Elza Soares é ovacionada em show para mais de 30 mil pessoas em Manaus

Cantora fez show gratuito na primeira noite do Passo a Paço, no Centro da capital amazonense.

Por Indiara Bessa Do G1

Elza Soares se apresenta em palco montado no Centro de Manaus (Foto: Ingrid Anne/Manauscult)

Deus é mulher. A frase vai além de ser nome do último álbum de Elza Soares e imprime a grandeza da cantora que, aos 81 anos, pisou no palco do Passo a Paço, em Manaus, na noite de sábado (1º).

Em um grito de resistência pelas minorias, Elza voltou à capital amazonense com apresentação carregada de representatividade feminina. “Eu falo sobre essas coisas todas que eu acho que há uma necessidade de falar”, disse.

Só de aparecer no palco, a cantora já foi ovacionada pela plateia, que parecia ter sede da voz rouca e inconfundível de Elza, já considerada a cantora do milênio. A primeira música, “O que se cala” carrega a identidade do show e foi abraçada pelo público, que entoou o verso “O meu país é o meu lugar de fala”.

Elza chama ao palco grupo de batuque feminino ao palco em grito de resistência negra (Foto: Ingrid Anne/Manauscult) 

Fora dos palcos, o discurso não muda. Em entrevista ao G1, a cantora reafirma a posição de luta pelas minorias.

“Eu falo da homofobia, que eu acho um absurdo, eu falo sobre a cultura negra, falo sobre a mulher e falo sobre essas coisas todas que eu acho que há uma necessidade de falar e tô falando, tô gritando à beça, tô até rouca de tanto gritar”, brinca.

As primeiras canções do show são do mais recente álbum de Elza, o já citado “Deus é mulher”, lançado este ano. As batidas de influências punk e eletrônica parecem flutuar na voz forte da cantora.

Nas primeiras filas de pessoas próximas ao palco, é fácil identificar os grupos de fãs que foram ao evento prestigiar Elza. A cantora respondeu aos gritos de “Eu te amo” da plateia, e reforçou o carinho pelo público manauara.

“Eu amo vocês e estava com saudades. Eu vinha muito pra Manaus e de repente esqueceram de mim. Agora mandaram me buscar e eu estou aqui com vocês”, disse a cantora.

As músicas do álbum anterior, “A Mulher do Fim do Mundo”, também foram lembradas durante o show. Um destaque para “Maria de Vila Matilde”, onde Elza denuncia a violência doméstica e comanda um coro de centenas de mulheres ao dizer “Cê vai se arrepender de levantar a mão pra mim!”.

Elza Soares se apresenta em Manaus (Foto: Ingrid Anne/Manauscult) 

Com direito a participação do grupo Ilú Obá de Min, o show segue e o público pareceu não se importar que apresentação prosseguiu além do tempo estimado. “Vocês querem mais?”, ela perguntou, após se despedir do público. Elza voltou a sentar na cadeira onde permaneceu durante todo o show. Para encerrar, cantou mais duas músicas.

Ao G1, a cantora ressaltou que acha importante levar um show carregado de discursos fortes e necessários de forma gratuita ao Norte do país.

“A gente tem que fazer isso, eu acho que é merecimento. Ei, governo, você tinha que se comunicar mais com a cultura e dar isso para o povo, o povo precisa e merece música. É como eu digo, a música é a representação do país”, defende.

Passo a Paço

A primeira noite do “Passo a Paço” reuniu mais de 36 mil pessoas no Centro de Manaus. Além de Elza Soares, o rapper Projota e o grupo Tropkillaz foram outras atrações.

Projota se apresenta no Passo a Paço, em Manaus (Foto: Ingrid Anne/Manauscult) 

No Palco Praça dos Ingleses, a banda de rock alternativo Luneta Mágica se apresentou por volta das 19h, com um repertório formado pelas músicas “No Meu Peito”,“Rita”, “Mônica” e “Porto de Lenhas”. Em março deste ano, a banda teve a oportunidade de se apresentar no Festival Lollapalooza, em São Paulo.

“Já tocamos em vários festivais de grande porte. O ‘Lolla’ foi um dos que a gente tocou fora, mas a gente sente o prazer mesmo de tocar aqui na nossa terra e com um visual tão lindo como esse aqui no Porto, de uma área que estava abandonada mas está sendo recuperada e isso faz muito sentido pra gente. É muito legal tocar fora, viajar, mas, quando a gente toca aqui, sente o calor do público da cidade é melhor ainda”, afirma Pablo Araújo, vocalista e guitarrista da banda.

Banda Luneta Mágica em apresentação no Palco Praça dos Ingleses na noite deste sábado (1) (Foto: Eliana Nascimento/G1 AM ) 

Durante o show, a fã da banda amazonense, Julia Albook, de 19 anos, conta que conheceu os integrantes por meio de um festival da região.

“Era bem difícil encontrar o gênero alternativo em Manaus. Eu passei a gostar muito da banda por causa disso. Conheci a banda Luneta Mágica em um festival que aconteceu ano passado no Les Artistes Café Teatro. Quanto à participação deles esse ano no ‘Lolla’, foi surpreendente, fiquei muito feliz”, disse a fã.

Museu Paço da Liberdade em Manaus (Foto: Eliana Nascimento/G1 AM )

+ sobre o tema

Por que no meio da dor os negros, dançam, cantam e riem

Por: Leonardo Boff - teólogo, filósofo e escritor ...

Biblioteca Pública homenageia poetas no Mês da Consciência Negra

A Biblioteca Pública do Paraná promove durante este mês...

B.B. King, o rei do blues, completaria 91 anos nesta sexta-feira(16)

Ele é considerado um rei. Afinal, foram mais de ...

para lembrar

“Eu tenho um sonho” – Português

Discurso de Martin Luther King (28/08/1963) "Eu estou contente em...

Exposição revela vida dos negros em bairro de Nova York nos anos 1970

No início de 1969, David Smikle, um estudante negro...

SÃO PAULO: VI MARCHA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

SÃO PAULO: VI MARCHA DA CONSCIÊNCIA NEGRA LOCAL...
spot_imgspot_img

 Interprete da trilha sonora da novela Renascer, Xenia França participa do disco de José James

Vencedora do Grammy Latino de 2023 com seu disco "Em nome da Estrela" e intérprete da canção “Lua Soberana”, trilha sonora da novela Renascer...

Jay-Z e Alicia Keys apresentam ‘Empire State of Mind’ no Tony Awards de 2024

Jay-Ze Alicia Keys se uniram para apresentar o sucesso “Empire State of Mind” ao vivo no na cerimônia de premiação de 2024 do Tony Awards no último domingo,...

‘Bad Boys 5’ já está sendo discutido, afirma produtor

‘Bad Boys: Até o Fim‘ estreou há apenas uma semana, mas um 5ª filme para a franquia estrelada por Will Smith e Martin Lawrence já está sendo discutido. A...
-+=