Xuxa revela em programa ter sofrido abuso sexual na infância

Em um depoimento forte e comovente na noite desse domingo (20/5), a apresentadora Xuxa Meneghel revelou, pela primeira vez, ter sofrido abusos sexuais na infância. A entrevista foi ao ar no quadro “O que vi da vida”, do programa Fantástico. A rainha dos baixinhos também contou detalhes da vida em família, profissional e sobre o grande amor da vida dela, o piloto Ayrton Senna.

Segundo Xuxa, a violência sexual ocorreu até a adolescência, quando ela completou 13 anos. Revelou também que não teria sido vítima apenas de uma pessoa. “Foram algumas pessoas que fizeram isso. E em situações diferentes, em momentos diferentes”, revelou durante a entrevista. Disse não se lembrar os nomes dos homens que a violentaram, mas recordou de pelo menos três: o melhor amigo do pai, um homem que se casaria com sua avó materna e um professor. “A gente sente vergonha, acha que é culpado”, lamentou. Ela revelou também que nunca teve coragem de contar sobre os abusos para ninguém, nem para os pais. “Eu me calava e me sentia suja, me sentia errada”.

 

Outro ponto polêmico foi quando a apresentadora relatou o momento em que recebeu uma proposta para se casar e ter filhos com o pop star Michael Jackson, feita pelo empresário dele. “A assessoria do Michael Jackson estava querendo que ele casasse, tivesse filhos. E eles estavam buscando uma pessoa”, disse. “Eles achavam muito legal ter essa junção. Uma pessoa que trabalha com criança na América do Sul e ele que gosta de criança”, contou. Xuxa disse que não cedeu, pois ele era apenas um ídolo. “Minha resposta foi não. Eu fico com a pessoa que eu me apaixono”.

A alma gêmea

A apresentadora contou sobre seu relacionamento com Pelé, mas se emocionou mesmo ao contar sobre o amor que sentia, e ainda sente, pelo piloto Ayrton Senna. “A única pessoa que eu pensei realmente em me casar foi com ele. E eu achei que ia reencontrá-lo e que a gente ia ficar junto. (…) Tem muita gente que passa nessa vida sem conhecer uma pessoa que se encaixa desse jeito. Se existe a palavra alma gêmea, a minha alma gêmea estava ali na minha frente. Ele tinha tudo que eu queria”, disse.

Emocionada e com lágrimas nos olhos, Xuxa terminou a entrevista dizendo que seu maior sonho é de que exista o dia em que nenhuma criança sofra mais no mundo.

 

 

Fonte: Correio Braziliense 

+ sobre o tema

8 Livros De Antiprincesas Para Ensinar Às Crianças A Força De Mulheres Reais

Este ano fiz uma reviravolta na nossa biblioteca atrás...

Yzalú, a feminista negra da música periférica – Por: Jarid Arraes

Quando um vídeo da artista de música periférica Yzalú...

Católicas Pelo Direito de Decidir lançará campanha em defesa do aborto legal

Católicas Pelo Direito de Decidir A organização feminista Católicas Pelo Direito de...

Patriarcado da violência

A brutalidade não é constitutiva da natureza masculina, mas...

para lembrar

Quando descobrir as dificuldades em ser mulher negra

Acredito que 98% das coisas são mais fáceis quando...

Vices têm em comum a luta por afirmação negra e feminina

Integrantes de legendas que têm propostas políticas diferentes, o...

Evento em Parque Tecnológico da UFRJ aborda participação das mulheres na inovação

O Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de...

Carta à minha amiga Alisada

Queridx amigx alisadx, Por Karoline Gomes Do Ovelha Mag Há muito queria...
spot_imgspot_img

Mãe de Simone Biles ofereceu apoio crucial quando ela decidiu não competir em Tóquio: “Eu te amo e saiba que estamos rezando por você”

A Netflix lançou recentemente "Simone Biles Rising", uma série documental que oferece uma visão íntima da vida pessoal e profissional da ginasta Simone Biles...

Zezé Motta recebe Preta Gil, Sheron Menezzes e Aline Wirley no ‘Especial mulher negra’

Artista que acabou de completar 80 anos, Zezé Motta recebe Aline Wirley, Preta Gil e Sheron Menezzes no “Especial mulher negra”, que será exibido...

Julho das Pretas: ‘Temos ainda como horizonte sermos livres das amarras históricas’, diz ativista

No dia 25 de julho será celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. E em alusão a data, o Julho das Pretas é realizado...
-+=