Tag: estupro coletivo

O silêncio dos evangélicos no caso do estupro coletivo da adolescente. Por Hermes Fernandes

Ao deparar com a triste notícia da adolescente estuprada por mais de 30 homens numa comunidade do Rio (bem próxima da minha casa), confesso que perdi o chão. Quis externar minha indignação (não sei se deveria chamá-la de santa), e usei as redes sociais para isso. Tive que me conter para não dizer uns impropérios. Não foi um post pensado como este que escrevo agora. Foi um desabafo. no DCM Eu tinha que expor meus sentimentos antes de embarcar no avião que me levaria para São Paulo, onde seria entrevistado por um programa de TV. Mas minhas palavras ecoaram internet afora causando reações totalmente antagônicas, e algumas extremadas. Até a imagem que usei no post se popularizou a ponto de muitos a colocarem no lugar de suas fotos de perfil. Segue abaixo meu desabafo, e em seguida algumas das reações e minha resposta a elas. “O que dizer do estupro coletivo de uma adolescente perpetrado ...

Leia mais

Advogados afirmam que ‘Quem compartilha vídeo de estupro também comete crime’

O vídeo de uma adolescente que sofreu um estupro coletivo no Rio viralizou nas redes sociais nos últimos três dias. As imagens, que mostram a garota nua e desacordada após ter sido estuprada foram divulgadas em larga escala no Twitter, Facebook e WhatsApp. no BBC Advogados especialistas em crimes cibernéticos ouvidos pela BBC Brasil afirmaram que as pessoas que compartilharam o vídeo também cometeram um crime. "Publicar fotos com cenas pornográficas de sexo envolvendo crianças ou adolescentes é crime, com pena de 4 a 8 anos de prisão", disse Thiago Tavares, professor de direito da informática na Universidade Católica de Salvador e presidente da Safernet - entidade que atua no combate a crimes cibernéticos. Por outro lado, ele pondera que cada caso deve ser analisado pela polícia para saber se quem compartilhou teve houve dolo (intenção) ou não. "A maioria das pessoas que distribuíram esse conteúdo na rede não serão ...

Leia mais

Trinta Homens

Trinta. Vinte e nove Vinte e oito Vinte e sete Vinte e seis Vinte e cinco Vinte e quatro Vinte e três Vinte e dois Vinte e um Vinte Dezenove Dezoito Dezessete Dezesseis Quinze Quatorze Treze Doze Onze Dez Nove Oito Sete Seis Cinco Quatro Três Dois Um Nenhum. por Luara Colpa no Bhaz Eu tiraria todos – um por um – de cima de você neste momento, irmã.  Eu limparia seu corpo, tiraria o som dos seus ouvidos, o cheiro deste lugar, as lembranças. Se o tempo voltasse, eu os impediria de terem saído de casa. Todos eles. Eu desligaria os celulares, os computadores, tiraria baterias dos carros, dos ônibus. Eu faria feitiço, veneno, poção, dor de barriga para todos. Trinta. Eu te levantaria daí e te levaria pra ver o pôr do Sol no Arpoador, se o mundo girasse ao contrário… Mas o mundo não gira. Foram Trinta. Um ex-companheiro ...

Leia mais

Vídeo de garota vítima de estupro circula na web; Polícia do RJ investiga autor

Um  lamentável episódio marcou a internet nesta quarta-feira (25). Aconteceu em uma conta do Twitter, na qual um homem, morador do Rio de Janeiro, publicou o vídeo de uma mulher nua e desacordada, aparentemente vítima de estupro. O perfil do rapaz em questão é Doctor Stranger (@michaelbrasil7). Após o ocorrido, a conta foi suspensa do microblog. no Canal Tech Causando revolta em grande parte dos usuários, a gravação mostra detalhadamente as partes íntimas da vítima. Na imagem, ela aparece cercada por homens que alegam ter executado um estupro coletivo, e o rosto de um dos agressores foi exposto. Na legenda do conteúdo, Michel escreveu: "Amassaram a mina, intendeu ou não ou não intendeu? Kkk" (sic). A repercussão foi tão grande que a hashtag #Estupro chegou a entrar nos Trending Topics do País. O desfecho do caso ainda é incerto. Não há novas informações sobre o estado da jovem e, segundo ...

