Rio de Janeiro: Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana

Para marcar o Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana, comemorado na próxima segunda-feira (25), começa hoje (21), no Centro Cultural Ação Cidadania, no Rio, o festival Da Cor, da Raça, Nação Mulher. O evento terá conferências, shows, desfiles de moda e gastronomia.

A coordenadora do Programa de Estudos e Debates dos Povos Africanos e Afro-Americanos da Universidade Estadual do Rio de Janeiro, a professora Magali da Silva Almeida, abre o ciclo de palestras com a conferência Repensando o Negro Olhar e a Diversidade.

A dermatologista especializada em pele negra Magali da Silva Almeida e mais duas médicas (uma ginecologista e uma gastroenterologista) farão uma exposição sobre saúde. Elas dão esclarecimentos sobre as principais doenças que atingem a população negra e falarão sobre o preconceito na rede de saúde.

De acordo com uma das organizadoras, Luciana Pereira,o evento aproveita a data, no Ano Internacional dos Afrodescendentes, declarado pela Organização das Nações Unidas (ONU), para destacar as lutas e as contribuições da mulher negra na cultura latino-americana. “Mesmo oprimidas, elas superam barreiras com garra e educação.”

Na agenda cultural do evento, depois das apresentações culturais e dos desfiles de moda, estão os shows do Revelação hoje, na abertura, e o de Alcione, amanhã (22), além do baile de black music, no sábado (23) e a apresentação de Nilze Carvalho, no domingo (24).

Durante o dia, além das palestras, o evento terá rodas de samba. Os visitantes também poderão conhecer um pouco da gastronomia com influencia africana. Tia Surica, da Velha Guarda da Portela, fará a sua tradicional feijoada no local. O Clube do Cozido, do grupo Divino Dom, oferecerá seus legumes típicos.

A entrada é gratuita para as palestras. Os ingressos para os shows custam R$ 20.

Fonte: Agência Brasil

+ sobre o tema

As tristes e signficativas estatísticas das mortes nos partos

Na segunda-feira pela manhã (29), o plenário da Câmara...

HQ: Meninas em Jogo

Durante três meses, nossa equipe de repórter e quadrinista...

Canção de Paula Lima sobre assédio volta a bombar nas redes. Veja o clipe aqui

O sucesso parece ter sido feito sob encomenda como...

para lembrar

Festival em BH substitui MC Biel por Karol Conka

Após ser acusado de assediar uma repórter e persistir...

Fátima Oliveira: ‘Meio ambiente não é adereço’

Um recado firme e perfeito: "meio ambiente não é...

As mentiras que contam sobre as mulheres

Inimigas. Invejosas. Recalcadas. Fofoqueiras. Por: Aline Valek, para a Carta...
spot_imgspot_img

Aborto legal: ‘80% dos estupros são contra meninas que muitas vezes nem sabem o que é gravidez’, diz obstetra

Em 2020, o ginecologista Olímpio Moraes, diretor médico da Universidade de Pernambuco, chegou ao hospital sob gritos de “assassino” porque ia interromper a gestação...

O que está em jogo com projeto que torna homicídio aborto após 22 semanas de gestação

Um projeto de lei assinado por 32 deputados pretende equiparar qualquer aborto realizado no Brasil após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio. A regra valeria inclusive para os...

Moraes libera denúncia do caso Marielle para julgamento no STF

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), liberou nesta terça-feira (11) para julgamento a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra...
-+=