sexta-feira, novembro 26, 2021
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-americanosPor favor, não me chame de “nigga”

Por favor, não me chame de “nigga”

Se você é próximo da cultura hip hop, se ouve rap ou já assistiu filme e seriados norte-americanos com personagens negros, ja deve ter ouvido a palavra “nigga” em algum lugar. É um termo que tem causado muita confusão no Brasil

Pelo uso que se faz, muita gente acredita que o termo equivale a palavra “negão” ou algo do tipo, mas é algo muito diferente disso. A palavra ‘nigga’ foi criada há bastante tempo e era o termo usado pelos brancos nos EUA para se referirem aos negros indicando que eles eram inferiores, sub-humanos. Muitos negros morreram queimados, torturados, espancados e linchados enquanto eram chamados por esse nome. Talvez seja a palavra que mais simbolize as ideias de supremacia branca nos EUA.

Por volta dos anos 80 o termo passou a ser bastante usado na cena do hip hop, principalmente no rap, até chegarmos aos dias de hoje em que muitos negros, principalmente os mais jovens, o usam com outros sentidos em situações privadas, entre familiares ou amigos muito íntimos. Apesar disso, a palavra continua tendo conotação extremamente racista quando usada por brancos.

“Não me chame de ‘nigga’”

Para falar sobre esse assunto e tentar tirar muitas dúvidas que brasileiros tem a respeito, o rapper norte-americano Bixop entrevistou algumas pessoas negras em Nova Jersey e em Washington, nos EUA, para saber o que elas pensam sobre o uso dessa palavra por lá e para que você, negro brasileiro, possa entender melhor se faz sentido usa-la no Brasil.

Uma dica: se você é branco, seja dos EUA, do Brasil ou de Marte, simplesmente não use essa palavra.

Foto em destaque: Reprodução/ Guerrilha

RELATED ARTICLES