Leia mais

Menina de 13 anos é vítima de estupro coletivo em Osasco

Nove pessoas — quatro adultos e cinco adolescentes — acusadas de terem estuprado um menina de 13 anos foram detidas em flagrante em Osasco, na Grande São Paulo, na madrugada do último domingo (15). De acordo com a jovem, os estupros aconteceram em dois locais diferentes no bairro Aliança: uma residência e uma escola estadual. Do Brasil Post Com a bermuda rasgada e usando um papelão para esconder as partes íntimas, a estudante foi encontrada por uma moradora na rua Quero-Quero, que acionou a Polícia Militar. Com a chegada da PM, a jovem relatou ter sido abusada por um grupo de homens em uma casa que também fica na rua Quero-Quero e na Escola Estadual Paulo Freire. O grupo teria entrado na escola passando pelo muro, que está quebrado. Ao chegar na residência indicada pela vítima, a PM encontrou um homem que foi identificado como um dos autores do crime. Ele, ...

Leia mais

Estudantes da USP e da Esalq depõem à CPI na Alesp e revelam dramas pessoais após estupros e impunidade dos agressores

“Nada não está tão ruim que não possa piorar”. É essa a impressão a cada novo depoimento na CPI aberta na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) para investigar violações de direitos humanos no ensino superior estadual. Mais três depoimentos de estudantes da USP e da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq) foram colhidos pela comissão nesta quinta-feira (8) e sexta-feira (9) e um pesquisador procurou explicar do que se tratam os trotes. no Brasil Post  por  Thiago de Araújo No caso da USP, duas alunas da Faculdade de Medicina da instituição (FMUSP) – a mesma dos casos denunciados que deflagraram a CPI na Alesp e uma investigação do Ministério Público – falaram de estupros sofridos em 2004 e 2011, respectivamente, ambos em eventos da Associação Atlética Acadêmica Oswaldo Cruz. Ambas sofrem com os traumas e com a impunidade dos envolvidos até hoje. A primeira estudante descreveu a rotina que vivia na faculdade, excluída por não gostar das atividades da Atlética. Chegou a entrar ...

Leia mais
Mentor do estupro coletivo de Queimadas é condenado a 108 anos de prisão

Mentor do estupro coletivo de Queimadas é condenado a 108 anos de prisão

Após 19 horas de julgamento, Eduardo dos Santos Pereira foi considerado culpado pelo ato que ficou conhecido como a “Barbárie de Queimadas” Após 19 horas de julgamento, Eduardo dos Santos Pereira, tido como o mentor do estupro coletivo em Queimadas, que resultou na morte de duas mulheres, foi condenado a 106 anos de prisão. Santos Pereira foi considerado culpado por dois homicídios, formação de quadrilha, cárcere privado, corrupção de menores, porte ilegal de arma e por cinco estupros. Soma-se a isso a pena de 1 ano e 10 meses de detenção pelo crime de lesão corporal de um dos jovens envolvidos no crime, o que aumenta a sua pena para 108 anos. A sentença foi lida na manhã desta sexta-feira (26), às 9h, no plenário do 1º Tribunal do Júri de João Pessoa, no Fórum Criminal. Relembre o caso O fato aconteceu em Queimadas (PB), no dia 12 de fevereiro ...

Leia mais
india

Duas adolescentes são enforcadas depois de um estupro em grupo na Índia

A polícia prende um suspeito e busca outros quatro pelo ataque às vítimas O crime ocorreu no Estado de Uttar Pradesh A polícia da Índia prendeu uma pessoa e busca outros quatro suspeitos pelo suposto estupro coletivo de duas adolescentes que foram encontradas penduradas em uma árvore no Estado de Uttar Pradesh, no norte do país. As duas vítimas, de 14 e 15 anos de idade, eram primas e faziam parte da casta intocáveis. Ambas foram sequestradas na terça-feira à tarde em sua aldeia, Budaun. Na manhã seguinte, os próprios residentes localizaram os dois corpos pendurados em uma horta próxima. As autópsias confirmaram que as duas vítimas sofreram abusos sexuais antes de morrer enforcadas. As equipes médicas também extraíram amostras de DNA para tentar determinar a identidade dos agressores. O superintendente da polícia de Budaun, Man Singh Chouhan disse que o caso foi aberto pela suposta ocorrência de vários delitos, ...

