Umbandistas comemoram decreto que torna a religião patrimônio cultural do Rio

Às vésperas do Dia Nacional da Umbanda, celebrado dia 15 de novembro, religiosos de matriz africana comemoram nesta terça-feira o decreto assinado pelo prefeito Eduardo Paes, que reconhece a religião como patrimônio cultural do Rio. Além de valorizar a herança de matriz africana na cidade, a prefeitura, através do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, também vai realizar um mapeamento dos templos religiosos da religião.

Por Clarissa Monteagudo, do Extra 

2012090655806

Presidente da Muda, Marco Xavier faz campanha nas redes sociais para terreiros se unirem contra intolerância Foto: Darlei Marinho / Extra – Cidade

O intuito é estimular políticas públicas de valorização da diversidade religiosa na cidade. O primeiro terreiro cadastrado foi a Tenda Espírita Vovó Maria Conga de Aruanda, no Estácio. Em comunicado, uma das lideranças da religião no estado, o presidente Movimento Umbanda do Amanhã, Marco Xavier, enfatiza a importância de reconhecer e valorizar a importância cultural da matriz afro para a cidade.

20161108-135834

Uma das heranças da religião afro para a cidade é o uso do branco e as oferendas na festa de réveillon Foto: Márcia Foletto

— Este decreto do prefeito Eduardo Paes é muito significativo para a Umbanda. Vemos com muita preocupação a eleição do bispo licenciado da Igreja Universal, Marcelo Crivela. A nossa maior luta contra intolerância religiosa tem a ver com a igreja dele. O MUDA será incansável, como sempre foi, na luta contra a intolerância religiosa — afirma Marco.

Através de sua assessoria, Marcelo Crivella afirmou que seu governo vai respeitar a diversidade “de credos e de raça”:

— O meu governo, como foi dito durante a nossa campanha, será de tolerância à diversidade de credo e de raça. Repito que serei o prefeito de todos.

2013041253622

A umbanda está entre os 54 bens imateriais tombados pela cidade Foto: Thiago Lontra / Agência O Globo

Sacerdote da Tenda Espírita Caboclo Flecheiro (TECAF), em Santíssimo, Zona Oeste, onde já enfrentou ataques de seitas intolerantes, Marco está realizando uma campanha nas redes sociais para incentivar religiosos a se cadastrar. Para ele, os umbandistas precisam se unir e mostrar a força da religião. A comemoração do Dia Nacional da Umbanda no estado do Rio será realizada na sede do MUDA (Rua Maria Emília 136, Centro de São João de Meriti).

— Precisamos mostrar quanto somos, que temos força. Faremos uma campanha na rede para o cadastro de todos os terreiros do Rio. Queremos garantia que esta será uma política pública que não será engolida por interesses políticos ou religiosos — ressaltou, em nota divulgada para a imprensa.

+ sobre o tema

Carlinhos Brown sobre Salvador: comunidade não é mais protagonista

"Queremos um centro técnico e um lugar para desfilar,...

João Vicente é o nome do filho de Taís de Araujo e Lázaro Ramos

Taís Araujo recebeu a visita dos familiares do marido,...

Morre em Salvador Dr. Ubiratan Castro de Araújo

Prof. Dr. Ubiratan Castro de Araujo, diretor-geral da Fundação...

para lembrar

Sesc Vila Mariana promove debate sobre a representação do negro nas artes

Rosana Paulino e Salloma Salomão, discutem o tema em...

Dorival, 100 anos de Caymmi

por Luciano Hortencio e Lourdes Nassif Em um 30 de...

Gaby Amarantos fará show durante a 66ª edição do Festival de Cannes

O show da principal representante do tecnobrega foi confirmado...
spot_imgspot_img

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=