terça-feira, fevereiro 7, 2023
InícioEm PautaCENSO: População poderá preencher na web questionário do Censo 2010

CENSO: População poderá preencher na web questionário do Censo 2010

O Censo 2010 começará no dia 1º de agosto e vai mobilizar 191,9 mil pesquisadores. Durante três meses, serão visitados 58 milhões de domicílios nos 5.565 municípios brasileiros. As pessoas poderão optar por informar os dados pela internet, e, para isso, receberão uma senha do recenseador, que dará acesso ao sistema do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Os primeiros dados do Censo 2010 serão divulgados em dezembro de 2010 e a partir de 2011 serão apresentados os resultados definitivos e temáticos.

O IBGE lançou o Censo 2010 na manhã desta quarta-feira, em cerimônia realizada no Ministério do Planejamento. Os pesquisadores vão usar crachá do instituto, além de boné e colete, e trabalharão com um aparelho equipado com GPS (para localização geográfica) que vai criptografar as informações digitadas, para garantir a inviolabilidade.

Foram adquiridos 230 mil aparelhos, que, segundo o presidente do IBGE, Eduardo Nunes, só serão usados neste trabalho. De acordo com ele, no censo passado, um equipamento foi furtado, mas acabou sendo devolvido, porque a pessoa que o pegou percebeu ele que não servia para outra finalidade.

O governo vai fazer uma campanha para conscientizar a população sobre a importância de responder às perguntas dos recenseadores.
O presidente do IBGE destacou que os resultados finais vão contribuir para a formulação de políticas públicas e serão importantes para determinar, por exemplo, a quantidade de vereadores nos municípios, que é baseada na população residente, assim como os critérios para repartição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que recebe recursos da União.

Também será possível analisar a evolução das camadas da população depois do último censo, realizado no ano 2000, segundo Nunes. O País poderá conhecer ainda dados sobre as moradias, relações de parentesco entre a população, a taxa de fecundidade, o nível educacional e sobre trabalho, renda, cor, raça e religião, entre outros.

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que este “será o primeiro retrato de corpo inteiro do Brasil” e permitirá que os governos elaborem políticas publicas “de forma mais acertada”.

Durante o evento, Paulo Bernardo assinou portaria autorizando a contratação de 350 técnicos de nível superior concursados para o IBGE.

Fonte: Terra

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench