Eric Adams será o segundo prefeito negro na história de Nova York

Caberá ao democrata, que foi policial e subprefeito do Brooklyn, administrar a recuperação da cidade após a pandemia

Os nova-iorquinos elegeram nesta terça-feira o segundo prefeito negro da sua história. Como já era amplamente esperado, Eric Adams, o ex-policial que conquistou a indicação democrata à prefeitura nas primárias de junho, derrotou o republicano Curtis Sliwa e comandará os destinos da capital econômica e cultural dos Estados Unidos, com mais de oito milhões de habitantes, num momento crucial: o de superar definitivamente a pandemia de coronavírus. Adams, de 61 anos, tomará posse em 2 de janeiro, substituindo o também democrata Bill de Blasio. As urnas permaneceram abertas nesta terça-feira das 6h às 21h (hora local), quando foram anunciados os primeiros resultados. Em junho, erros na apuração provisória das primárias causaram uma embaraçosa polêmica que revelou as deficiências da junta eleitoral local.

Com uma mensagem de firmeza contra a criminalidade, uma das suas bandeiras, o ex-capitão do Departamento de Polícia de Nova York entrou para a política em 2006, primeiro como senador estadual de Nova York, e mais tarde como presidente (subprefeito) do distrito do Brooklyn, onde reside e votou nesta terça. Adams sempre dirigiu suas mensagens ao eleitor comum, à classe trabalhadora e às comunidades negra e hispânica, mas ao mesmo tempo conseguiu angariar o apoio do setor empresarial e manteve boas relações com os sindicatos (ele próprio foi representante dos funcionários da polícia quando passou pela corporação). A oposição dos sindicatos à obrigatoriedade da vacina contra a covid-19 para os trabalhadores municipais é justamente um dos problemas que a atual Administração enfrenta, especialmente no corpo de bombeiros, mas também entre os policiais. Adams reiterou que manterá a obrigação de imunização imposta por seu antecessor, que foi eleito em 2013.

Leia a matéria completa aqui

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

O que nos ensina Shakespeare sobre tirania

Livro de cabeceira de Angela Merkel nos diz como...

É preto? É suspeito. Ou sobre a rara presença negra nos bancos escolares da USP

Houve no twitter quem perguntasse se o rapaz agredido...

Alunos impedem professor de homenagear golpe militar em sala de aula

Professor tenta homenagear o golpe militar de 1964 em...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=