Boateng e Nike em campanha contra o racismo

MÉDIO ABANDONOU JOGO DEVIDO A INSULTOS

 

As opiniões diferem, no entanto, há quem defenda que Kevin Prince Boateng fez bem em abandonar o particular do Milan com o Pro Patria, no início de janeiro, devido a insultos racistas por parte de adeptos da equipa adversária.

O próprio jogador não mostra qualquer arrependimento pela atitude e a Nike, seu patrocinador, apoia esta decisão, dando mesmo corpo a uma campanha.

“Boateng-Nike contra o racismo”. É esta a mensagem da marca na campanha em que o internacional ganês dá a cara.

“Faria o mesmo outra vez. E outra vez. E outra vez. Estou com o Prince”, lê-se na mensagem, que está escrita em cima de uma fotografia do jogador do Milan.

 

 

Fonte: Record

+ sobre o tema

Iza faz show em live para anunciar gravidez: ‘Parece que o mundo já mudou de cor’

A cantora Iza está grávida de seu primeiro filho....

Foi a mobilização intensa da sociedade que manteve Brazão na prisão

Poucos episódios escancararam tanto a política fluminense quanto a...

Selo Sesc lança Relicário: Dona Ivone Lara (ao vivo no Sesc 1999)

No quinto lançamento de Relicário, projeto que resgata áudios...

para lembrar

Mackenzie expulsa estudante que gravou vídeo armado e ameaçou matar negros

Pedro Baleotti, eleitor de Jair Bolsonaro, divulgou um vídeo...

Meninos vítimas de racismo em hipermercado reconhecem mais um segurança suspeito de agressão

Outro funcionário do Extra já havia sido reconhecido em...

Shopping de área nobre de SP quer apreender crianças de rua e entregar para PM

Estabelecimento no bairro de Higienópolis, uma das regiões mais...

Anulação de provas do Enem gera ataques de xenofobia

OAB-CE vai analisar os comentários para decidir sobre a...
spot_imgspot_img

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...

Peraí, meu rei! Antirracismo também tem limite.

Vídeos de um comediante branco que fortalecem o desvalor humano e o achincalhamento da dignidade de pessoas historicamente discriminadas, violentadas e mortas, foram suspensos...
-+=