A ostentação negra incomoda

ostentação

Ostentar significa “alarde, exibição vaidosa, vanglória”. Qualquer um pode ostentar. Mas o sentido da palavra ganha novas texturas quando analisamos à questão simbólica da ostentação das pessoas negras. E ela incomoda.

Por Silvia Nascimento no Mundo Negro

ostentação2

Escravidão. Palavrinha tão esquecida quando falamos de racismo, mas tão fundamental para contextualizar a “ostentação negra”. A avó da minha avó foi escrava, ou seja, ela não era livre (tem que frisar porque tem gente que romantiza escravidão). Ela comia restos, não tinha folga, rezo para que ela nunca tenha sido espancada e estuprada, mas muitas foram, e provavelmente, ela nunca comprou nada, já que não recebia salário ou qualquer tipo de benefício.

12-years-a-slave-de-steve-mcqueen
Cena do filme “12 anos de escravidão

Os anos se passaram, pessoas negras trabalham, ganhando menos, mas trabalham e o poder de compra, para nós negros, é o que nos torna visível. A publicidade não nos reconhece como povo que representa metade da população, mas qualquer ameaça a boicote à uma marca, fazem os publicitários correrem para redes sociais para esparramar o mais “sincero” senso de diversidade étnica. Somos visíveis de acordo com a conveniência (deles).

Dinheiro é poder. Se é certo ou errado não é a proposta desse texto, mas é assim desde que o mundo é mundo. Beyoncé na canção Formation profetiza “a melhor vingança é o dinheiro”, o que me retorna à memória da minha tataravó que possivelmente via suas donas todas elegantes e cheirosas e ela provavelmente nunca comprou um sabonete.

ostentação3
Taís Araújo e Lázaro Ramos. Dentro de fora das telinhas não ostentam mas não escondem que gostam das boas coisas da vida

Correntes de ouro, diamante nos dentes, Givenchy, Prada, Louis vuitton. Comprar e ostentar essas marcas para nós negros, significa que apesar da dívida história que a humanidade tem conosco, nós vencemos. Eu compro porque eu trabalho. Eu compro porque eu posso. E eu uso porque meus antepassados foram privados do consumo. Eu ostento para mostrar aos meus pares menos afortunados, de que assim como eu consegui, eles também conseguem.

 

Silvia Nascimento
Silvia Nascimento é jornalista e diretora de conteúdo do site Mundo Negro. Ela foi considerada umas das negras mais influentes da Internet em 2013 pelo coletivo Blogueiras Negras. Em 2015 ganhou o prêmio EmpregueAfro de Valorização da Diversidade Étnico-Racial. O que a move é a consciência de que ela tem o poder de fazer os que seus antepassados foram impedidos: usar a informação para combater a desigualdade racial.

+ sobre o tema

Esperança de justiça une mães de vítimas da violência policial no Rio

A longa espera por justiça é uma realidade presente...

Primeira mulher trans a liderar bancada no Congresso, Erika Hilton diz que vai negociar ‘de igual para igual’

A deputada federal Erika Hilton (PSOL-SP) foi aclamada nesta quarta-feira como...

Estrela do Carnaval, ex-passista Maria Lata D’Água morre aos 90 anos em Cachoeira Paulista, SP

A ex-passista Maria Mercedes Chaves Roy – a ‘Maria...

para lembrar

Senado aprova projeto que ratifica Convenção Interamericana contra o Racismo

O plenário do Senado aprovou nesta quarta-feira (10) um...

Homicídios de negras crescem enquanto os de brancas caem

Mapa da Violência aponta alta de 54% nas mortes...

E eu não sou um negro?

“Os miseráveis, os rotos / São as flores dos...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=