segunda-feira, julho 6, 2020

    Casos de Racismo

    racismoll

    Cuba rejeita acusações de racismo de líderes negros dos EUA

    O Governo de Cuba afirmou nesta sexta-feira que são "falaciosas" as acusações de racismo feitas nesta semana por aproximadamente 60 líderes e intelectuais americanos negros contra a ilha.  Do Terra    Um comunicado distribuído por veículos de comunicação oficiais afirma que as acusações são "delirantes". Os dirigentes negros disseram que, em Cuba, ainda persiste um "insensível desprezo" e que há restrição das liberdades civis "por razões de raça".   O comunicado, assinado por oito funcionários e intelectuais ligados ao Governo de Havana, afirma que os críticos americanos tentaram impor "uma imagem distorcida da sociedade cubana contemporânea", apoiados pelos "círculos políticos mais intolerantes e pelos veículos de comunicação mais poderosos". O documento destaca ainda que, com as acusações, "fica evidente a intenção de somar respeitáveis vozes da comunidade afro-americana à campanha anticubana, que pretende destruir nossa soberania e identidade". Para negar que exista racismo hoje na ilha, as autoridades lembram que...

    Leia mais
    vagner-love

    Vagner Love: Torcedores que agrediram Vagner Love responderão por agressão e racismo

    Fonte: G1 - Os três foram indiciados ainda sob acusação de lesão corporal. Jogador foi agredido na porta de agência bancária. Os três torcedores que se envolveram em uma briga com o jogador Vagner Love, do Palmeiras, na tarde desta terça-feira (1º), vão responder na Justiça por racismo e por lesão corporal. Eles estão presos no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e deverão permanecer no local até esta quarta, quando deverão ser transferidos para outro DP. Os torcedores têm 19, 20 e 25 anos. Um deles já tem passagens na polícia por lesão corporal e formação de quadrilha.     A agressão ao jogador ocorreu na saída de um banco em Perdizes, na Zona Oeste de São Paulo. Após o episódio, o Palmeiras disse que estuda reforçar a segurança dos jogadores do time. A pena para quem pratica racismo pode variar de um a três anos de...

    Leia mais
    Uerj transp

    Carta aberta aos alunos da UERJ

    Fonte: Lista Racial -   No sábado por volta das 5:30 min. da amanhã, ao sair de uma festa em casa de uma amiga, em Vila Isabel, passei em frente a UERJ com o intuito de pegar o ônibus de volta para casa, localizada no bairro da Penha. Estava acompanhada de mais três amigos, quando paramos para conversarmos com mais três rapazes, que por motivos desconhecidos estavam em frente ao portão principal da UERJ à Rua São Francisco Xavier.   Distancie-me do grupo para ver se o ônibus estava vindo e ao me aproximar um dos amigos, relatou-me que um dos meninos do outro grupo, cujo nome é Felipe e cursa engenharia, me chamou de chipanzé em uma atitude altamente desrespeitosa e racista.   Indiguinada fui tirar satisfação com o Felipe que, a principio negou o fato e partiu para cima de mim tentando me agredir, e o meu amigo...

    Leia mais
    racismo-futebol-capa

    Juventus e Inter podem interromper partida em caso de racismo

    Fonte: Estadão.com Por Mark Meadows - Reuters     MILÃO - O jogo do próximo sábado entre Juventus e Inter de Milão pelo Campeonato Italiano pode ser interrompido se forem ouvidos insultos racistas, afirmou o líder do sindicato dos jogadores do país nesta segunda-feira.   Na última temporada, a Juventus foi forçada a jogar uma partida com portões fechados depois que torcedores proferiram insultos racistas contra Mario Balotelli, da Inter, mas os torcedores da Juve novamente ofenderam o atacante negro da Inter em partidas recentes contra outros adversários.   "É sempre difícil suspender uma partida, mas se queremos vencer este mal não devemos temer", disse Sergio Campana a repórteres. "Temos que dar a opção aos capitães de pedir a suspensão da partida".   O chefe da federação italiana de futebol, Giancarlo Abete, disse que o árbitro, juntamente com a polícia, poderá interromper o jogo por 10 minutos se houver insultos...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Um espectro de racismo assusta o planeta

