quarta-feira, novembro 25, 2020

    Tag: internet

    Geração ‘Só a Cabecinha’: você lê o título e nada mais

    Geração ‘Só a Cabecinha’: você lê o título e nada mais

    A autora, Bia Granja, é co-criadora e curadora do youPIX e da Campus Party Brasil. Outro dia vi um estudo que diz que 25% das músicas do Spotify são puladas após 5 segundos. E que metade dos usuários avança a música antes do seu final. Enquanto isso, no YouTube, a média de tempo assistindo a vídeos não passa dos 90 segundos. O mais chocante desses dois dados é que o uso do Spotify e do YouTube, em geral, está focado no lazer, no entretenimento. Ou seja, se a gente não tem paciência para ficar mais de 90 segundos focado em uma atividade que nos dá prazer, o que acontece com o resto das coisas? Você ficou sabendo da entrada do ator Selton Mello no seriado Game Of Thrones? Saiu em vários grandes portais brasileiros e a galera na internet compartilhou loucamente a notícia. Tudo muito bacana, não fosse a notícia ...

    Leia mais

    Marco Civil da Internet entra em vigor

    Começam a valer hoje (23) as novas regras para o uso da internet no Brasil. A Lei 12.965/14, conhecida como Marco Civil da Internet, é uma espécie de constituição do setor, que estabelece os direitos e deveres de usuários e de provedores de internet no país. Após aprovação na Câmara dos Deputados e no Senado, a lei foi sancionada pela presidenta Dilma Rousseff e publicada no dia 24 de abril, com prazo de 60 dias para entrada em vigor. Vários pontos da lei vão precisar de regulamentação. Em entrevista logo após a sanção da lei, a presidenta disse que tudo será discutido com a sociedade. Para os usuários, uma das principais novidades será a neutralidade de rede, ou seja, a garantia de que o tráfego terá a mesma qualidade e velocidade, independentemente do tipo de navegação. O usuário não poderá ter sua velocidade reduzida de acordo com o uso e ...

    Leia mais

    Não basta estuprar, tem que filmar e jogar na internet

    Isso aconteceu no penúltimo domingo e até agora só foi notícia de uma matéria fraquinha no Zero Hora. por  Lola Aronovich No Balneário de Pinhal, litoral norte do Rio Grande do Sul, uma menina de 16 ou 17 anos estava indo a uma festa com amigos. Como a festa foi cancelada, a moça foi à casa de um conhecido. Lá, ela foi estuprada por ele e outros quatro rapazes (três deles menores de idade), que filmaram a cena e colocaram o vídeo na internet. Como uma das últimas coisas que quero na vida é ver o vídeo de um estupro, nem cheguei perto das imagens. Mas uma feminista gaúcha me enviou um email contando o que viu: "Ela pede para parar diversas vezes, chora, grita, tenta sair, mas obviamente não consegue. Eles dizem 'tu vai dar o c* pra nós vagabunda', ela chora, e eles estupram ela". Esta leitora e outras ...

    Leia mais
    Polícia investigará páginas racistas

    Polícia investigará páginas racistas

    Responsáveis por publicações no Facebook vão ser intimados. Quem fez comentários também será chamado Rio - A Delegacia de Repressão Crimes de Informática abriu inquérito para investigar os autores de páginas racistas no Facebook, conforme denúncia publicada, nesta sexta-feira, no DIA . Segundo o delegado titular da unidade, Alessandro Thiers, os responsáveis serão intimados a depor na Polícia Civil. As mais de cinco páginas, que derivam das frases “O racismo começa” e o “O racismo começa quando”, exibem centenas de frases e imagens que incitam o ódio a negros. Thiers também afirmou que solicitou à rede social que retire as páginas do ar. Mas até a noite de ontem elas ainda estavam online: “Pedimos administrativamente para que o Facebook retirasse as páginas do ar. Caso optem pela negativa, teremos que fazer uma representação na Justiça para a retirada”. Segundo o delegado, as pessoas que fizeram comentários com frases racistas na página também serão ...

    Leia mais

    Racismo sem limites nas redes sociais

    Comissão de Igualdade Racial da OAB-RJ vai acionar MP para Facebook retirar páginas do ar CONSTANÇA REZENDE Rio - Racistas estão usando a rede social Facebook para promover a intolerância racial de maneira aberta, com nome e sobrenome e sem medo do artigo 5º da Constituição Federal, que considera a prática crime inafiançável, imprescritível e sujeito à pena de reclusão. Nas mais de cinco páginas que derivam da frase “O Racismo Começa” e o “O Racismo Começa Quando”, são publicadas centenas de ofensas a negros, que são abastecidas com frequência. São postadas várias fotos do ditador austríaco Adolf Hitler — que levou a fornos crematórios milhões de judeus e ciganos durante a Segunda Guerra — associando sua imagem a frases que incitam o ódio a negros e outras de conteúdo altamente ofensivo. Há ainda uma foto do cantor americano Michael Jackson, com os dizeres “Quem tem fé se cura”. Uma das páginas chega ...

    Leia mais

    É possível morrer depois da internet? – Por: Eliane Brum

    Com sua festejada “vitória” sobre o Google, o espanhol Mario Costeja tornou-se um personagem trágico do mundo contemporâneo O espanhol Mario Costeja encarnou o paradoxo dessa época ao conquistar o “direito ao esquecimento” e, por isso, ser mais lembrado do que nunca. Nascido em São Paulo, no Brasil, país onde viveu até os nove anos, o advogado reclamava que, ao digitar seu nome no Google, encontrava em destaque um texto que manchava sua reputação. Era uma página do jornal La Vanguardia, publicada em 1998, que relacionava seu nome ao leilão de uma propriedade por dívidas com o governo. Ele pediu que os links para a matéria fossem removidos, mas tanto o jornal quanto o Google recusaram o pedido. Em 13 de maio, o Tribunal de Justiça da União Europeia determinou que buscadores como o Google deverão permitir que pessoas sejam “esquecidas” quando informações já superadas do seu passado forem consideradas lesivas ...

