Zé Roberto acusa torcida do Grêmio de racismo: ‘É asqueroso’

Por Alexandre Alliatti

Jogador diz que foi chamado de macaco por torcedores rivais no Gre-Nal, mas não pretende prestar queixa

O melhor jogador do Gre-Nal de domingo, no Olímpico, não tirou só coisas boas do clássico. O meia-atacante Zé Roberto, do Inter, disse que ouviu manifestações racistas da torcida do Grêmio no jogo de domingo. O atleta afirmou nesta terça-feira que foi chamado de macaco antes e durante a partida.

Zé Roberto lamentou a situação. Disse que ficou assustado com a suposta agressão dos torcedores rivais.

– Houve isso. Quando eu estava aquecendo, o torcedor começou a fazer imitações de macaco. Aconteceu quando peguei na bola algumas vezes. Alguns companheiros me disseram que isso é normal. Fiquei meio assustado. É ruim. Vivi em alguns países e nunca sofri esse tipo de situação. É ruim no seu país você viver isso. É lamentável. É um sentimento nojento – disse Zé Roberto.

O atleta diz que não tomará medidas jurídicas sobre o caso. Deixa a situação a cargo da Federação Gaúcha de Futebol.

– Não sei se o clube vai tomar alguma atitude, mas eu, não. Foi no calor do jogo. Só fico triste porque é uma situação ruim. É um sentimento asqueroso. Quem tem que tomar a atitude é a Federação.

Zé Roberto afirma que os supostos xingamentos o deixaram ainda mais motivado. Ele foi a campo no decorrer do primeiro tempo e participou diretamente dos três gols do Inter na partida.

– Isso mexeu comigo, me motivou um pouco mais. Entrei querendo mais do que o normal. Foi uma situação totalmente nova. Joguei em diversos países, e nunca passei por isso. Todo mundo ficou chateado. É uma motivação a mais. Mas ficou ali no calor do jogo.

 

Fonte: Globoesporte

+ sobre o tema

STF volta a proibir a apreensão de menores sem o devido flagrante nas praias do Rio

Após audiência realizada na manhã desta quarta-feira, em Brasília, o STF determinou...

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

para lembrar

O racismo na capital do país: a face cruel de um crime covarde

Pesquisa inédita do Ministério Público do DF e Territórios...

Ataques racistas provocaram 71 mortos na Rússia em 2009

  Em 2009, 333 pessoas sofreram agressões racistas...

Juiz se recusa a casar homem negro com mulher branca nos EUA

WASHINGTON - Um juiz de paz do estado americano...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=