Projeto SETA promove eventos no Fórum Permanente de Afrodescendentes da ONU 

Encontros acontecerão em Genebra, na Suíça

Entre os dias 16 e 18 de abril, Projeto SETA, iniciativa cujo objetivo é transformar a rede pública escolar brasileira em um ecossistema de qualidade social antirracista, promoverá três eventos que farão parte da agenda da terceira edição do Fórum Permanente de Afrodescendentes, evento da ONU que acontecerá até o dia 19. Neste ano, a cidade de Genebra, na Suíça, será o palco do encontro.  

O Observatório da Branquitude e o International Institute on Race, Equality and Human Rights se unem ao SETA no evento paralelo “Educação antirracista para um novo amanhã”. Em parceria com o Instituto Marielle Franco e Fundo Agbara será promovido o encontro “Igualdade de gênero no acesso aos direitos humanos”, e a The Guardian Foundation será coanfitriã com o SETA/ActionAid Brasil do “Experiências e avanços no debate sobre reparações”, nos dias 16, 17 e 18, respectivamente. 

O Projeto SETA será representado por Ana Paula Brandão, Gestora da iniciativa e Diretora Programática na ActionAid Brasil; Dandara Oliveira, Especialista em Juventude e Raça da ActionAid Brasil e em Articulação e Advocay do Projeto SETA; Ivone de Mattos Bernardo, integrante da diretora da CONAQ; Ednéia Gonçalves, Coordenadora Executiva Adjunta da Ação Educativa e Adriana de Cássia Moreira, Coordenadora de Equidade Racial e Educação da UNEafro Brasil. Além das profissionais, se junta ao time Sharon Walker, Professora de Justiça Racial e Educação da Universidade de Bristol da Inglaterra, parceira do Projeto SETA. 

“Nossa participação será uma oportunidade de discutir as estratégias e a relevância de se garantir o direito a uma educação contextualizada, com qualidade e com equidade. Nesta edição, o SETA estará presente em três eventos que acontecerão durante o Encontro. Serão, sem dúvidas, espaços de debate e articulação, e que ajudarão no posicionamento da Aliança em temas fundamentais para a Educação antirracista”, comenta Ana Paula Brandão. 

De acordo com Dandara Oliveira, o Fórum Permanente de Afrodescendentes é um dos principais espaços, dentro do sistema das Nações Unidas, que trata a questão racial, para a incidência da sociedade civil. “É um ambiente que nos permite incidir, apresentando os desafios, a realidade dessas populações em cada um dos nossos países e especificamente dentro de cada um dos temas das organizações presentes e, também, um local de articulação entre as organizações negras do Brasil e do mundo”, comenta a profissional. De acordo com Dandara, um dos principais pontos do SETA estar inserido na agenda do Fórum é o fato de ser a primeira vez, em três edições, que o evento tem um painel exclusivo para tratar a temática educação. “Será bastante proveitoso estar presente, poder ouvir o que representantes de outros países e especialistas têm a dizer e contribuir com outros movimentos que também vão trazer experiências de outros lugares”, salienta.  

Estabelecido pela Assembleia Geral da ONU em 2021, o Fórum Permanente contribui para a inclusão política, econômica e social da população afrodescendente em todo o mundo. Nesta edição, o encontro contará com quatro paineis temáticos para discussão: Reparações, Desenvolvimento Sustentável e Justiça Econômica; Educação: Superando o Racismo Sistêmicos e os Danos Históricos; Cultura e Reconhecimento e A Segunda Década Internacional de Afrodescendentes: Expectativas e Desafios. 

Serviço 

Educação antirracista para um novo amanhã 

Data: 16/04/2024  

Organizadores: Projeto SETA, Observatório da Branquitude e International Institute on Race, Equality and Human Rights 

Horário: 18h às 20h horário de Genebra 

Local: Rue de Varembé 1, 5th floor 

Outras informações no link

Igualdade de gênero e raça no acesso aos direitos humanos 

Data: 17/04/2024  

Organizadores: Projeto SETA, Instituto Marielle Franco e Fundo Agbara 

Horário: 18h30 às 20h30 horário de Genebra 

Local: Maison des Associations 

Outras informações no link

Experiências e avanços no debate sobre reparações 

Data: 18/04/2024  

Organizadores: The Guardian Foundation & Projeto SETA (ActionAid Brasil) 

Horário: 8h30 às 9h30 horário de Genebra 

Local: Palais des Nations, Room XXV 

Outras informações no link

Sobre o Projeto SETA  

O Projeto SETA é uma aliança entre movimentos sociais e organizações negras, quilombolas, indígenas e feministas ligadas ao tema da educação. Compõem a iniciativa a ActionAid Brasil, Ação Educativa, Campanha Nacional pelo Direito à Educação, CONAQ, Geledés, Makira-E’ta e UNEafro Brasil, organizações reconhecidas e comprometidas na atuação no campo da educação antirracista. A atuação do Projeto SETA consiste no trabalho participativo por meio da realização de pesquisas, incidência política, formações e campanhas de mobilização em prol da equidade racial na educação. Trata-se de um trabalho que promove sistematicamente a voz, a mobilização e a liderança dos grupos representados pelo projeto. A visão coletiva do SETA é um sistema de educação público brasileiro construído com base nos princípios de justiça social e racial e que garantam a todas as pessoas o direito a uma educação contextualizada e de qualidade.

+ sobre o tema

Por que minha fraternidade é tão seletiva?

Que ninguém jamais se esqueça de Paris (nem de...

Juventude Viva vai investir R$ 70 milhões em combate à violência

Segundo dados do Ministério da Saúde, 53% dos homicídios...

Vereadora denuncia inscrição racista em faculdade de Petrópolis

A vereadora da Câmara do Rio Teresa Bergher (PSDB),...

Vulneráveis ao calor

A semana de calor recorde em pleno inverno jogou...

para lembrar

Jogadora da Seleção Feminina Ludmila denuncia racismo em supermercado

"Sempre que eu entro no mercado tem um segurança...

Taís Araújo: Spike Lee está sendo muito corajoso

Atriz Taís Araújo, que foi vítima em outubro de...

Aquele velho conhecido, o racismo

Apesar de o aumento do número de brasileiros que...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=