    Leia mais

    Justiça manda quebrar sigilo de internautas por comentários racistas

    Internautas fizeram comentários em matérias jornalística de acidente no CE. Acidente em Canindé, no Ceará, resultou na morte de 18 pessoas. A Justiça Federal aceitou o pedido do Ministério Público Federal (MPF) e determinou nesta quarta-feira (22) a quebra de sigilo de seis internautas por comentários discriminatórios em matérias jornalísticas que noticiaram o acidente com ônibus com 18 mortes no Ceará. A quebra do sigilo dos IPs dos computadores dos usuários foi pedida na terça-feira ( 20), dois dias após a tragédia, pelo procurador da República Edmac Lima Trigueiro, autor de procedimento criminal que apura a conduta dos internautas. O procurador pediu a quebra de sigilo de 10 internautas, e a Justiça aceitou o pedido contra seis deles. "O crime foi entendido pela Justiça. A partir da quebra da sigilo nós vamos trabalhar na identificação dos autores do comentários", diz o procurador Edmac Lima ao G1. De domingo (18) até ...

    Leia mais
    pornografia infantil

    Pornografia infantil lidera denúncias enviadas à SaferNet

    Pornografia infantil na internet liderou o número de casos encaminhados em 2011 à Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos, operada pela SaferNet Brasil, organização não-governamental especializada no combate a violações de direitos humanos na web. Foram 15.517 notificações ao todo, conforme indicadores divulgados no site da ONG. por Ana Cláudia Barros O número corresponde a cerca de 36% das 42.662 denúncias acumuladas pela central durante os doze meses do ano passado. Destas, 22.305, mais da metade, são referentes a conteúdos publicados na rede social Orkut. Diferentemente da pedofilia, perversão que leva o adulto a sentir atração sexual por meninos e meninas, a pornografia infantil é qualquer situação que envolva menores de 18 anos "em atividades sexuais explícitas, reais ou simuladas, ou exibição dos órgãos genitais de uma criança ou adolescente para fins primordialmente sexuais". A Legislação Brasileira considera crime a conduta de "apresentar, produzir, vender, fornecer, divulgar ou publicar, ...

    Leia mais
    bia cardoso

    O ‘Girl Power’ toma a internet

    Bia Cardoso é responsável pelo site Blogueiras Feministas Site "Blogueiras Feministas" reúne garotas para falar sobre política, sexualidade, saúde e trabalho, entre outros Foi com hábitos do dia a dia que Bia Cardoso, mais conhecida na internet como Srta. Bia, se descobriu uma verdadeira feminista. De lá pra cá, conseguiu notar que sua luta já acontecia há muito tempo: "Durante toda minha vida me interessei por assuntos feministas, porque sempre lutei por minha independência. Também sempre levantei questões, como por exemplo, a divisão de tarefas domésticas igualmente entre irmãos e irmãs", explica. Hoje é ela a cabeça por trás do site "Blogueiras Feministas", que discute questões importantes do universo feminino através de um olhar diferente. A ideia começou a germinar com seu próprio blog, criado em 2002, quando ela teve contato com diversas garotas feministas e finalmente se assumiu assim. Depois disso foi a hora de criar um grupo de ...

    Leia mais
    filmeclipe

    Histórias infantis de princesas africanas ganham vida em trailer gratuito na internet

    LivroClip "Omo-Oba"é baseado na obra homônima da escritora Kiusam de Oliveira, que traz as curiosidades de Oiá, Oxum, Iemanjá, Olocum, Oduduá e Ajê Xalugá Fonte: Livroclipe.com Histórias de princesas costumam fascinar as crianças. Imagine, agora, ter a chance de conhecer um pouco mais sobre a cultura africana por meio de princesas que se tornaram, mais tarde, rainhas. O LivroClip "Omo-Oba", baseado na obra homônima da escritora Kiusam de Oliveira, com ilustrações de Josias Marinho, dá vida às aventuras da menina Oiá, e promete encantar jovens e adultos. Veja:   Além da princesa Oiá, que tinha o poder de se transformar em animais, o livro revela as histórias, particularidades e aventuras de outras cinco princesas africanas: Oxum, Iemanjá, Olocum, Ajê Xalugá e Oduduá. De forma divertida, os leitores vão desvendar os costumes e valores. O trailer é fruto de uma parceria entre o LivroClip e a Mazza Edições, com objetivo de ...

    Leia mais
    BILL HINTON VIA GETTY IMAGES

    A força política de um turbilhão chamado internet

    - Na semana passada, a Petrobrás passou a publicar, em um blog na internet, a correspondência entre o setor de comunicação da empresa e jornalistas. Por ter tornado públicas investigações da imprensa ainda em curso, a mudança de hábitos gerou polêmica e foi amplamente debatida nas páginas editoriais da imprensa e em blogs rede afora. Por Pedro Dória, do Estadão  BILL HINTON VIA GETTY IMAGES Foi uma decisão intimamente ligada à CPI da Petrobrás. Assim, é o primeiro passo da campanha eleitoral de 2010 na rede. O TSE ainda não decidiu como regulamentar a internet na eleição. No passado, optou por um caminho conservador, limitando quanto pôde a relação direta entre candidatos e eleitores online. No restante do mundo, a internet já está mudando radicalmente a política. A importância da rede foi nítida na campanha iraniana que terminou com a eleição de sexta-feira. Metade dos usuários ...

    Leia mais
    Página 3 de 3 1 2 3

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist