Porteiro entra com ação de injúria racial contra morador de prédio após ser chamado de ‘negão folgado’ em SP

Enviado por / FonteG1

O porteiro Fábio Souza Maciel, de 37 anos, denunciou uma agressão verbal por parte de um morador do condomínio em que trabalha, em Vargem Grande Paulista, na região metropolitana de São Paulo.

Segundo o funcionário, a discussão começou na última terça-feira (30) quando o morador solicitou as correspondências que ainda não tinham sido cadastradas. Após a recusa em entregar, o morador começou a ofender o porteiro.

Fábio entrou com ações civil e penal contra o agressor por injúria racial e difamação.

“Eu pedi que ele me desse um tempo, pois a portaria é corrida. Ele começou a falar que eu não queria trabalhar e deveria ir para casa, ainda me chamou de analfabeto. Comecei a gravar quando ele ameaçou entrar na área da portaria para me bater. Fiquei ofendido, ele me chamou de ‘negão’ folgado”, disse Fábio ao G1.

O porteiro conta que desde o ocorrido não voltou ao trabalho.

“Estou bem para baixo com a situação. Sou um pai de família. Quando vi minha esposa triste e meus filhos chorando por causa do ocorrido, me abalei bastante”, afirma Fábio.

No vídeo gravado pela vítima, é possível ouvir quando o agressor chama o porteiro de ‘lixo’.

 

Veja o vídeo aqui

 

“Vá trabalhar em outro lugar. Você é um lixo, você não deveria nem estar trabalhando aqui. Tirando a oportunidade de quem precisa. É isso que você é, um coitado, um coitado que não vai sair nunca, não vai chegar em nenhum lugar na sua vida. Você é folgado hein, negão, você não vale um real mesmo, hein, mano?”

O G1 procurou o morador responsável pelas agressões verbais e a administradora do condomínio, mas, até a última atualização desta reportagem, não obteve resposta.

+ sobre o tema

Pai de executiva demitida após tweet racista chama filha de “idiota”

  O pai da ex-diretora de comunicação da InterActive...

Suíço é excluído do Campeonato Europeu após postagem racista contra franceses

Um vídeo postado logo após o título mundial de...

Artigo: Mulheragem

Expressão ao ato público como mostra de admiração a...

Cantora cabo-verdiana diz ser vítima de prisão arbitrária, racismo e tortura nos Estados Unidos

Uma cantora cabo-verdiana, Isa Pereira, disse, quinta-feira, ter sido...

para lembrar

No luto há luta

Não quero ser a comentarista que chora e se...

Queremos uma presidenta em 2022!

"Aprendemos a administrar a escassez e, como Cristo, temos...

Hamilton Borges Walê: “Somos profundamente racistas”

Carla Bittencourt A violência contra jovens negros na...

Observatório registra 254 casos de discriminação neste Carnaval

O Observatório da Discriminação Racial, da violência contra a...
spot_imgspot_img

Futuro da gestão escolar

A educação pública precisa de muitos parceiros para funcionar. É dever do Estado e da família, com colaboração da sociedade, promover a educação de todas as...

Educação para além dos muros da escola

Você pode fornecer escolas de qualidade para os mais pobres e, mesmo assim, talvez não veja a mudança na realidade do país que se...

Criança não é mãe

Não há como escrever isto de forma branda: nesta quarta-feira (12), a Câmara dos Deputados considerou urgente discutir se a lei deve obrigar crianças vítimas de estupro à...
-+=