    Fonte: Crítica do Direito e do Estado -   Enquanto, entre os seus pares, as fronteiras da União Européia estão sendo cada vez mais dissipadas, verifica-se em toda a forte Comunidade Européia uma onda de xenofobia contra estrangeiros de várias origens, sobretudo os pobres, que para lá tentam imigrar em busca de sobrevivência.       Sonhos de uma vida mais digna e justa têm sido quebrados com perseguições, prisões, maus tratos e expulsões sumárias com um perigoso teor discriminatório que, em muito, lembra os anos 30 a 40 do século passado. Esses fatos têm acirrado a já histórica aversão ao outro, fruto do eurocentrismo, que vê os migrantes como negativamente diferentes, como aqueles que vêm perturbar a ordem e colocar em risco a segurança do europeu.   Nesses últimos meses a Europa tem dado exemplos de intolerância, discriminação e racismo. Como se tal absurdo não bastasse, os últimos acontecimentos...

    Leia mais
    UDCaffiche1

    Referendo na Suíça dá Vitória à Intolerância Religiosa

    Fonte: SOS Racismo Porto -   Contra todas as sondagens, a Suíça votou em referendo a favor da proibição da construção de minaretes nas mesquitas islâmicas. Foram cerca de um milhão e meio de pessoas que votaram na proposta da extrema-direita daquele país.   Início do século das liberdades e a Europa está a ser varrida por uma onda de intolerância protegida pela institucionalidade onde a extrema-direita se refugiou. Desde a Itália à nova lei de imigração em Espanha, o delito de ser diferente está a ser como nunca, ou como noutras épocas, cada vez maior.   O SOS RACISMO vem juntar-se, por isso, ao coro de protestos que necessitam ser ouvidos na Europa e no mundo, desde os líderes religiosos de todas as correntes, à Amnistia Internacional, passando por todas as pessoas que têm a coragem de levantar a sua voz contra esta maré de injustiças contra os seres...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    ARACAJU: Universitário é preso por ato de racismo contra vigilante em Sergipe

    Fonte: O Globo -   ARACAJU - O estudante de Psicologia Leandro Magalhães Lima foi preso em flagrante sob acusação de injúria racial contra o vigilante Luiz Adriano dos Santos, em Aracaju, em Sergipe. De acordo com a polícia, o estudante teria chegado embriagado e promovendo desordem em um posto de combustíveis no bairro Atalaia, onde o vigilante estava trabalhando. O estudante não gostou quando o vigilante foi conversar e passou a chamá-lo de "macaco, neguinho e urubu". Em um mês, esse é o segundo caso de injúria racial ocorrida em Aracaju. A Polícia Civil investiga uma denúncia de que a médica Ana Flávia Pinto teria ofendido com palavras racistas um funcionário da empresa aérea Gol, no Aeroporto Santa Maria. Em um vídeo feito por celular e divulgado pela internet, Ana Flávia aparece chamando Diego de "nego", "morto de fome" e "analfabeto", e humilhando outros funcionários da companhia aérea por...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    IV FÓRUM RACISMO É CRIME – Aplicabilidade da Lei Penal

    Projeto QUILOMBO BRASIL 2009 apresenta IV FÓRUM RACISMO É CRIME! Aplicabilidade da Lei Penal Do IPNC  PROGRAMAÇÃO 30 de Novembro segunda-feira 18h30min - ABERTURA Mesa 2 Tema: Aspectos Jurídicos, Políticos, Culturais e Sociais dos Crimes de Racismo e a Sociedade Brasileira. Palestrantes: Dr. JÚLIO CÉSAR TAVARES - Doutor em Antropologia pela Universidade Federal Fluminense; Dr. JORGE DA SILVA - Graduado em Direito, Mestre em Ciência Política e em Língua Inglesa, Doutor em Ciências Sociais (UERJ), Pós-doutorado em Antropologia e Coordenador de estudos e pesquisas em Ordem Pública, Polícia e Direitos Humanos- UERJ Mediadora: Sra. RUTH PINHEIRO - Presidente do Centro de Apoio ao Desenvolvimento - CAD, Conselheira e Secretária Geral do Colymar - Centro de Empresários Afro-brasileiros. consultora do SESI/RJ para alfabetização de adultos em comunidades remanescentes de quilombos do Estado do Rio de Janeiro. Mesa 3 Tema: Atuação do Ministério Público, da Polícia Judiciária e da OAB, quanto à...

