quarta-feira, novembro 30, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaAfro-brasileiros e suas lutasSALVADOR: I Encontro Nacional de Jovens Negras Feministas

SALVADOR: I Encontro Nacional de Jovens Negras Feministas

Fonte: Negras Jovens Feministas –

 

Em 2005 no 10º Encontro Feminista Latino Americano e Caribe  jovens feministas participantes daquele encontro começaram a se reunir já no primeiro dia do evento e entre essas, nós negras. Antes que terminasse o encontro vimos que seria necessário, tendo em vistas nossas demandas especificas que nos agrupássemos enquanto Negras Jovens Feministas. Ainda no encontro foi criada uma articulação nacional de Negras Jovens Feminista onde o nosso meio de comunicação era prioritariamente o meio virtual e já com uma expectativa de nos encontrarmos para discutir exclusivamente nossas demandas.

 

No Ceará , em março de 2008, jovens mulheres feministas: negras, lésbicas, sindicalistas, rurais, candomblecistas, universitárias, se reuniram para discutir e tentar consolidar uma articulação de jovens mulheres que abarcasse as diversas bandeiras políticas que corroboram da perspectiva emancipatória da condição de ser mulher, visibilizando as especificidades que devem ser respeitadas nos Movimentos Feministas. Sendo assim, formou-se a Articulação Nacional de Jovens Feministas. Durante os dias correntes aonde as discussões iam se apresentando, as negras jovens presentes, percebiam que o feminismo negro ao qual tinham pertencimento político poderia se apresentar na articulação, mas a concepção política, histórica e filosófica desse feminismo mais uma não vertebraria aquele espaço. Mais uma vez, as demandas, expectativas e anseios das jovens negras seriam destacadas apenas como uma pauta específica. Nessa ocasião, há o lançamento de uma Carta Aberta feita pelas negras jovens presentes, onde logo no 1º parágrafo do documento, cumprimentam os 20 anos de resistência do Movimento de Mulheres Negras contemporâneo. A partir daí, reuniões extras para tratar das questões que afligem essa categoria se estabelecem, ficando visível que a dificuldade em unificar as demandas e apresentá-las dentro do espaço daquela Articulação mista como uma força política com estratégias alinhadas, apresentava-se no contexto geral como uma fragilidade que prejudicava a pretensão daquela coletividade presente. Assim, as negras jovens de todas as regiões representadas tiram como prioridade para o futuro do feminismo negro, o imperativo de construir esse espaço político, que se inicia com o fortalecimento de uma lista de discussão (ainda no Ceará ), perpassa pela responsabilidade de cada uma ali presente voltar ao seu estado de origem e disseminar a idéia da rede para desembocar no 1º Encontro que reuniria jovens negras de todo o país portando os anseios de cada região .

 

O que : I Encontro Nacional de Jovens Negras Feministas

Onde: Salvador ( Hotel Vila Velha)

Quando: 26,27 e 28 de Novembro de 2009


http://negrasjovensfeministas.blogspot.com

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench