domingo, outubro 2, 2022
InícioSem categoriaRappers americanos usam Twitter para desabafos e trocas de farpas

Rappers americanos usam Twitter para desabafos e trocas de farpas

Em semana movimentada na rede de microblogs, Kanye West abre o coração, 50 Cent ressurge na cena e rola um “Fabolous contra Soulja”


Na manhã do sábado passado, bem cedo naquele dia – talvez fosse bem tarde, da noite anterior – uma avalanche de posts começou a aparecer no Twitter da rapper Kanye West: “A mídia tentou me endiabrar”, “eu senti a recessão pelo lado do proprietário”, “Estou pronto para sair do meu próprio caminho”, “Taylor, me desculpe” (ele brigou com Taylor Swift no VMA 2009, lembram?).

Sinceridade inesperada ou truque publicitário? Ou ambos? Talvez nenhum dos dois. Ser um cara aberto não é novidade para West: ele vem dilacerando as próprias feridas desde seu álbum de estréia, The College Dropout, de 2004. E a mistura de transparência e presunção que lhe são características se manteve nos posts: “De que adianta me vestir com bom gosto se vou agir exatamente ao contrário?”

Mas o desabafo de West foi apenas uma parte de uma semana movimentada para o hip-hop no Twitter. Alguns anos depois de sua fase mais apavorante, 50 Cent espumou de raiva na internet por causa de, entre outras coisas, tietes e problemas de relacionamentos de seu amigo, o boxeador Floyd Mayweather Jr.. E uma guerra de poucas palavras se deflagrou entre Soulja Boy e Fabolous, duas estrelas de menos brilho.

Mais do que em qualquer outro gênero musical, salvo talvez o teen-pop, astros do hip-hop vêm recorrendo ao Twitter. Como veículo de comunicação, ele se adéqua bem à instantaneidade do hip-hop. “Estes tweets não têm empresário, assessor de imprensa ou revisor gramatical… é tudo muito cru”, escreveu West, reconhecendo que o meio de comunicação cumpre a promessa de mostrar artistas de uma forma não monitorada. Não é mais preciso um estúdio de gravação, basta ter um smartphone.

O padrão de conflitos do rap na era da internet ganhou fôlego na troca de farpas entre Soulja Boy e Fabolous. Fabolous é o rapper mais divertido do Twitter, um criador de hastags cheias de humor que se tornam “trending topics” – categoria de assuntos mais postados no Twitter. É ele quem se sente mais confortável com o meio de comunicação, tem aquela naturalidade digital.

Os primeiros dardos arremessados por Fabolous contra Soulja Boy foram disparados num vídeo, postado algumas semanas atrás, cuja intenção era sugerir que Soulja Boy usava cocaína (a mulher que também aparece no clipe, Kat Stacks, fez seu nome colocando astros do hip-hop em situações comprometedoras). Ele criou a hastag #StupidBoySwag, um trocadilho com o título da canção de Soulja Boy Pretty Boy Swag.

No início desta semana, depois de algumas provocações por parte de Soulja Boy, ele apareceu com outra hastag: #SouljasCokeHabit (ou “o hábito de cheirar coca de Soulja”). E postou: “#SouljasCokeHabit fez ele acreditar que aquelas fronhas Gucci que estavam em sua cama no MTV CRIBS eram REAIS” (recentemente, Fabolous teve uma desavença no Twitter com Joe Budden, que já apareceu no centro de diversas discussões online no último ano – uma delas, com Raekwon, acabou virando agressão física).

Os usuários do Twitter valorizam rapidez e franqueza, o que o torna excelente para um artista como 50 Cent – que recomeçou sua carreira muitos anos atrás pegando um atalho em relação ao sistema tradicional dos selos musicais com uma série de mixtapes (uma compilação de canções). E o 50 Cent vem usando a internet de forma ainda mais feroz. Em 2007, uma briga virtual com Cam’ron foi parar em videoclipes postados no YouTube e em outros sites.

Nenhum astro de pop mostrou tanta crueldade e desprendimento como o 50 Cent. Seus últimos álbuns, porém, foram um fiasco – o que não deve ter deixado o astro mais humilde, mas certamente calou sua boca, fazendo com que outros não dessem muita bola para ele. Durante muitos meses 50 Cent não deu a mínima para seu Twitter: era algo altamente promocional e os posts eram criados por algum assessor. Nas últimas semanas, porém, ele incorporou o meio por completo. O novo 50 Cent do Twitter está pronto para a provocação, mas não de sua maneira antiga e já conhecida. Até o momento, as piores farpas foram cutucões carinhosos em seus colegas do G-Unit, Lloyd Banks e Tony Yayo.

É claro que esses rappers são tão viciantes online como no rádio, assumindo personalidades peculiares e, ao mesmo tempo, dignas de paródia por excelência. Um punhado de contas falsas surgiu no Twitter, como o Budget Kanye (um West entusiasta e perdulário), o English 50 Cent (os posts do 50 Cent escritos em um inglês claro); e o Humble Kanye (ou “Kayne Humilde”, um West compreensivo e generoso).

Nem todo astro do rap é previsível no Twitter. Slim Thug é um comediante inesperado. Cam’rom e o Nicki Minaj são comunicativos com os fãs, geralmente engraçadíssimos. Drake oferece charadas paradoxais. Eminem é simplesmente emocional. Jay-Z mal toca em sua página. Mas, de uma forma ou de outra, todos eles parecem aberrações. West é o único que tem se mantido fiel à sua forma, disperso e sem filtros. Ele pode estar se gabando de algo ou fazendo confissões, seu Twitter é simplesmente fascinante e ridicularizável, e totalmente desprovido de ironia.

West vem mantendo um perfil mais discreto desde que roubou as palavras de Taylor Swift ao receber o MTV Vídeo Music Awards do ano passado. Algumas semanas atrás ele fez uma de suas primeiras aparições públicas desde então, apresentando-se nos escritórios do Facebbok e do Twitter.

Agora ele está de volta, graças à intensidade de seu Twitter e a um monte de canções novas que vem lançando a cada semana através de seu blog, kanyeuniversecity.com/blog. Esse é o West que conhecemos, com sua verborragia incoerente e contundente, espalhando informações por qualquer mídia disponível. Alguns dias depois de pedir desculpas a Swift, West já estava divagando sobre ternos Prada: “Que tal um pouco dos erros de gramática e do velho inglês mal escrito… você já sabe que sou eu mesmo”, ele escreveu em “#ITSAPROCESS”.

 

 

Fonte: Jovem.ig

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench