Experimento social em elevador expõe tolerância em relação à agressão de mulheres

(Cuidado. Imagens fortes)

Ione Aguiar no Brasil Post

Você entra em um elevador.

Encontra um rapaz ameaçando a namorada: “Eu vou te matar! Você não vale nada.”

A garota pede ajuda. Ele diz: “Você acha que alguém se importa? Você é patética.”

O que você faria?

Um grupo de documentaristas especializado em gravar experimentos sociais reproduziu a situação com atores na Suécia para descobrir.

De 53 pessoas que dividiram o elevador com o casal no momento da agressão, apenas uma ameaçou chamar a polícia.

O país coleciona números irretocáveis de desenvolvimento humano, mas tem muito a avançar em relação aos direitos da mulher. Cerca de 81% das mulheres declararam já terem sido agredidas em algum nível — é o maior índice da Europa.

 

+ sobre o tema

Os sentidos das desigualdades: o machismo e o racismo como experiências sensoriais

Acho sempre curioso quando escuto que as mulheres e...

Gisele, eu tenho um cérebro!

Algum tempo atrás eu escrevi um artigo intitulado "E...

Prefeitos eleitos não assinam pacto da ONU por igualdade de gênero

O programa Cidade 50-50, da ONU Mulheres, tem por...

para lembrar

Filme da mineira Elizabeth Martins retrata Elza Soares como símbolo do Brasil

“Bebete, quero que você veja do que sou capaz”....

Reforma do Código Penal propõe descriminalização parcial do aborto

O projeto inclui os casos de anencefalia do feto...

Católicas pelo Direito de Decidir em Defesa da Vida

(em resposta ao texto "Apelo a todos os Brasileiros...

Julho das Pretas: celebração e resistência

As mulheres negras brasileiras têm mais avanços a celebrar...
spot_imgspot_img

Zezé Motta recebe Preta Gil, Sheron Menezzes e Aline Wirley no ‘Especial mulher negra’

Artista que acabou de completar 80 anos, Zezé Motta recebe Aline Wirley, Preta Gil e Sheron Menezzes no “Especial mulher negra”, que será exibido...

Julho das Pretas: ‘Temos ainda como horizonte sermos livres das amarras históricas’, diz ativista

No dia 25 de julho será celebrado o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. E em alusão a data, o Julho das Pretas é realizado...

Meninas negras de até 13 anos são maiores vítimas de estupro no Brasil; crime cresceu 91,5% em 13 anos

O número de estupros no Brasil cresceu e atingiu mais um recorde. Em 2023, foram 83.988 casos registrados, um aumento de 6,5% em relação ao ano anterior....
-+=