Vestibular Unesp 2015 tem redação sobre escravidão e preconceito racial

Prova foi realizada nesta segunda-feira (15).
Índice de abstenção foi de 11,6%

Do: G1

Estudantes prestaram a segunda fase do vestibular da Unesp em Araraquara (Foto: Orlando Duarte Neto/G1)

A redação da segunda prova da segunda fase do vestibular da Universidade Estadual Paulista (Unesp), realizada nesta segunda-feira (15), teve como tema “O legado da escravidão e o preconceito contra negros no Brasil.” A prova teve ainda 12 questões discursivas de linguagens e uma redação. O tema da redação foi “O legado da escravidão e o preconceito contra negros no Brasil”.

A redação trouxe quatro textos de apoio: um sobre a Lei Áurea; um artigo sobre um estudo sobre a participação do negro nas 500 maiores empresas do país; e dois trechos dos artigos “Racismo e anti-racismo no Brasil” e “Nem preto nem branco, muito pelo contrário”.

Fizeram a prova nesta segunda-feira 40.289 candidatos. Outros 5.295 não compareceram aos locais de prova. O índice de abstenção foi de 11,6%. No domingo (14), o índice registrado foi de 10,6%.

O vestibular da Unesp disponibiliza 7.260 vagas em 174 opções de cursos em 23 cidades. . A lista de classificados sairá no dia 28 de janeiro de 2015, quando os convocados deverão confirmar intersse pela vaga. A primeira chamada de aprovados será no dia 6 de fevereiro de 2015.

No vestibular 2015, o Sistema de Reserva de Vagas para a Educação Básica Pública (SRVEBP) garante um mínimo de 25% das vagas de cada curso para alunos que tenham feito todo o ensino médio em escola pública.

A Unesp oferece 7.260 vagas para ingresso no primeiro semestre de 2014. No total, há 171 opções de cursos em 23 cidades: Araçatuba (155 vagas), Araraquara (855), Assis (405), Bauru (1.045), Botucatu (600), Dracena (40), Franca (400), Guaratinguetá (310), Ilha Solteira (270), Itapeva (80), Jaboticabal (280), Marília (475), Ourinhos (90), Presidente Prudente (640), Registro (40), Rio Claro (490), Rosana (80), São João da Boa Vista (40), São José do Rio Preto (460), São José dos Campos (120), São Paulo (185), São Vicente (80) e Tupã (120).

Leia mais sobre Educação

+ sobre o tema

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

para lembrar

Plano de Aula: A arte africana e suas influencias

TEMA:A arte africana e suas influências JUSTIFICATIVA: A arte africana e...

As implicações da desigualdade de renda no Brasil

A educação é a principal forma de quebrar os...

Projeto reduz em 40% o tempo de fechamento de escolas por causa de tiroteios

Em um dos municípios atendidos, o tempo que escolas...

A meritocracia é o paradigma da ingenuidade

O Conselho Universitário da USP aprovou, na terça-feira 4,...
spot_imgspot_img

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade igual ou superior a 15 anos, 151,5 milhões sabem ler e escrever ao menos um...

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...
-+=