    Leia mais
    Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Ricardo Moraes/Reuters)

    Lula defende aulas de educação sexual e combate ao racismo nas escolas

    O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu, neste sábado, aulas de educação sexual e combate ao racismo nas escolas.  "Se a gente tiver medo de ensinar o combate ao racismo e educação sexual nas escolas, vai ficar mais difícil depois."   POR Mauricio Stycer, do Ig  Lula participou, em São Bernardo, da inauguração de um espaço para atendimento de crianças carentes batizado com o nome de sua mãe, Eurídice Ferreira de Mello, conhecida como Dona Lindu. Em discurso de 20 minutos (prometeu falar apenas cinco), Lula criticou pais e mães "modernos", mas que dentro de casa não têm coragem de enfrentar com os filhos temas como educação sexual. Na presença de Luiz Marinho, prefeito de São Bernardo,  Patrus Ananias, ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome e Paulo Vanucci, ministro de Direitos Humanos do Brasil, Lula voltou a criticar a programação das TVs brasileiras, as quais reprova por...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Justiça brasileira condena réu acusado da prática de crimes de racismo na Internet

    Leia, na íntegra, decisão da Justiça Fonte: Afropress -   Brasília - Os desembargadores Roberval Casemiro Belinati, relator, e Silvanio Barbosa dos Santos, revisor, e mais o vogal, desembargador Sérgio Rocha, foram unânimes no voto de condenação ao estudante Marcelo Valle Silveira Mello. "Ao tratar os negros como "macacos"; "pobres e sujos"; "subdesenvolvidos" e "burros", além de fazer uma série de comentários que inferiorizam a raça negra e sua cultura, inegável que o réu os considera como seres inferiores, não havendo dúvidas, portanto, de que sua conduta é racista", afirmam os desembargadores em decisão histórica. É a primeira decisão da Justiça brasileira que condena um réu acusado da prática de crimes de racismo na Rede Mundial de Computadores. Veja, na íntegra, a decisão da 2ª Turma Criminal do Tribunal de Justiça de Brasília e Territórios. APELAÇÃO CRIMINAL INTERPOSTA PELO MINISTÉRIO PÚBLICO CONTRA SENTENÇA QUE ABSOLVEU O RÉU DO CRIME DE...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Juventus de Turim condena racismo

    Fonte: FutNet - Um dia após a derrota para o Bordeaux, a Juventus de Turim reitera sua condenação de todas as formas de racismo. O volante Sissoko e o presidente Jean-Claude Blanc, em entrevistas antes e após a partida garantiram o compromisso do clube no combate ao racismo. "As instituições envolvidas são absolutamente contrárias a qualquer forma de racismo no esporte e na vida", disse Sissoko. "Nós jogadores reiteramos a nossa posição e temos feito o possível, e a Juventus, como entidade, tem tomado todas as medidas necessárias. As instituições devem agir agora". "Como eu disse antes do jogo, a Juventus não deixará de se posicionar contra todas as formas de racismo, até que tais manifestações finalmente desapareçam", afirmou o presidente Blanc, "Nós tentamos transmitir aos nossos jovens uma cultura de respeito e fair-play, trabalhamos com a UNESCO para promover estes valores e queremos que nosso estádio seja um lugar...