Leia mais

Sociedade indiana pede que condenados por estupro de menina de 8 anos sejam executados

Índia vive em estado de tensão pelas contínuas acusações de agressões sexuais Após um tribunal de Nova Déli ter declarado culpados nesta terça-feira (10) os quatro acusados pelo estupro e o assassinato de uma jovem na capital ocorrido em dezembro de 2012, caso que chocou o país, diversos setores da sociedade indiana pediram que os criminosos sejam executados na forca. O tribunal avaliará na quarta-feira (11) a condenação contra Pawan Gupta, vendedor de frutas; Mukesh Singh, desempregado; Vinay Sharma, monitor escolar, e Akshay Thakur, faxineiro, que foram considerados culpados de 13 acusações e podem ser sentenciados à morte. "Condeno todos os acusados. Foram considerados culpados de estupro em grupo, destruição de evidências e de assassinar uma vítima indefesa", disse o juiz Yogesh Khanna em um tribunal lotado. Os pais da vítima escutaram o veredicto com "lágrimas nos olhos", relataram testemunhas presentes na sala. "Estamos contentes com a condenação. Agora esperamos ...

Leia mais
foto-ne-hit

Nota sobre o julgamento do estupro coletivo praticado por integrantes da banda New Hit

No dia 26 de agosto de 2012, na cidade de Ruy Barbosa na Bahia, duas adolescentes foram estupradas por 9 homens integrantes da Banda New Hit, dentro do ônibus do grupo. As meninas se dirigiram ao veículo para pedir autógrafos e parabenizar um dos integrantes que fazia aniversário. Lá, foram violentadas de forma brutal e humilhante, com a conivência e também violência de um Policial Militar. Em virtude do caso, no dia 26 de outubro de 2012, nós, da Marcha Mundial das Mulheres , fomos até a casa de veraneio do estuprador Eduardo Martins, vocalista da Banda New Hit. Afirmamos que enquanto não houver justiça haverá escracho feminista! Para nós, exigir a punição de todos os estupradores e agressores às mulheres é tarefa fundamental dos que defendem a igualdade e a liberdade. A impunidade incentiva e naturaliza a violência contra a mulher. Além do sofrimento provocado pelo crime violento, as vítimas estão distantes da sua cidade, afastadas do convívio social ...

Leia mais
new hits estupro

Feministas protestam no julgamento do New Hit

Esta semana que passou, como muitas de vocês sabem, começou o julgamento dos integrantes da banda New Hit.   No dia 26 de agosto de 2012, na cidade de Ruy Barbosa, na Bahia, duas adolescentes foram estupradas por nove homens integrantes da New Hit, dentro do ônibus do grupo. As meninas se dirigiram ao veículo para pedir autógrafos e parabenizar um dos integrantes, que fazia aniversário. Lá, foram violentadas de forma brutal, com a conivência e também violência de um policial militar. Entre os dias 18 e 20 de fevereiro, também em Ruy Barbosa, aconteceu a primeira audiência de instrução. É o momento em que a juíza ouve vítimas, testemunhas, defesa e acusação. Como não foi crime contra a vida, os estupradores não vão a Júri Popular, são julgados pela própria juíza a partir dos materiais colhidos na audiência de instrução. O julgamento começou, mas está longe de ser concluído. ...

