Católicas Pelo Direito de Decidir lançará campanha em defesa do aborto legal

Em vídeo, organização compara criminalização da prática a medidas como a proibição do voto feminino

Católicas Pelo Direito de Decidir

organização feminista Católicas Pelo Direito de Decidir lançará na terça (28), data em que é celebrado o Dia Latino-Americano e Caribenho pela Descriminalização e Legalização do Aborto, uma campanha em prol da causa.

LÁ ATRÁS

Será veiculado um vídeo que cita medidas hoje consideradas retrógradas —como o veto ao voto feminino e o uso da tese da “legítima defesa da honra”—, que, por sua vez, serão comparadas à restrição do direito ao aborto legal. “Hoje é fácil entender que esses pensamentos são um absurdo. Quantos anos você vai precisar para entender que esse [é] também?”, diz a peça.

+ sobre o tema

Machismo recua, mas 23% condenam roupa curta de mulher, diz estudo

Recentemente, alguns pararam de se referir a mulheres por...

Mulheres do PT debatem feminismo, políticas e construção partidária

Cerca de 700 delegadas de todo o Brasil reuniram-se...

Ser feminista negra é uma coisa.Ser feminista branca é outra coisa.

Pra quem não sabe, Eliane é esposa do Mano...

para lembrar

Webinar debate violência de gênero e segurança de mulheres jornalistas

Resolução aprovada pela ONU para promover a segurança de...

STF permite reconhecer ofensa contra LGBTQIA+ como injúria racial

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 9 votos...

Mutilação genital afeta 200 milhões de mulheres no mundo, diz ONU

Prática é considerada violação flagrante aos direitos humanos Do O...

Filme mostra grupo de mulheres negras que ajudou a NASA a vencer a Corrida Espacial

Com direção de Theodore Melfi (Um Santo Vizinho), "Hidden...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=