    Leia mais
    Reino-Unido

    Reino Unido: Jovens Negros na Mira da Polícia

    Fonte: Diálogos Políticos Uma comissão independente que assessora o governo britânico mostrou que policiais estão prendendo pessoas de forma indiscriminada para colher mostras de DNA para um banco de dados nacional da polícia, revelou uma investigação no Reino Unido.       Um levantamento do banco de dados mostrou que o DNA de 75% de todos os homens negros entre 18 e 35 anos da Inglaterra e de Gales está no arquivo. Outro dado controverso é o que mostra um número grande e crescente de inocentes fichados - hoje quase 1 milhão de pessoas.   Um relatório da Comissão de Genética Humana (HGC, na sigla em inglês) chamado "Nada a esconder, nada a temer?" mostrou que o banco de dados da Inglaterra e de Gales já é o maior do mundo, com 5 milhões de fichas, um número ainda em expansão.   O relatório divulgado pelo órgão vinculado ao governo...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    MATO GROSSO DO SUL: Diretor anula suspensão de alunos em suposto caso de racismo

    Fonte: Midiamax - por Valquiria Oriqui   Encamina-se para terminar bem o caso de suposto racismo ocorrido nesta semana, com alunos da escola estadual Arthur de Vasconcellos, no bairro Estrela do Sul. O diretor da unidade Ionedes Vilela Moreira anulou a suspensão imposta a dois estudantes negros envolvidos em uma discussão com outra aluna, branca. Ela teria ofendido os anulos negros.   O diretor chegou a ser citado por pais e alunos como suspeito de omissão e conivência no suposto caso de racismo, já que puniu somente os estudantes negros, exatamente eles que reclamaram de agressão por parte da aluna branca. O fato aconteceu na noite da segunda-feira, 23. A denúncia foi feita por um pai de aluno ao líder do movimento negro de Campo Grande, Nilton Gomes Ferreira.   Antônio Borges, atual presidente do ICCAB (Instituto Casa da Cultura Afro Brasileiro) e ex-presidente do Conselho Estadual dos Direitos do...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    Alunos denunciam suposto caso de racismo em escola pública

    Fonte: Midiamax -   O diretor da escola estadual Arthur de Vasconcellos, Ionedes Villela Moreira, é suspeito de omissão e conivência em suposto caso de racismo ocorrido naquela unidade, na noite da segunda-feira (23). A denúncia foi feita por um pai de aluno ao líder do movimento negro de Campo Grande, Nilton Gomes Ferreira. Hoje, haverá ato público em frente da escola, localizada no bairro Estrela do Sul, em protesto contra .   O caso teria ocorrido da seguinte forma: na segunda-feira (23), dois meninos estavam andando em direção à quadra poliesportiva da escola quando uma menina, branca, desceu correndo e esbarrou em um deles. A menina foi até a sala do diretor e disse que o garoto havia passado a mão em suas nádegas. Em seguida, foi até a quadra da escola e começou a xingar o garoto, que é negro.   A menina branca teria usado termos racistas...

    Leia mais
    RacismoCrime1

    SOS Racismo pede explicações sobre expulsão de ciganos do Parque de Campismo de Beja

    Fonte: A cinco Tons -   A propósito do post aqui colocado onteontem sobre a expulsão de 25 famílias ciganas do Parque de Campismo de Beja, e tomando-o como referência, o SOS Racismo enviou um pedido de averiguações à Alta Comissária para a Imigração e Diálogo Intercultural.   Beja: PSP expulsa ciganos romenos e espanhóis do Parque de Campismo "À CICDR Exmª Alta Comissária Drª Rosário Farmhouse A notícia acima transcrita saiu no Blog "A Cinco Tons" e também foi referida na "Voz da Planície", "RádioPax" e "Diário Digital", segundo temos conhecimento Hoje, no "Público" as notícias são contraditórias. E continuando o comentário acima do Jornalista Carlos Júlio, é de perguntar se este é o procedimento normal para quem supostamente causa distúrbios? Ou se é a continuação por outras formas da discriminação da comunidade cigana que o SOS Racismo denunciou já há dois anos por parte da GNR do Distrito...

