universitária da PUC-Rio. Representou a sociedade civil no encontro com o Papa Francisco no Theatro Municipal, durante a JMJ. 

+ sobre o tema

Apresentador do Bom Dia Pernambuco é vítima de racismo e rebate

O apresentador do jornal Bom Dia Pernambuco, da Globo...

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de...

Ser negro nos Estados Unidos

Eric Garner tinha 43 anos, 1,91m  e 160 quilos....

para lembrar

Racismo e violência contra criança e adolescente são desafios do país

Publicado há 30 anos, o Estatuto da Criança e...

Grafite, do Wolfsburg, estrela campanha contra o racismo na Alemanha

Atacante é uma das 100 personalidades que integram a...

Advogado é preso em flagrante por racismo no aeroporto

Após oferecer banana a funcionária, ele foi capturado no...

Os 34 anos do PT e os dilemas da luta anti-racista – Por: Dennis de Oliveira

O Partido dos Trabalhadores (PT) faz 34 anos....
spot_imgspot_img

‘Volta pra senzala’: o que disse a policial denunciada por injúria racial contra garçom em Fortaleza, segundo denúncia

Uma inspetora da Polícia Civil denunciada por um garçom pelo crime de injúria racial foi indiciada pela Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública...

Uma descoberta

Fiz uma descoberta importante nos últimos meses. Na verdade, nem é uma coisa nova, mas para mim a “descoberta” foi tão surpreendente quanto a...

SC tem alta de 51% nos casos de injúria racial e lidera denúncias do crime no país

Em Santa Catarina, seis pessoas procuraram a polícia por dia, em média, para denunciar casos de injúria racial em 2023. No ano passado, 2.280 pessoas sofreram ofensas...
-+=