Pandemia de gripe H1N1 segue moderada e afeta mais jovens

A pandemia de gripe H1N1 está moderada, mas contagia e, às vezes, mata mais jovens que o vírus da gripe tradicional, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira.

Comparar o número de mortes do vírus pandêmico da doença, conhecida como gripe suína, com os da gripe tradicional pode levar a um resultado enganoso, disse a agência da Organização das Nações Unidas (ONU).

“A OMS continua a considerar o impacto da pandemia de influenza como moderado”, disse o órgão em um comunicado. “Números corretos de mortalidade ou taxas de mortalidade serão possíveis somente um ou dois anos após o pico da pandemia”.

O vírus H1N1 matou ao menos 10.582 pessoas em todo o mundo desde seu aparecimento em abril, mas estes são apenas casos confirmados em laboratórios. Testes são caros e muitos países pobres não conseguem investigar as causas de mortes, já que registros de vítimas por problemas respiratórios, como pneumonia, são comuns.

“Por vários motivos, estes números não dão uma dimensão real da mortalidade durante a pandemia, que é inquestionavelmente maior que o indicado por testes confirmados por laboratório”, disse a OMS.

A gripe sazonal mata entre 250.000 e 500.000 pessoas todos os anos em todo o mundo, mas esta é uma estimativa derivada de modelos estatísticos.

Durante as epidemias de gripe sazonal, cerca de 90 por cento das mortes são de “idosos, que sempre sofrem de uma ou mais condições médicas crônicas”, disse a agência.

“Comparada à gripe sazonal, o vírus H1N1 afeta um grupo muito mais jovem em todas as categorias –aqueles que são infectados com maior frequência, hospitalizados, que requerem tratamento intenso, e que estão morrendo”, disse.

Fonte: UOL

+ sobre o tema

Maranhão tem 30 cidades em emergência devido a chuvas

Subiu para 30 o número de cidades que decretaram...

O Estado emerge

Mais uma vez, em quatro anos, a relevância do...

Extremo climático no Brasil joga luz sobre anomalias no planeta, diz ONU

As inundações no Rio Grande do Sul são um...

IR 2024: a um mês do prazo final, mais da metade ainda não entregou a declaração

O prazo para entrega da declaração do Imposto de Renda...

para lembrar

Massacre em Paris: O milagre da paz diante do convite à barbárie

Apenas em momentos de choque, como nas horas seguintes...

Ao encontrar Obama, ela não aguentou a emoção e fez o que também gostaríamos de fazer

Mari Copeny  é uma garotinha de oito anos que...

“O Brasil não pode repetir com os refugiados o erro da escravidão”

O advogado Pitchou Luambo, de 34 anos, é um...

Campanha Justiça por Miguel recebe apoio de artistas

Nesta quarta-feira (2), artistas, militantes, ativistas, advogados e familiares...

Mulheres em cargos de liderança ganham 78% do salário dos homens na mesma função

As mulheres ainda são minoria nos cargos de liderança e ganham menos que os homens ao desempenhar a mesma função, apesar destes indicadores registrarem...

‘O 25 de abril começou em África’

No cinquentenário da Revolução dos Cravos, é importante destacar as raízes africanas do movimento que culminou na queda da ditadura em Portugal. O 25 de abril...

IBGE: número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave em SP cresce 37% em 5 anos e passa de 500 mil famílias

O número de domicílios com pessoas em insegurança alimentar grave no estado de São Paulo aumentou 37% em cinco anos, segundo dados do Instituto...
-+=