Mel Duarte anuncia disco de spoken “Mormaço – Entre outras formas de calor”

Com trabalho fotográfico de Helen Salomão, poeta libera conceito em imagens do álbum que tem lançamento previsto para junho

Por
Jéssica Balbino para o Portal Geledés 

Mel Duarte  (Foto: Helen Salomão)

Prestes a lançar o disco de spoken “Mormaço – Entre outras formas de calor”, a artista Mel Duarte libera, nesta quarta-feira (29 de maio) as fotos do conceito do álbum, que contém 10 faixas, com seis poemas inéditos e lançamento previsto para ainda este semestre.

Explorando o formato de spoken word este é o primeiro disco de Mel Duarte e propõe  uma incursão mais profunda da poeta ao universo do spoken, ainda pouco explorado no Brasil, mas bastante celebrado por artistas norte-americanos de soul-jazz desde 1970, reforçando o uso da palavra em um contexto musical, apresentando uma nova vertente da poeta.

 

Mormaço – Entre outras formas de calor (Foto: Helen Salomão)

Com produção musical de DIA que assina os discos de “Tássia Reis”, “Rimas e Melodias”, “Brisa Flow” entre outras.  Gravado no C4Studio, o álbum chega com poesias sobre amor, paixão e erotismo.  O trabalho traz participações de músicos como Bia Ferreira, Amiri e Nina Oliveira.

 

Além de DIA, o álbum traz músicos como  Renato Taimes (arranjo de guitarra e execução), Sintia Piccin (sax e flauta), Richard Fermino (multisopros), Sivuca (percussão), Jackson Silva (baixo acústico), Weslei Rodrigo (baixo elétrico), Marcelo Soares (arranjo de cavaco e violão e execução, Nina Oliveira (arranjos vocais e back vocal), que dão ao trabalho todo o conceito.

Mormaço – Entre outras formas de calor (Foto: Helen Salomão)

“A escolha do conceito, que passa pelo nome, é justamente por causa da sensação térmica que quero tentar provocar em quem escutar o disco. Mormaço fala sobre afeto, sobre coisas que fazem o peito aquecer. Eu quero convidar as pessoas a esquentarem seus corpos – ainda mais agora, que estamos entrando no tempo frio (risos) sem precisarem de sol. Quero apresentar outras formas de calor, só que através da minha poesia. A ideia é que as pessoas se permitam viajar em uma experiência sonora diferente”, destacou Mel Duarte.

 

É importante destacar que o trabalho visual tem a participação de Helen Salomão, fotógrafa de Salvador (BA) e logotipo de Nyan Araújo.


Leia Também:

Mel Duarte rompe o silenciamento secular das minas negras: ‘Mulher bonita é que vai à luta!’

15 autoras negras da literatura brasileira

+ sobre o tema

Graça Machel

Biografia Graca Machel - Graça Simbene Machel (Incadine, Província de...

Ele bate nela – A naturalização da violência

Me lembro da primeira vez que fui a uma...

para lembrar

‘Mensagens diziam que o objetivo era não parar até que eu cometesse suicídio’

Nas últimas semanas, tenho recebido uma série de pacotes...

Que horas ele chega? Mulher trabalha cada vez mais que homem

Números do IBGE mostram que diferença entre dupla jornada...

ONU Mulheres apoia luta de lésbicas na defesa dos direitos humanos

Em celebração ao Dia Nacional da Visibilidade Lésbica, 29...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=