Serra da Barriga é cenário de celebrações da Consciência Negra nesta segunda (20)

Declarada Patrimônio Cultural do Mercosul, em uma cerimônia realizada no último sábado (11), a Serra da Barriga será o cenário de uma vasta programação em celebração à Consciência Negra, nesta segunda-feira, dia 20.

Do Alagoas24horas

A comemoração terá início na madrugada, às 4h, com uma homenagem dos líderes das religiões de matriz africana, aos seus ancestrais. Na programação consta também, uma homenagem a Zumbi dos Palmares, assinatura da ordem de serviço pelo governador Renan Filho para a construção da via que dá acesso à Serra, e diversas apresentações culturais que seguem até o final do dia.

Símbolo de liberdade e de preservação da cultura afro-brasileira, a Serra da Barriga, região que abrigou o Quilombo dos Palmares, maior espaço de resistência de escravos durante o período colonial, foi tombada há 30 anos pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

“A Serra tem hoje o Parque Memorial como equipamento de acolhimento, mas ela por si só é o grande monumento. Subir a Serra, pisar aquele solo, tirar o calçado, fazer toda referência aos quilombolas que defenderam a sua terra, e fazer com que a história do grande líder Zumbi dos Palmares, herói nacional, continue viva é muito importante para as futuras gerações”, declarou o presidente do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir), Helcias Pereira, órgão que a Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos tem assento.

Para a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Claudia Simões, as celebrações têm relevância na reflexão do importante legado deixado pelo povo negro, na formação histórica, cultural e religiosa do povo brasileiro. “Além da gratidão a esse povo forte e guerreiro que luta para reafirmar suas crenças, costumes e valores, temos o dever de buscar juntos a inclusão dos remanescentes dos povos africanos”.

Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro e representa a luta dos negros contra a discriminação racial. A data foi escolhida por ter sido o dia da morte do líder negro “Zumbi”, que lutou contra a escravidão no Brasil.

Em celebração a esta data, o Governo de Alagoas, por meio das Secretarias da Mulher e dos Direitos Humanos, da Cultura e a de Desenvolvimento Econômico e Turismo, em parceira com a Fundação Cultural Palmares e o Ministério da Cultura, irá promover uma vasta programação na Serra da Barriga, na cidade de União dos Palmares.

+ sobre o tema

Rede social para negros quer dar visibilidade a políticos e empreendedores

A Black & Black, uma rede social brasileira indicada...

Exposição na Casa França Brasil conta a história do negro no Rio

Mostra reúne 500 peças, como bronzes do Benin, máscaras...

Quilombolas entrarão na justiça por danos morais

Federação Nacional de Associações Quilombolas (FENAQ) entrará com uma...

para lembrar

Norte e Nordeste têm maiores altas de matrículas na educação superior

Matrículas cresceram 110,1% em dez anos; no Norte, aumento...

Seppir e Caixa assinam acordo de cooperação

Parceria visa adesão à campanha Igualdade Racial é pra...

AMNB se posiciona em defesa á deputada estadual do Amapá Cristina Almeida

  Companheira, estamos nesse momento na assembléia legislativa...

Conselheiros da igualdade racial definem plano de trabalho para 2012

O monitoramento do Estatuto e do Sistema Nacional de...
spot_imgspot_img

Câmara aprova projeto que torna Dia da Consciência Negra feriado nacional; texto vai à sanção

Por 286 votos a favor e 121 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) um projeto de lei que declara o dia 20 de...

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...

“Quanto mais diversos formos, melhores seremos”

Uma das mais destacadas intelectuais em atividade no país, a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz, docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas...
-+=