Funcionário da Fundação Mandela se demite por guardar diamantes de Naomi

Jeremy Ratcliffe admitiu 12 dias atrás ter guardado pedras por dez anos

Um funcionário da Fundação Nelson Mandela demitiu-se após admitir ter guardado diamantes brutos entregues pela modelo Naomi Campbell, anunciou nesta quarta-feira (18) a associação beneficente sul-africana.

Jeremy Ratcliffe, que trabalhava para o Fundo de Ajuda à Infância de Nelson Mandela (NMCF), se demitiu 12 dias após admitir ter guardado os diamantes durante cerca de dez anos. As pedras teriam sido um presente do ex-presidente da Libéria, Charles Taylor, que atualmente é julgado por crimes contra a humanidade em Haia.

Ratcliffe só os entregou na semana passada à polícia sul-africana, que tenta identificar a origem das pedras.

Ele admitiu ter guardado os três pequenos diamantes oferecidos pela top-model, ‘uma amiga’, no Trem Azul (trem de luxo que liga Johannesburgo e a Cidade do Cabo) no dia 26 de setembro de 1997.

Funcionário não informou Fundação Mandela sobre diamantes

Segundo o comunicado da NMCF desta quarta-feira, Jeremy Ratcliffe “lamenta” não ter informado a associação e por ter agido desta forma, pedindo desculpas por ter prejudicado a reputação da Fundação Mandela.

O Tribunal Especial para Sierra Leoa (TSSL) em Haia não irá chamá-lo como testemunha.

A modelo afirmou recentemente em seu depoimento, durante o processo do antigo presidente da Libéria, ter recebido os diamantes na noite seguinte ao jantar de caridade organizado em 1997, na Cidade do Cabo, pelo ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, onde também estava Charles Taylor.

A acusação no TSSL quer demonstrar que Charles Taylor, 62 anos, mentiu ao afirmar que jamais teve posse de diamantes brutos.

Ex-presidente nega crimes contra a humanidade

O ex-presidente da Libéria se diz inocente de onze crimes, que incluem assassinatos, estupros e alistamento de crianças-soldados durante a guerra civil em Serra Leoa, que fez 120 mil mortos.

Taylor, cujo processo foi aberto em janeiro de 2008, é acusado de ter dirigido secretamente os rebeldes do RUF durante a guerra civil (1991-2001), fornecendo armas e munição em troca de “diamantes de sangue”

Fonte: R7

+ sobre o tema

Chuck Berry celebra 90º aniversário anunciando primeiro disco em 38 anos

Pioneiro do rock and roll, Chuck Berry celebra 90º...

Beyoncé e Jay-Z lideram a lista de casais mais bem pagos do mundo

Beyoncé e Jay-Z lideram a lista de casais mais...

‘A canção não vai deixar de existir’, diz Gilberto Gil

Músico baiano gravou depoimento ao Museu da Imagem e...

Mendigo que foi criado em lixões conquista vaga na melhor universidade do mundo

Justus passou 13 anos estudando e aprendeu inglês, francês,...

para lembrar

Reverenc’Yás: memória, resistência e preservação

O quilombo é um avanço, é produzir um momento...

Jesús Chucho García: La Parranda de los muertos pa´Guillermina

Una vez mas, los muchachos de la parranda Todos...
spot_imgspot_img

A esperança de Martinho em “Violões e cavaquinhos”

Martinho da Vila já brincou mais de uma vez que estava cansado de cantar que a vida ia melhorar, em referência ao refrão do clássico...

BH recebe suas primeiras estátuas de mulheres negras

A filósofa Lélia Gonzalez (1935-1994) e a escritora Carolina Maria de Jesus (1914-1977) foram eternizadas na cidade de Belo Horizonte, em Minas Gerais. Desde...

Mostra sobre Lélia Gonzalez vê negros e indígenas como centro da cultura nacional

As escolas de samba do Rio, os blocos afro da Bahia, as congadas de Minas Gerais, as comemorações da Semana Santa e do Natal. O que todas essas celebrações têm...
-+=