O melhor de todos, Michael Jordan, entra para o Hall da Fama

Fonte: Estado de São Paulo –

Michael Jordan, considerado por muitos como o melhor jogador de basquete de todos os tempos, entrou no Hall da Fama nesta sexta-feira, com cerimônia marcada para às 19h30 (de Brasília), e com festividades agendadas no decorrer da semana.

Jordan entrou para o seleto grupo de estrelas do esporte juntamente com o ex-pivô do San Antonio Spurs, David Robinson, o ex-armador do Utah Jazz, John Stockton, o técnico dos Jazz, Jerry Sloan, e a técnica da Universidade Rutgers, C. Vivian Stringer.

Como esperado, Michael Jordan foi o centro das atenções. “Ao contrário do que vocês acreditam, não é apenas eu que entrarei para o Hall da Fama. É um grupo que estava sendo indicado e estou honrado por fazer parte dele. Acredite, eles serão lembrados tanto quanto eu serei”, disse Jordan, que liderou o Chicago Bulls a seis títulos da NBA antes de terminar sua carreira com duas temporadas no Washington Wizards, além de uma rápida passagem pelo beisebol.

Curiosamente, Jordan entra para o Hall ao lado de John Stockton e Jerry Sloan que, no Utah Jazz, foram vítimas do Chicago Bulls nas finais de 1996/97 e 1997/98.

GRANDES CONQUISTAS


A cesta que deu o título de 1997/98 ao Chicago Bulls sobre o Utah Jazz é apenas uma de várias jogadas que marcaram a carreira de Michael Jordan. Perguntado sobre qual foi a jogada mais marcante, o ex-jogador disse: “É difícil. É como perguntar qual de seus filhos é o mais amado. Não tem como escolher. Eu obtive várias conquistas, jogadas espetaculares e cestas vencedoras no último lance. É realmente difícil escolher uma”.

Jordan, que atualmente é dono parcial do Charlotte Bobcats, deixou claro que não se considera o melhor de todos os tempos. “As pessoas dizem que sou o melhor jogador da história. Eu tendo a não acreditar nisto. Eu não joguei contra atletas como Jerry West, Elgin Baylor ou Wilt Chamberlain. Eu teria adorado jogar contra estes jogadores e dizer que sou melhores do que eles, mas não cabe a mim decidir isso”.

Sobre as comparações de LeBron James, do Cleveland Cavaliers, e Kobe Bryant, do Los Angeles Lakers, Jordan cutucou. “Não fiquem com pressa de encontrar o próximo Michael Jordan. Não vai existir outro Michael Jordan.”

Depois de receber uma salva de palmas, Jordan reafirmou que o fato de não existir outro “Michael Jordan” não quer dizer que não outros jogadores não venham a ser melhores do que ele foi em quadra, com o número 23 em suas costas.

+ sobre o tema

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança...

para lembrar

Do tempo em que ler “O Pequeno Príncipe” era obrigação

Por: Fátima Oliveira   Quando eu era adolescente, a resposta clássica...

Nota de repúdio contra resolução do Incra que viola direitos quilombolas

Ao reduzir o território por ato administrativo, sem consulta...

Marina diz ter “ligação de sangue” com siglas

Por: BRENO COSTA   Após críticas de que sua campanha teria...

Ministro Orlando Silva é homenageado em festa do PC do B

Cerca de 1.500 pessoas comemoraram, no dia 27, o...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...

Fome extrema aumenta, e mundo fracassa em erradicar crise até 2030

Com 281,6 milhões de pessoas sobrevivendo em uma situação de desnutrição aguda, a ONU alerta que o mundo dificilmente atingirá a meta estabelecida no...
-+=