    Leia mais
    folder_frum

    UERJ Sedia IV Fórum Racismo é Crime

    Fonte: Ae-Sulfluminense - A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) será sede, nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro do IV Fórum Criminal "Racismo É Crime! Aplicabilidade da Lei Penal". O evento é promovido pelo Centro de Pesquisas Criminológicas do Rio de Janeiro - CEPERJ; pela UERJ, por meio da Coordenadoria de Estudos e Pesquisas em Ordem Pública, Polícia e Direitos Humanos; pela Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro - PCERJ; pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro (COMDEDINE); da Comissão OAB/RJ Vai à Escola; do Instituto Palmares de Direitos Humanos (IPDH) e da Coordenadoria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial do Rio de Janeiro - CEPPIR/RJ.   O IV FÓRUM CRIMINAL RACISMO É CRIME! Aplicabilidade da Lei Penal tem por objetivo orientar, informar e capacitar os operadores do Direito, os membros do judiciário, advogados, estagiários, promotores de justiça, profissionais...

    Leia mais
    Camila_Pitanga_-_foto-legenda_-Christian_Gaul_-_divilga_241109

    Camila Pitanga diz que o racismo no Brasil ainda é velado

    Aos 32 anos, Camila Pitanga está rindo à toa. Feliz na vida pessoal, com a filha Antônia de 1 ano e 6 meses e o maridão Cláudio Amaral Peixoto, a atriz também comemora o sucesso de sua personagem Rose na novela Cama de Gato, da Globo. DO O Fuxico  Camila Pitanga diz que o racismo no Brasil ainda é velado - Christian Gaul/Divulgação Em entrevista à revista Raça de novembro, da qual é capa, Camila falou da carreira e da questão do afro-descendente na sociedade e na dramaturgia: “Em um país onde o racismo, ainda que de maneira velada, existe, me considero uma pessoa privilegiada. (...)Será uma conquista plena e histórica quando um negro ocupar o posto de protagonista e o fato não gerar mais discussão”, disse a atriz. Sobre sua personagem na trama das seis, Camila contou que as comparações com o pai famoso são inevitáveis: “Me identifico com...

    Leia mais
    logo-usp

    RACISMO NA USP: Polícia apura denúncia de racismo em moradia estudantil

    Fonte: Anjos e Guerreiros - Aluna foi insultada em reunião que discutia furto de dinheiro de associação. Inquérito foi aberto na Delegacia de Crimes Raciais, em São Paulo.   A polícia abriu inquérito para apurar denúncia de racismo durante uma reunião entre as pessoas que vivem na residência estudantil da Universidade de São Paulo (USP). O encontro havia sido convocado no dia 11 deste mês por integrantes da associação de moradores do Conjunto Residencial da USP (Crusp), que fica na Cidade Universitária, para discutir o furto de dinheiro do caixa da entidade. A aluna do curso de história Luanda Dessana Ferreira dos Santos, 26 anos, que era a tesoureira na época do ocorrido, começou a ser acusada do crime. No calor da discussão, um rapaz que nem seria aluno da USP teria insultado a universitária com palavrões. Luanda conta que rebateu e disse que ele era racista, ao que o...

    Leia mais
    PontodeInterrogacao

    Seria isto racismo?

    Fonte: Ainda a Mosca Azul -   Visito a agência de um banco brasileiro aqui na Rua Sete de Setembro. A rua Sete de Setembro é cheia de bancos. Neste caso é o banco familiar brasileiro.   Digo familiar porque o controle acionário pertence a uma família. Há uns 20 anos atrás havia mais bancos familiares brasileiros: o Auxiliar, por exemplo, pertencia a uma família mas foi liquidado extra-judicialmente nos anos 1980, ainda no governo Figueiredo. Tivemos o Mercantil de São Paulo, que acho que foi vendido ao Bradesco. O Banco Real foi vendido ao holandês ABN, e daí passou para o espanhol Santander. O Bamerindus foi comprado pelo britânico HSBC. Aqui no Rio Grande do Sul já tivemos Sul Brasileiro, Habitasul, Maisonnave, Banco de Crédito Real do Rio Grande do Sul. Todos sumiram, liquidados como o Sul Brasileiro, ou comprados como o Crédito Real. Assim, eu acho que bancos...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist