Garoto de 13 anos se suicida após anos de bullying homofóbico

No último dia 22 de novembro, um adolescente australiano de apenas 13 anos chamado Tyrone Unsworth, pôs fim à própria vida depois de sofrer por anos com bullying homofóbico. Sua mãe confirmou a provável causa da decisão tão trágica do garoto: “Ele era alvo de gozações por conta da própria sexualidade. Era um menino muito afeminado, adorava moda, maquiagem e os garotos viviam apontando pra ele, chamando de bicha, viado, viadinho… Isso era uma constante na vida dele desde os 5 anos de idade.”, contou ela ao jornal australiano The Courier Mail.

por Pedro HMC, do Superpride

destaque_tyrone-810x442

A maneira como ele decidiu tirar sua própria vida não foi divulgada pela família e nem pelas autoridades policiais que já investigam o caso. Um mês antes do suicídio, Tyrone havia sido hospitalizado após uma briga violenta com um outro estudante fora da escola. A mãe contou que na ocasião, seu filho tinha sido atingido na mandíbula e ficou tão aterrorizado com o acontecido que não queria mais voltar para a escola depois que saiu do hospital.

Ela ainda fez uma última homenagem ao filho em seu Facebook, onde escreveu: “Nós te amamos e sentiremos muito a sua falta, Tyrone. Vamos lutar e lutar como pudermos pra ajudar outros a não cometerem este mesmo ato e DIZER NÃO AO BULLYING.” O funeral está planejado para o dia 1º de Dezembro e sua mãe pediu que todos compareçam com roupas coloridas e brilhantes, da maneira que seu filho gostaria que fosse.

A direção da escola onde ele estudava lamentou profundamente o acontecido, mas afirmou que nunca foi procurada e nem tinha conhecimento sobre os graves casos de bullying que ocorriam na escola (será? Difícil de acreditar se tinha inclusive caso de violência física…).  Um dos líderes do Senado da Austrália, o senador Penny Wong, emitiu nota em resposta ao acontecido, dizendo: “As pessoas precisam perceber o quão terrível podem ser as consequências do bullying. Este evento é trágico e meu coração está com a família. É por isso que programas anti-bullying são necessários e por isso temos que defendê-los nos programas de ensino”.

+ sobre o tema

Félix, Carrasco e cenas pedagógicas da novela das nove, por Cidinha da Silva

Na primeira cena, Niko, personagem gay, doce, honesto, ético,...

A cada quatro homens gays, três sofrem algum tipo de violência

Será realizada neste domingo (4) a 18ª edição da...

Juiz multa churrascaria por discriminar gays

O juiz Celyrio Adamastor Tenório Accioly multou uma churrascaria,...

Mãe sempre sabe?

Mãe sempre sabe?

para lembrar

Garoto vítima de homofobia se suicida em Vitória; pais culpam escola do filho

No último dia 17 de fevereiro um garoto se...

#JogueComOrgulho: Um mundo sem preconceito – Google Brasil

Esta é a mensagem de alguns entre tantos Googlers...

Assassinato de João Antônio Donati: Polícia investiga suspeita de homofobia em morte de jovem gay em Goiás

Enquanto a criminalização da homofobia virou moeda eleitoral, a...

A facadas, gay é assassinado no Parque do Ibirapuera

Um jovem de 19 anos estava com os amigos...
spot_imgspot_img

STF permite reconhecer ofensa contra LGBTQIA+ como injúria racial

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, por 9 votos a 1, nesta segunda-feira (21) permitir o reconhecimento de atos de homofobia e transfobia como crime...

Rio tem novo centro de acolhimento LGBT+ e de combate à violência

Foi inaugurado nesta quinta-feira (3), no Rio de Janeiro, o Centro de Acolhimento e Promoção do Combate à Violência LGBTIfóbica. A iniciativa oferece serviços jurídicos...

Denúncias de LGBTfobia aumentam, e zona leste tem mais casos em São Paulo

A zona leste de São Paulo concentra a maior quantidade de boletins de ocorrência por LGBTfobia registrados na cidade entre janeiro de 2019 e abril deste ano. Foram...
-+=