Jornal A TARDE lidera debate sobre racismo no país, diz Andi

O jornal A TARDE vem liderando nacionalmente em termos quantitativos o debate sobre o racismo – seguido de O Estado de S. Paulo -, aponta pesquisa realizada pela Agência Andi – Comunicação e Direitos, especializada em direitos de crianças e adolescentes em risco social.

Entre janeiro de 2007 e dezembro de 2010, foram analisados 45 diários impressos, sendo cinco de abrangência nacional: O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo, Correio Braziliense, O Globo e Valor Econômico, além de jornais de alcance regional.

Segundo a Andi, o jornal A TARDE foi o diário impresso que mais publicou textos sobre a problemática no período analisado (13,1% do total da amostra), seguindo pelo jornal O Estado de S.Paulo (8,4%).

A análise de conteúdo da Andi englobou 1.602 textos, revelando peculiaridades da cobertura jornalística sobre racismo. Dentre outras perspectivas, o estudo ressalta a tendência dos periódicos analisados em dissociar as violências físicas praticadas contra a população negra no País e o debate sobre seu contexto de produção.

De acordo com pesquisa, intitulada Imprensa e Racismo, o jornal A TARDE destoa da tendência de jornais regionais que disponibilizam menos espaços para tratar do tema. Em média, cada impresso regional publicou 27,6 textos sobre o assunto, enquanto a média dos nacionais foi de 99,4. Neste quesito, o jornal A TARDE publicou 210 textos.

Outro destaque foi a região Nordeste, que lidera a cobertura sobre a temática. Cerca de 24,9% dos textos analisados foram de impressos da região, seguido pelo Sudeste, com 17,4%.

A pesquisa pontua os principais assuntos discutidos: ações afirmativas de combate ao racismo, com destaque para cotas de ingresso a universidades (correspondem a 18% do total), e reflexões sobre a desigualdade de raça/etnia, (respondem por 16,4%).
“A preocupação em olhar estrategicamente a temática é uma decisão editorial do jornal A TARDE que consideramos ser de grande importância”, comentou o diretor executivo da Andi, Veet Vivarta.

Imprensa e Racismo: Pesquisa revela tendências do noticiário sobre racismo

Fonte: A Tarde

+ sobre o tema

Carta de Genebra: Prestação de cuidados e o futuro do trabalho

Os principais desafios identificados tanto pelas mulheres quanto pelos...

Pesquisa mostra jovens divididos em relação ao aborto

RIO - Jovens progressistas, mas divididos em relação ao...

Grupo SBF abrirá 2,7 mil vagas até o final do ano

Serão 1.300 fixas e 1.400 temporárias.A empresa não exige...

Ministra da Seppir lança edital do Sinapir nesta quinta-feira

Iniciativa disponibiliza mais de R$ 4 milhões em recursos Do...

para lembrar

Roraima registra aumento de casos de HPV em mulheres

Dados estatísticos da Coordenadoria Geral de Vigilância em Saúde...

“Meninas dão de quatro”, diz jornal em manchete sobre vitória da seleção feminina

“Meninas dão de quatro”, esse era o título da...
spot_imgspot_img

Curso introdutório de roteiro para documentário abre inscrição

Geledés Instituto da Mulher Negra está promovendo formações totalmente online para jovens negres em todo o Brasil. Com um total de 6 formações independentes...

Desenrola para MEI e micro e pequenas empresas começa nesta segunda

Os bancos começam a oferecer, a partir desta segunda-feira (13), uma alternativa para renegociação de dívidas bancárias de Microempreendedores Individuais (MEI) e micro e...

“Geledés é uma entidade comprometida com a transformação social”, diz embaixador do Brasil no Quênia

Em parceria com a Embaixada do Brasil no Quênia, Geledés - Instituto da Mulher Negra promoveu nesta sexta-feira 10, o evento “Emancipação Econômica da...
-+=