Filme brasiliense que conta histórias de mulheres negras é premiado em festival internacional

Enviado por / FonteG1

O filme brasiliense “Filhas de Lavadeiras” conquistou o júri da 25ª edição do Festival É Tudo Verdade – um dos eventos mais importantes para o cinema documental da América Latina. A produção deu à professora do Instituto Federal de Brasília (IFB) e cineasta, Edileuza Penha de Souza, o prêmio de melhor curta-documentário.,

O filme conta a história de mulheres negras que, graças ao trabalho árduo de suas mães, puderam ir para a escola. Ele é inspirado na obra de Maria Helena Vargas, mulher negra que foi escritora, pedagoga e professora, e que viveu em Brasília.

O resultado do festival saiu no domingo (4). A professora de audiovisual do IFB do Recanto das Emas foi a única mulher negra, em sua posição, premiada neste ano.

“Não sei se sou a primeira mulher negra premiada no Festival É Tudo Verdade em 25 anos. Nesse, eu sei que sou a única mulher negra”, disse Edileuza.

Cena do filme “Filhas de Lavadeiras”, de Edileuza Penha de Souza — Foto: IFB/ Divulgação

Edileuza pesquisa e incentiva o cinema negro desde 2006 e fez diversos filmes que abordam a temática de gênero e raça. Ela também ajudou a criar a Mostra Competitiva de Cineastas e Produtoras Negras Adélia Sampaio, que chegou à terceira edição em 2019.

Em 2015, a cineasta dirigiu o curta “Mulheres de Barro”. A narrativa dá espaço para o relato de 12 mulheres paneleiras e congueiras de Goiabeiras Velhas (ES).

Assista aqui “Mulheres de Barro”

Documentário Mulheres de Barro, de Edileuza Penha de Souza, será exibido na 13ª Mostra Produção Independente — Foto: Reprodução/Documentário Mulheres de Barro

Prêmios para ‘Filhas de Lavadeiras’

No mesmo dia em que ganhou como melhor curta-documentário, “Filhas de Lavadeiras” também conquistou o Prêmio Aquisição Canal Brasil de Incentivo ao Curta-Metragem, no valor de R$ 15 mil. Esses títulos somam-se a outros, como:

  • Troféu Tesourinha de Júri Popular no 8º Festival Internacional de Curtas de Brasília
  • Melhor filme pelo júri popular
  • Melhor filme pela região Centro-oeste, Norte e Nordeste (Conne) no 7° Festival de Cinema Feminino – Tudo sobre Mulheres, em Cuiabá-MT
  • Menção Honrosa no 4° Cine Tamoio – Festival de Cinema de São Gonçalo/RJ de 2019

O documentário foi produzido com apoio do Fundo de Apoio à Cultura, da Secretaria de Cultura do Distrito Federal.

Conheça o festival É Tudo Verdade

O É Tudo Verdade, Festival Internacional de documentário, é um evento que premia o cinema documentário brasileiro. Ele é considerado um dos maiores eventos do gênero na América Latina.

Criado pelo crítico Amir Labaki, o festival teve sua primeira edição em 1996. Normalmente, ele faz exibições dos filmes nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo e também Brasília, mas, por conta da pandemia do novo coronavírus, em 2020 o evento teve sua primeira versão on-line.

 

Fonte: G1

+ sobre o tema

Hoje na História, 1960, Leopold Sédar Senghor se torna Presidente do Senegal

Introdução Devo, em primeiro lugar, agradecer à direcção do Instituto...

Sidney Santiago Kuanza leva afetividade negra ao palco

por Igor Giannasi  Com passagens pelo cinema e pela tevê,...

O maior país africano poderá partir-se em dois

Sul cristão e animista do Sudão poderá tornar-se num...

para lembrar

Quanto você sabe sobre os afrodescendentes na América Latina?

Desafiamos você a responder este teste e avaliar seus...

Barbie negra: Matel lançou 10 novas bonecas para trazer diversidade e representatividade

Barbie negra: A Mattel lançou uma nova coleção de...

Nós, novo filme de Jordan Peele, é aclamado pela crítica: “Vai ser um dos maiores do ano”

As primeiras reações de Nós, novo filme de Jordan Peele, diretor de Corra!, foram...

Aos 39 anos, Shaquille O’Neal anuncia sua aposentadoria das quadras

Após 19 temporadas, astro da NBA, que estava nos...
spot_imgspot_img

Diaspóricas 2: filme revela mundo futurista a partir do olhar de mulheres negras

Recém-lançado no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), em Goiás, no último dia 13 de junho, o filme “Diaspóricas 2” traz o protagonismo negro feminino e brasileiro...

Instituto Tebas celebra 194 anos de nascimento de Luiz Gama com caminhada e exibição de vídeo em São Paulo

 Liberdade ou Morte: histórias que a História não conta é o título da web série composta por sete narrativas (fotográficas, textuais e audiovisuais) que destacam a agência...

Jordan Peele faz anúncio misterioso nas redes sociais

Jordan Peele tem planos para outubro. Ele publicou uma foto com a data de 23 de outubro deste ano em fundo preto e não acrescentou...
-+=