sábado, janeiro 15, 2022
InícioEm PautaO caminho da informação sobre a Covid-19 nas comunidades

O caminho da informação sobre a Covid-19 nas comunidades

A Covid-19 já matou mais de 20 mil pessoas no Brasil, sendo quase 5 mil óbitos só no Estado de São Paulo, epicentro do novo coronavírus no País. Foi pensando na tentativa de ajudar a salvar milhares de vidas, frear o avanço descontrolado de casos do coronavírus e levar informação para as comunidades que nasceu o projeto “Diálogos Afrurbanos”.

A iniciativa pretende produzir campanhas em vídeos com linguagem simples e acessível para socializar com as redes periféricas de sete favelas brasileiras. Cerca de 630 mil pessoas serão impactadas pelo projeto no complexo da Maré e Alemão, no Rio de Janeiro; Nova Constituinte, Beiru e Valéria, em Salvador; e em Vitória, no Espírito Santo, o projeto atuará na comunidade Território do Bem. Recebem também esta iniciativa, Paraisópolis e Vila Brasilândia em São Paulo, capital.

Os vídeos com duração de cerca de 1 minutos abordarão os seguintes temas: necessidade de proteção para evitar o contágio e a transmissão, a importância da higiene pessoal em ambientes com pouca infraestrutura; entender os primeiros sintomas, onde buscar ajuda e o que fazer para auxiliar as pessoas em situação de alta e muito alta vulnerabilidade.

Segundo Bob Controversista o objetivo do projeto é a ajudar a salvar vidas. “Se nada for feito nas comunidades a Covid-19 vai matar um número muito alto de pessoas. A letalidade do coronavírus é subestimada por muitos o que causa a proliferação da doença com mais rapidez”, diz ele.

O nosso propósito é de fortalecer quem está na ponta para atender as famílias com alta vulnerabilidade social, que precisam de conscientização adequada e mais acesso à informação de como se proteger”, diz, Marta Costta, uma das idealizadoras do projeto.

A estratégia de captação de recursos é via plataforma de crowdfunding Benfeitoria e funciona da seguinte maneira: a cada 1 real doado, a Fundação Tide Setúbal doará mais 2 reais. Para doar basta acessar bit.ly/2ANIdbm


** Este artigo é de autoria de colaboradores ou articulistas do PORTAL GELEDÉS e não representa ideias ou opiniões do veículo. Portal Geledés oferece espaço para vozes diversas da esfera pública, garantindo assim a pluralidade do debate na sociedade.

RELATED ARTICLES