Guest Post »

Assédio sexual é motivo de 44% da cassação de registros de médicos

Roger Abdelmassih é mais um entre tantos que foram proibidos de exercer a profissão após violência contra mulheres

Por Redação

Números do Conselho Federal de Medicinal (CFM), obtidos pelo jornal O Estado de S. Paulo,  mostram que o assédio sexual é o motivo para 44% das cassações de médicos no Brasil desde 2009.

O CFM cassou, em definitivo, o registro de 61 médicos brasileiros entre o mês de junho de 2009 e julho de 2014. O motivo do afastamento, em 27 dos casos, foi assédio sexual.

Em 2011, um recorde negativo, foi o maior índice de cassações por violência sexual contra mulheres, foram 10 casos. Entre eles, o ex-médico Roger Abdelmassih, condenado a 278 anos de prisão por ter cometido 48 estupros.

Fonte: Spresso sp

Related posts