Cansada de apanhar, mulher coloca fogo no marido na frente do filho no bairro Conjunto Providência

Autora do crime foi presa e afirmou que tudo ocorreu depois de levar soco no olho

 

Uma mulher foi presa após colocar fogo no próprio marido no bairro Conjunto Providência, na região norte de Belo Horizonte. O crime ocorreu na frente do filho do casal, de apenas dois anos, no final da noite desse domingo (9).

João Carlos Gomes, de 36 anos, teve 70% do corpo queimado, foi socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Pronto Socorro João XXIII.

A autora do crime, Patrícia de Souza, foi detida depois que vizinhos do casal escutaram os gritos de João Carlos e chamaram a polícia. A mulher foi encontrada a poucos metros de casa e encaminhada à Delegacia de Polícia Civil.

Durante depoimento, Patrícia, que sofreu ferimentos no rosto e também precisou de atendimento médico, alegou aos policiais que tudo ocorreu depois que ela levou um soco no olho do marido.

A mulher ainda desabafou e disse que está cansada de ser espancada por João Carlos, que teria agredido a mulher no momento em que ela cozinhava. Após apanhar, Patrícia jogou uma garrafa de álcool no companheiro.

Fonte: R7

+ sobre o tema

Comissão de Combate à Intolerância Religiosa em ato contra a eleição do pastor Marco Feliciano

O interlocutor da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa...

Petrolina realizará 1° Festival Ana das Carrancas em celebração à cultura afrodescendente

  Culinária, vestimentas, rituais religiosos, penteados, arte, música e costumes...

Camélia da Liberdade chega à sétima edição premiando grandes nomes

Evento aconteceu no Vivo Rio e reuniu importantes personalidades...

para lembrar

Liberdade caça jeito

Quem reivindica direitos, demanda a democratização do poder, luta...

Cinco vantagens da camisinha feminina que nem todo mundo conhece

Ela já existe desde 1980, mas foi de uns...

A escola falhou se o aluno acha que menina é inferior

Na foto acima, seriam prezados alunos ou prezadas alunas?...
spot_imgspot_img

Homens ganhavam, em 2021, 16,3% a mais que mulheres, diz pesquisa

Os homens eram maioria entre os empregados por empresas e também tinham uma média salarial 16,3% maior que as mulheres em 2021, indica a...

Escolhas desiguais e o papel dos modelos sociais

Modelos femininos em áreas dominadas por homens afetam as escolhas das mulheres? Um estudo realizado em uma universidade americana procurou fornecer suporte empírico para...

Ministério da Gestão lança Observatório sobre servidores federais

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) lança oficialmente. nesta terça-feira (28/3) o Observatório de Pessoal, um portal de pesquisa de...
-+=