domingo, julho 3, 2022
InícioQuestão RacialCasos de Racismo'Não toca em mim, negra suja': mulher é presa por injúria racial...

‘Não toca em mim, negra suja’: mulher é presa por injúria racial durante atendimento médico no RS

Paciente foi autuada em flagrante pelos crimes de injúria racial, lesão corporal leve e desacato. Um policial militar que acompanhava o atendimento foi agredido com tapas.

Fonte: G1

Uma mulher foi presa em flagrante nesta segunda-feira (20) após proferir ofensas de cunho racista contra uma técnica de enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Tramandaí, no Litoral Norte do RS, durante atendimento médico. De acordo com o boletim de ocorrência registrado após o caso, as palavras usadas pela paciente contra a enfermeira durante o atendimento foram “preta nojenta, não toca em mim, negra suja”.

O Samu foi acionado para atender a mulher, supostamente em surto, por volta das 17h. Como a paciente demonstrava agressividade contra a equipe de saúde, a Brigada Militar também foi acionada para acompanhar o atendimento. Um policial militar foi agredido com tapas pela paciente, de acordo com o boletim de ocorrência.

A mulher foi autuada em flagrante pelos crimes de injúria racial, lesão corporal leve e desacato. Ela está detida e à disposição da Justiça. “Ela estava alterada, muito agressiva”, relata o delegado Thomas Lisboa Ferreira, titular da delegacia de Tramandaí.

De acordo com Luciano Von Saltiel, secretário municipal de Saúde de Tramandaí, a pasta foi colocada à disposição da enfermeira que sofreu as agressões. A profissional segue em atividade pelo Samu.

“Hoje [terça-feira] pela manhã, fiz contato com a coordenação do Samu e coloquei a secretaria à disposição para apoio psicológico. A enfermeira ficou abalada, mas segue trabalhando. A coordenação me relatou expressões como ‘macaca’ e ‘por isso Hitler tem razão’ da paciente, que estão registradas no boletim de ocorrência e no prontuário”, diz o secretário.

Artigos Relacionados
-+=