Leia mais
estupro

Estupro coletivo de espanholas em praia choca o México

Mesmo em um país já acostumado à violência crescente, o caso de um grupo de cinco homens mascarados que estuprou seis espanholas em uma casa de praia próxima a Acapulco vem provocando comoção no México. A polícia do Estado de Guerrero afirmou na sexta-feira que tem pistas “muito próximas” para prender os criminosos armados que atacaram as seis mulheres na última segunda-feira, após amarrarem seus companheiros, também espanhóis. Local do ataque às espanholas era considerado relativamente seguro, apesar da violência na região Mesmo aqueles que dizem conhecer bem a realidade do crime no México afirmam estar chocados com a brutalidade do caso. O crime também deixou de sobressalto a pequena comunidade espanhola no país, de 90 mil pessoas. Até mesmo o presidente do México, Enrique Peña Nieto, se envolveu no tema, afirmando na quinta-feira que havia dado ordens para oferecer ao Estado de Guerrero “todo o apoio institucional” necessário para ...

Leia mais
estupro coletivo pr

Polícia prende ex-marido e grupo suspeito de estuprar mulher no PR

A polícia prendeu na quarta-feira (23) três homens e apreendeu dois adolescentes suspeitos de participarem de um estupro coletivo, contra uma mulher de 39 anos, em Curitiba. De acordo com a polícia, o ex-marido da vítima é suspeito de ser o mandante do crime. Ele foi preso na terça-feira (22). A ordem, segundo o delegado Amarildo Antunes, responsável pelo caso, era estuprar e matar. O casal esteve junto por 17 anos, tem dois filhos já maiores de idade, e há cinco estava separado. Segundo a polícia, o ex-marido não aceitava a separação e começou a agir para intimidar a ex-mulher, principalmente, após ela iniciar um novo relacionamento. O estupro ocorreu em novembro de 2012 na casa da vítima e na frente do namorado dela. Ainda conforme a polícia, depois de violentarem a mulher, os suspeitos deram diversas marteladas na cabeça dela. Como ela perdeu a consciência, os suspeitos acharam que ...

Leia mais
protesto-india

Índia tem novo caso de estupro coletivo em ônibus, informa a polícia

A polícia na Índia prendeu neste domingo (13) seis homens acusados de terem praticado o estupro coletivo de uma mulher dentro de um ônibus, semanas depois de um caso similar ter chocado o país. A vítima é uma jovem de 29 anos. Segundo autoridades, o caso mais recente ocorreu no estado do Punjab, ao norte do país. A polícia busca um possível sétimo estuprador. Em dezembro passado, uma estudante indiana de 23 anos morreu depois de ser vítima de estupro coletivo num ônibus na capital, Nova Déli. Cinco acusados serão julgados e podem ser condenados à pena de morte. O sexto homem, que acredita-se ser menor de idade, será julgado separadamente. O episódio provocou uma onda de protestos no país e um debate sobre a situação das mulheres indianas. O governo criou cortes judiciais rápidas exclusivamente para tratar de casos de abusos sexuais.   Fonte: Agência Brasil

Leia mais
justiça

Justiça! 6 dos 10 acusados de estupro coletivo em Queimadas condenados a 184 anos de prisão

Seis dos dez acusados de estuprar cinco mulheres e matar duas delas irão cumprir penas que, somadas, chegam a 184 anos e seis meses de prisão. As sentenças foram dadas na manhã desta quinta-feira (25) pela juíza Flávia Baptista Rocha, da comarca do município de Queimadas (distante 133 quilômetros de João Pessoa), no Agreste da Paraíba. A magistrada condenou Luciano dos Santos Pereira a 44 anos de prisão; Luan Barbosa Casimiro a 27 anos; Fernando França Silva Junior a 30 anos; Jacó Sousa a 30 anos; José Jardel Souza Araújo a 27 anos; e Diego Domingos a 26 anos e seis meses. Todos foram condenados por estupro, formação de quadrilha, porte ilegal de armas e cárcere privado. Segundo o Ministério Público da Paraíba, os seis acusados não foram a júri popular porque não foram denunciados pelos assassinatos das jovens Isabela Pajuçara e Michele Domingos. As duas jovens foram mortas após ...

Leia mais
Página 2 de 2 1 2

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Create New Account!

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist