Ludmilla comemora 10 milhões de seguidores e se torna a mulher negra mais seguida do Brasil

“Nunca imaginei que fosse ser tão amada assim”, afirmou

Da Revista GLAMOUR

Reprodução/Instagram

Ludmilla publicou alguns vídeos no Stories do Instagram para celebrar uma marca importante. A cantora chegou ao 10 milhões de seguidores na rede social.

“Nunca imaginei que fosse ser tão amada assim. Eu tenho os melhores fãs do mundo. Gostaria de agradecer muito a todos os meus fãs. Muito obrigada, muito obrigada! Eu amo muito todos vocês! Obrigada por terem tanta paciência comigo e me aturarem esse tempo todo. Tô muito feliz”, afirmou.

Junto com a marca dos 10 milhões, Lud contou que recebeu outra novidade. “Junto com essa notícia maravilhosa, recebi outra: sou a mulher negra mais seguida do Brasil. A mais seguida do meu País!”, completou.

+ sobre o tema

Rebelião anticolonialista em Lesoto

A população de Lesoto não foi vítima do mesmo...

Serena: ‘Se fosse homem, seria gay’

Americana dá entrevista a jornal francês antes de estrear...

Após ser Elza Soares, Naruna Costa faz novela na Globo, série e cinema

Após ganhar o grande público como Elza Soares no...

para lembrar

Arquivos e cartas de Mandela são disponibilizados online

Milhares de cartas, fotografias e documentos relativos ao ex-presidente...

Morre herói da independência da Namíbia e companheiro de prisão de Mandela

Companheiros de resistência e organizações da sociedade civil rendem...

Flávia Saraiva de 15 anos da medalhas de ouro ao Brasil na Copa

Flávia Saraiva brilha e ganha sua 1ª medalha de...
spot_imgspot_img

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

‘Está começando a segunda parte do inferno’, diz líder quilombola do RS

"Está começando a segunda parte do inferno", com esta frase, Jamaica Machado, líder do Quilombo dos Machado, de Porto Alegre, resumiu, com certo desânimo, a nova...

Inéditos de Joel Rufino dos Santos trazem de volta a sua grandeza criativa

Quando faleceu, em 2015, Joel Rufino dos Santos deixou pelo menos dois romances inéditos, prontos para publicação. Historiador arguto e professor de grandes méritos, com...
-+=