Ministra Luiza Bairros participa do 1º Encontro Nacional de Combate ao Racismo

Realizado e organizado pelo PCdoB, o evento contou, em seu primeiro dia, neste sábado (3) com a participação da Ministra de Estado Chefe da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, como palestrante. Os temas na pauta de debates foram “A agenda do Novo Projeto Nacional de Desenvolvimento e a luta contra o racismo” e “Racismo no Mercado de Trabalho: Diagnóstico e Perspectivas de Políticas Públicas”.

O evento, sediado no comitê central do partido, em São Paulo, se encerra no domingo (4). As discussões vão aprofundar questões relacionadas à luta contra a discriminação racial, propondo ações políticas e organizativas que os comunistas e progressistas podem tomar no rumo da democracia e consolidação de um país socialmente justo e sem racismo.

Segundo a programação deste primeiro dia, Renato Rabelo, Presidente do PCdoB, dirigiu a mesa de abertura, ao lado de Lúcia Stumpf, Secretária Nacional de Movimentos Sociais, Inácio Arruda , Senador da República (CE), Olívia Santana, Coordenadora Nacional de Combate ao Racismo, Adalberto Monteiro, Presidente da Fundação Maurício Grabois, Cida Abreu , Secretária Nacional de Combate ao Racismo (PT), Jorge Coutinho, Presidente Nacional do PMDB Afro e Ivaldo Paixão , Coordenador Nacional de Combate ao Racismo (PDT).

A ministra militante

A gaúcha Luiza Bairros começou a militância 1979, quando entrou no Movimento Negro Unificado (MNU). Em 1981, colaborou com a criação do Grupo de Mulheres do MNU. Participou ativamente das principais iniciativas do movimento negro na Bahia e no Brasil, sendo que, em 1991, foi eleita como a primeira coordenadora nacional do MNU, organização em que permaneceu até 1994

.

Em 1998, ao retornar de uma temporada de quatro anos nos Estados Unidos, onde cursou pós-graduação em Sociologia, na Michigan State University, tornou-se Pesquisadora Associada do Centro de Recursos Humanos (CRH), da UFBA, e fundou, em parceria com a Conferência Nacional de Cientistas Políticos Negros, organização norte-americana, o Projeto Raça e Democracia nas Américas.

Entre os projetos de cooperação internacional nos quais atuou, se destaca o Programa de Combate ao Racismo Institucional (PCRI), implementado na Prefeitura da Cidade do Recife, Prefeitura Municipal de Salvador e no Ministério Público de Pernambuco, com o apoio do Ministério do Governo Britânico para o Desenvolvimento Internacional (DFID) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Fonte: Vermelho

+ sobre o tema

Por que as altas desigualdades persistem?

Com o fim da escravidão, nutria-se a esperança de que...

A indiferença e a picada do mosquito

Não é preciso ser especialista em saúde para saber que condições...

Capitalismo é incompatível com democracia, afirma escritor Achille Mbembe

Um dos mais importantes pensadores do mundo, o camaronês Achille...

para lembrar

Rodada contra Racismo

Neste final de semana, a Confederação Brasileira de Futebol...

Olivier Rousteing: ‘A moda é racista’

Único negro à frente de uma grife de luxo,...

Revista Jackie – Após criar polêmica racista com Rihanna, editora de revista pede demissão

por Heloisa Toplian Comentamos por aqui o bafo envolvendo...

Procon-SP notifica shopping após mãe denunciar racismo

O Procon-SP notificou ontem o Bourbon Shopping São Paulo...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=