Tem trans, negra, gorda e deficiente: Avon dá show de representatividade em nova campanha de beleza

Seguindo a linha das últimas campanhas de seus produtos, consideradas feministas e inclusivas, a Avon lançou neste fim de semana mais um comercial que deu um show de representatividade e mandou um recado para quem ainda acredita em padrões estereotipados de beleza — ainda mais se tratando de mulheres ou de alguém LGBT.

Do Brasil Post

Intitulada “#DonaDessaBeleza”, a campanha estimula qualquer pessoa, seja mulheres, gays, trans e travestis, a se aceitarem e não se importarem com os padrões de beleza, que ditam o que vestir, o que usar e o que pensar. “Ninguém tem o direito de dizer como você deve se vestir, se portar ou o que você deve usar”, disse o site da campanha.

A campanha também traz um vídeo com personalidades que quebram TODOS os estereótipos e são símbolo de inclusão: a funkeira MC Linn da Quebrada, que se define como “bicha, trans, preta e periférica”, a medalhista das Paralimpíadas e deficiente visual, Terezinha Guilhermina, a empresária Bee Reis, gorda e feminista, Samanta Quadrado, que tem síndrome de Down e é modelo, a rapper Kessidy Kess, negra e feminista, e Camomila Pri, que é blogueira e deficiente auditiva.

“Ninguém, além de você mesma, pode ser a dona das suas escolhas. Dê um chega pra lá no preconceito, nos rótulos e em qualquer tipo de censura à sua beleza. Toda mulher já nasce linda, e é única. A sua beleza só tem em vocês. Seja dona dessa beleza”

A campanha foi elogiada pelos consumidores. “Se existe algo mais lindo que valorizar todas as belezas eu ainda não conheço. Feliz que vocês tenham entrado nessa vibe para ficar”, escreveu uma internauta.

“Lindo vídeo!! Muito representativo!! Parabéns por mostrar que a beleza não tem apenas um padrão!!! Cada mulher tem sua beleza, espero que mulheres que ainda não conseguem se amar como são possam a partir deste vídeo se olhar com mais gentileza e amor”, disse outro.

+ sobre o tema

para lembrar

O primeiro soldado abertamente transexual do Exército americano

Com alegria e cautela, o sargento Shane Ortega recebeu...

Professora é demitida por ‘ser lésbica’ na Itália

Após se recusar a desmentir o fato, como foi...
spot_imgspot_img

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...

Em reunião com a ministra das Mulheres, movimentos denunciam casos de estupros e violência em abrigos para atingidos pelas enchentes no RS

Movimentos feministas participaram de uma reunião emergencial com a ministra da Mulher, Cida Gonçalves, no final da tarde desta terça-feira (7), de forma online....
-+=