sexta-feira, janeiro 27, 2023
InícioSem categoriaAto hoje, na Praça da República, família de Lucas, menino discriminado...

Ato hoje, na Praça da República, família de Lucas, menino discriminado em escola por ter cabelo black-power fará protesto contra o racismo

Enviado para o Portal Geledés

Durante Ato-Show no qual comemorará seus seis anos de atividades, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil também abordará o tema: racismo, de forma crítica. Crianças negras farão leitura de um manifesto contra a discriminação racial.

Presença confirmada do menino Lucas, discriminado em uma escola de Guarulhos (veja mais informações contidas neste release) por usar cabelo estilo black-power e de seus familiares. A mãe do menino,  

ATO-SHOW – A comemoração organizada pela primeira vez (nos anos anteriores a CBT marcou a data com atividades realizadas em conjunto com outras centrais, no Dia do Tranalho, 1º de Maio), terá atrações musicais como o sambista Thobias da Vai Vai e a cantora Leci Brandão, entre outras, gratuitas à população em palco montado na Praça da República, região Central.

Apesar do tom festivo, a diretoria da CTB, que tem à frente o presidente Adílson Araújo, fará intervenções em meio às apresentações musicais, para defender e comentar bandeiras pelas quais vem lutando em prol dos trabalhadores.

Algumas delas: redução no valor das passagens de ônibus, com passe livre aos estudantes; adequação do salário dos trabalhadores e trabalhadoras, sem discrepâncias por conta de gênero ou raça e em conformidade com a realidade econômica vigente, observando fatores como a inflação; implementação de políticas públicas voltadas a requalificação profissional da população, visando inserção no mercado de trabalho; combate a qualquer tipo de discriminação, seja racial, religiosa, ou de gênero; reforma política, dialogando com a sociedade e os representantes dos trabalhadores e trabalhadoras; entre outras. 

VEJA ABAIXO, MANIFESTO DA CTB QUE SERÁ LIDO POR CRIANÇAS, HOJE, NA PRAÇA DA REPÚBLICA E TAMBÉM NOTÍCIA QUE EXPLICA O OCORRIDO COM O MENINO LUCAS, EM ESCOLA SITUADA EM GUARULHOS

____________________________________________________________

 

Mais informações:

SUZANA CAMARGO: 9 97305-3202 // CLAUDIA CANTO: 9  9881-1451

____________________________________________________________

MANIFESTO DA CTB CONTRA O RACISMO

 

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) condena qualquer forma de discriminação a um ser humano. Ainda mais quando o discriminado é uma criança, que a sociedade, o Estado e as famílias têm a obrigação de defender.

Uma escola particular de Guarulhos teve a pouca vergonha de enviar um bilhetinho para a família do menino Lucas Neiva de Oliveira, de apenas 8 anos, para “cortarem” o cabelo, estilo black power, do garoto. Se não bastasse a atitude preconceituosa, a escola chegou a recusar a rematrícula do menino.

Para a CTB, agindo assim, a escola desrespeita o ser humano, o Estatuto da Criança e do Adolescente, o Estatuto da Igualdade Racial e a Constituição Federal, além de mostrar incapacidade para respeitar a diversidade étnica e cultural brasileira.

Em pleno século 21, não se admite acintes desse tipo à dignidade humana, ainda mais quando se trata de uma criança dentro de uma escola. Qual a explicação pedagógica para essa atitude?

Pelo respeito às leis, à ética, à boa pedagogia, aos direitos humanos e à dignidade humana, basta de racismo neste país.

A CTB presta solidariedade à família de Lucas e a todas as famílias das trabalhadoras e trabalhadores brasileiros que sofrem preconceitos todos os dias.

É inconcebível que fatos como esse ocorram, ainda mais nessa ocasião em que o mundo todo chora a morte do maior símbolo da luta contra o racismo, Nelson Mandela.

Diga não ao racismo, ao preconceito e à intolerância.

Respeito às nossas crianças! 

 

A “Tal” Consciência Humana: Aluno de 8 anos com cabelo Black Power impedido de fazer rematrícula em escola

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench